Somos uma TRIBO COLABORATIVA DE APRENDIZAGEM… Todos nos entramos neste espaço, fazemos nossas relações, construímos esta comunidade com um objetivo: APRENDER UNS COM OS OUTROS.

Então como funciona esta TRIBO… É como se estivéramos todos numa roda compartilhando um espaço-tempo… Num lugar que não fica em lugar nenhum, num tempo que é um presente continuo, simultaneamente quase instantâneo e ao mesmo tempo respeitoso do ritmo de cada um. Há espaço para a expressão de cada um. Assim nos juntamos, nos conhecemos, nos conversamos, formando a COMUNIDADE DO ARCO DIGITAL.

Embora agente não se encontre num espaço físico real, existe na tela de cada um, nosso espaço comum, chamado de espaço VIRTUAL. Porém temos também um espaço REAL, se não você não estaria lendo isto.

Quando cada um conta um pouco de sua “TRIBO REAL”, que sim esta localizada num lugar, quando conta como ela é, como ela foi se transformando, o que ela esta precisando agora, quais são as batalhas, as Victória, os caminhos… Podemos juntos aprender e assim estaremos cada um COLABORANDO na APRENDIZAGEM do outro.

Acredito que, como na LEI da NATUREZA, quanto mais damos mais receberemos. Quantos mais doamos mais ganharemos. Aqui neste site, que é o nosso espaço, iremos juntos construindo, de nosso jeito, nossa forma de COLABORARNOS. A cada dia que passa o ARCO vai tomando mais a forma de quem o USA. Queremos que todos os interessados participem sempre OPINANDO, sugerindo, construindo este nosso ARCO.

Arqueiros:
Por favor, comentem esta matéria, compartilhem suas observações, troquemos nossas ideais, construamos juntos!
Este espaço é de todos!

Sebastian

Vejam a primeira visão de Nhenety:

e-@rco

Nos índios já estamos usando o computador como ferramenta de buscar soluções. O computador nos serve para escrever projetos ou cartas, que nos auxiliam para buscar melhorias na saúde educação, sustentabilidade e tudo que se refere a nossa sobrevivência e desenvolvimento, servindo como um Arco e Flecha.
O arco e flecha é um instrumento de defesa, de caça… Hoje em dia, um computador com internet também pode ser utilizado pelos os indios como um instrumento de defesa e caça.

Quando nos índios pensamos em fazer uma caçada, nós nos preparamos, estudando todas as possibilidades: o clima, o terreno, a época do ano… Preparamos nossas flechas, fazemos nossas orações e saímos em grupo…
Hoje em dia, também nos reunimos em grupo e através do computador e a internet nos estudamos todas as possibilidades: os órgãos do governo e seus editais e suas leis, as agencias de cooperação, os financiadores, os programas, os patrocínios de empresas, o mundo das parcerias… Preparamos nossos projetos e saímos na busca de concretizar nossa caçada.

Arco e flecha = computador e internet
Caçada = elaboração de projetos
Caça = projeto aprovado
Cozinhar = executar
E depois só comer o resultado

Quando um projeto é pensado, projetado, elaborado, encaminhado é igual à CAÇADA TRADICIONAL.

O que se precisa para ser um bom CAÇADOR?

Precisa aprender com os mais hábeis caçadores e principalmente praticar muito.
É bom estudar os hábitos dos animais: onde comem, onde bebem, onde vivem…
É importante saber imitar os animais para atrai-os.
É importante farejar, rastejar para capturar as caças.
É muito importante também o domínio do arco e flecha para atingir a caça.

O que se precisa para ser um bom CAÇADOR ELETRÔNICO?

Precisa aprender um pouco da informática com aqueles que já sabem sem se importar com a tribo digital que a outra pessoa pertença. Dedicar horas a pratica no computador é fundamental. Praticando se aprende. Muito do que sabemos hoje temos o aprendido praticando… Sozinhos.
Com a internet nos podemos estudar “os hábitos” das agencias, das secretarias, dos órgãos, das empresas… Onde se localizam, quais são a suas missões, quais suas formas de proceder (editais, chamadas, patrocínios, apoios, parcerias…).
É importante saber “imitar”, saber ajustar nossos projetos aos perfis daqueles que agente quer atrair, sejam eles financiadores ou parceiros…
È importante procurar, pesquisar, navegar na INTERNET para assim saber melhor como “capturar”.

Hábitat (Floresta, rio, lagoa, árvores, subsolo…) = Financiadores (Agencias, Secretarias, Empresas).

Hábitat é onde agente vai buscar a caça.
Financiador é onde agente vai buscar aprovar o projeto.

O computador é muito rápido ele vai longe pode até atrevessar o oceano, ir ao final do mundo em segundos. A luta para buscar as soluções dos problemas exige um grupo de pessoas articuladas e planejamento, portanto o arco foi esticado, quando o trabalho vai sendo desempenhado em forma de papel (flechas) elas são lançadas em todas as direções e atingem o alvo quando a ação for concretizada.

Um arco e flecha pendurado na parede é decorativo não caça nem defende.
Vamos usar nossos computadores.

Nhenety Kariri-Xocó
Nhenety@indiosonline.org.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Sem dúvidas amigos somos acima de tudo uma família,”pequenos”guerreiros com pensamentos grandes e vitoriosos.
    O arco digital é mas um meio de nos conhermos mas para que possamos buscar meios de crescimentos produtivos para ambos,mesmo não tendo um contato físico,estamos juntos com um mesmo pensamento de UNIÂO,HARMONIA,ESPIRITO DE EQUIPE,SOLIDARIEDADE E claro OTMISMO,pois somos guerreiros que acreditam em um novo orizonte em uma nova vida , vida essa feita por nós!
    Sim somos uma tribo colaborativa de aprendisagem, “somos aprendizens de nós mesmos”.
    Hávante amigos juntos somos embatives!!!!!!!!!!!!!
    FORÇA E FÉ, UM ABRAÇO A TODOS LIAN!!!

  2. NHENETY ESTÁ CERTO QUERIDOS ARQUEIROS!

    “Um arco e flecha pendurado na parede é decorativo não caça nem defende.
    Vamos usar nossos computadores.”

    PRECISAMOS ESTAR ATENTOS À IMPORTANCIA DO MOVIMENTO, DA ARTICUPALAÇÃO, DA BUSCA PELOS NOSSOS DIREITOS, A LUTA PELA CIDADANIA PLENA, PELA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, SAÚDE DIGNA… E ISSO SÓ SE CONSEGUE CONHECENDO OS DIREITOS, CONHECENDO A ESTRUTURA
    DO PODER, CONHECENDO SUA COMUNIDADE… É PRECISO INVESTIGAR… OLHAR COM OUTROS OLHOS… ESTAR ATENTOS ÀS NECESSIDADES E BUSCAR MELHORIAS… MELHORIAS ATRAVÉS DE PROJETOS.

    EM TODA HISTÓRIA DA HUMANIDADE SÓ SE CONSEGUIU ALGO DE CONCRETO PARA AS MINORIAS NO MOMENTO EM QUE ELAS SE ARTICULARAM E FORAM A LUTA… EIS O MOMENTO DE IRMOS À LUTA… DE NOS ARTICULAR…

    O ARCO DIGITAL NOS POSSIBILITA:

    – APRENDIZADO
    – ARTICULAÇÃO
    – VISIBILIDADE

    VAMOS TODOS ESCREVER EM NOSSOS CADERNOS, LER E COMENTAR AS MATÉRIAS … INVESTIGAR… SONHAR COM OS PROJETOS E BUSCAR REALIZÁ-LOS.

    UMA GRANDE BEIJO,
    MUITA LUZ PRA TODOS,
    IVANA CARDOSO.

  3. precisamos usar as armas que temos pricipalmente o dialogo,para lutar pelos nossos direitos,educação,saúde,conhecimentos é a ponte para tudo isso se conhecermos nossas leis saberemos como lidar com a vida de nossa aldeia,é preciso ficamos atentos a nesecidades de nossos parentes e tentar ajuda-los para melhorar a nossa covivencia.

  4. O Arco Digital é construção de todas as tribos online,e futuramente outras nações complementarão o projeto,uma UNIDADE,pela humanidade,somos todos da TRIBO DA TERRA.Vamos em frente “Arqueiros Eletrônicos”,participem na elaboração do arco,preparem as flechas com projetos necessários,apontar…teclar…atirem no alvo.Agora vamos verificar se acertou a caça,para depois trazer para as aldeias.Distribuir os benefícios do projeto(caça) em partes(direitos) iguais.Assim era dividida a caça pelos guerreiros tribais quando caçavam pela floresta.Nhenety Kariri-Xocó Guardião da Tradição Oral.

  5. O arco digital é nossa tribo online, que está consegui unir todas etnias, é exemplo a seguir por cada comunidade porque discutimos nossos problemas e procuramos ouvir os conselhos de outros parentes para tentar solucionar nossos problemas por isso que digo o arco digital é hoje uma nova tribos de todos indígenas um abraço para todos parentes.

    inucenciokaririxoco!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. Parabéns parentes,é muito bom está participando de um projeto onde estão reunido indios que tem coragém de lutar pelos nossos direitos.Nós já lutavamos muito sem o computador, agora vamos lutar mais ainda pois estamos com uma flecha a mais o computador.

  7. Parabéns parentes,continuem assim. Pois estou muito feliz com suas materias por que mim passam mais força para lutar pelos nossos direitos. Contém comigo.

  8. Fico feliz ver os parentes fazendo o curso pela internet,ganhando sementes e pedras,pelo seu esforço,para fazer seu colar digital, pela primeira vez.Agora estou vendo como se constrói um colar digital,ussando um sistema avaliativo indígena.Acho o máximo nossa tribo online fazendo sua arte,agindo nesse mundo digital,para depois fazer suas caçadas. Nhenety Kariri-Xocó.

  9. é isso mesmo SEbastian e Nhenety juntos estamos nos ajudando construindo um mundo melhor .Aprender a caçar e lutar pelos nossos ideias e para que sejam concretizados.
    hoje podemos nos nos comunicar com pessoas que nao conhecemos mas que temos os mesmos pensamentos.O arco digital está ai para ajudar nos jovens guerreiros que vamos adiante pela conquista de nossos sonhos ,uma realidade que cada dia mais se torna viavel.um exemplo claro disso sao nos aki nos comunicando uns com os outros sem nem conhecermos.
    devemos ser persistentes na luta ….
    eu por exemplo estou na luta para conseguir levar a conexao para minha aldeia mas ta dificil e por enquanto nao penso em desistir, agora que começei vou até um fim ,mas sei que vou conseguir do mesmo jeito que conseguir as mudas de plantas nativas para reflorestar a nascente da minha aldeia que está se esgotando .
    tenho muita fé em tupã e sei tambem que posso contar com todos os arqueiros…

    Txawã Pataxó

  10. Eu estou fazendo um trabalho da escola Nossa Senhora Auxiliadora de Petrolina-Pe , e gostaria de saber mais sobre a tribo Apiaká, pois, o nosso trabalho é sobre doença e cura da amazonia com o sub-tema essa tribo.
    Gostari de saber como é realizado o trabalho do governo com as tribos,como a medicina chega até vocês, como voces tem lhe dado com o mundo de hoje que nao liga para a Amozonia!
    Grata Camila Emanuela

  11. sou Psicóloga e acadêmica da Direito,e meu trabalho de conclusão de curso (tcc)é Direitos Humanos Indígenas do estado de Alagoas,escolhi este tema por causa de um sonho que tive,com o falecimento de uma grande líder indígena,a parti daí, comecei minhas pesquisas,e isso faz um ano,concluo que compartilho com os pensamentos dessa grande líder indígena(MANINHA XUCURU KARIRI)toda problemática índigena é a questão de suas terras,a terra para os índios é ouro,pois trás a saúde dos índios(através da alimentação),ao invés de viverem nas periferias dos municípios estariam seguros em seu habitat natural,a terra resgata a cultura,a lígua de sua tribo,a terra dar qualidade de vida as comunidades indígenas,consequentimente,diminuiria a questão das drogas, do alcool,(mesmo a lei punindo a quem vende bebida alcoólica aos índios ,mais isso ocorre com freqüência)sendo uma das principais causas da criminalidade.Existe tribos em Alagoas que vivem em estado de miséria,esta realidade precisa mudar,em relação a demarcação de terras o governo federal não atua com prioridade,elas tinham um prazo de 5 anos e se passaram 20 anos e não foi resolvida ainda.As consequências disso são desastrosas.Os Direitos Humanos estão sendo violados no que diz respeito a população indígena.

  12. Sou filho desta terra, meus antepassados vieram de fora.
    Considero-me, atualmente, alguém a favor dos Povos Indigenas e de toda a sua cultura.
    Diz-se que: “Em Roma deve-se agir como os Romanos” e aqui não deve ser deferente, estamos no Brasil, e devemos agir como Brasileiros verdadeiros e autenticos, ou seja, Indigena Brasileiro, não importando se somos da raça aquela, aquilo ou outra.
    Parabens pelo que fazem.
    O conhecimento é um direito de todos. Sei no entanto que pode causar uma influência negativa por afetar o dia-a-dia de todas as pessoas, alterando muitas práticas e costumes. É importante manter vivo o contato e os ensinamentos dos mais velhos, garantindo assim a continuidade das tradicoes e culturas dos Povos Indígenas, buscando principalmente envolver as crianças e os jovens nesse processo, como garantia de futuro, que eles já são e serão muito mais, quando forem Pais ou Avós.

  13. Que bom que nossa aldeia e as ideias estão crescendo juntos, para manter nossos direitos a vida.

  14. Gostei muito do modo de como os idelizadores organizaram os conteúdos. sempre que possível farei comentários.
    etnia: Terena
    Adimilson Pereira Lili
    Aquidauana MS

  15. Olá queridos compatriotas! Gostaria de pedir a permissão para usar suas sábias palavras e comparações, em uma aula de especialização, na matéria de Qualidade. Enviarei esta página para o professor que deverá repassar aos alunos em quinze dias!
    Citaremos o autor, o site, tribo etc…! só para citar de exemplo mesmo…

    Obrigado!!
    Rodrigo Camacho

  16. Achei importante o site, é uma maneira de o mundo ver o descasso com nossos índios, verdadeiros donos do Brasii.
    Divulgarei o site para os amigos que estão em outros países para que conheçam a realidade dos fatos.
    Um abraço
    Sônia Lucena

  17. Nós povos indígena respeitamos todos para que todos nos respeitem,muitas pessõas por falta de conhecimento e informações dizem que somos preguicosos ladrões de terra e não respeitam nossa cultura,nem nossa história.Durante muitos anos sobrevivemos ás violências e as injusticas aos abusos de poder políticos e aos preconceitos da sociedades.a nossa história foi construída por grandes heróis guerreiros mas além de tudo isso resistimos os anos de massacres,descriminações e desrespeitos.Portanto queremos dizer para toda sociedade quenão roubamos nada de ninguém só queremos o que e nosso por direito.somos á lembrança da existência da antiga civilização com raízes de um povo existente que sofreu opressões. EM CADA PORTA DE CADA ALDEIA ,EXISTEM PESSÕAS,COM DIFERENTES DESEJOS;DIFERENTES BELEZAS;DIFERENTES SOTAQUES;DIFERENTES HABILIDADES;DIFERENTES VONTADES;DIFERENTES CAMINHOS.SOMOS Á FORÇA E RESISTÊNCIA NA CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA HISTÓRIA..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here