Tradicionalmente a tribo abria na floresta uma clareira para construção da aldeia ou plantar suas roças comunitárias, usavam artefatos naturais com sua marca cultural. Com a instalação portuguesa no Brasil, uma série de instrumentos, objetos da cultura européia foi introduzida entre as tribos. Muitos objetos substituíram os já usados pelos índios há milênios . O cocar pelo chapéu, a tanga de palha pela calça de pano, o arco e flecha pela espingarda, o colar de dentes e sementes pelo de metal. A maloca coletiva pela casa privada para um só casal, a rede de dormir pela cama, a lasca de pedra pelo machado de ferro, o espelho de reflexo d água por um espelho de vidro. Aos poucos com o capitalismo vieram produtos industrializados, o mel das abelhas pelo açúcar de cana, a canoa utilizada pelos índios foi trocada pelo carro de boi. Foram incorporados nos elementos da cultura européia, o café, o moinho de cereais substitui o pilão, o baú no lugar dos balaios de cipó, a enxada no lugar de cavadores de madeira. Outras vezes as atividades tradicionalmente mudaram de sistema, porque foi destruídas as florestas, de onde vinha todos os produtos da cultura indígena.Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here