Manifestações indígenas contra a Funai (Fundação Nacional do Índio) são cada vez mais frequentes em Dourados. Os índios protestam para reivindicar melhor atendimento tanto no próprio órgão quanto em relação a suas ações nas aldeias. A manifestação mais recente começou no fim de janeiro e até o fechamento desta edição ainda não tinha terminado, depois de mais de 20 dias de seu início. Buscavam-se mudanças administrativas: os indígenas exigiam que a presidente Margarida Nicoletti deixasse o cargo, que deve ser ocupado por um indígena, conforme os manifestantes.

Eles defendem que não se trata de substituir a atual administradora por um indígena simplesmente por substituir, mas sim na esperança de que um indígena, como conhecedor das necessidades de seus “parentes” possa olhar para toda comunidade sem distinção e não privilegiar um grupo de pessoas usando como principal critério a diferença étnica, pois a Funai adota o discurso de que os Terenas não tem legitimidade de liderança em Dourados.

Essa posição acaba por incitar o preconceito entre os próprios indígenas, além de que é absurdo querer afirmar uma pureza étnica na Reserva indígena de Dourados. “A Funai esta aí para apoiar o índio e não fazer por nós. Quem sabe o que é bom ou ruim para mim sou eu e não a Funai. Coitado de quem é Terena nesta aldeia, porque é sempre deixado de lado e aqui ninguém hoje em dia é ‘puro’. Talvez meus avós foram. Eu, por exemplo, sou filho de pai Terena e de mãe Guarani, somos todos misturados, hoje em dia até com não índios”, desabafa o indígena Dantes Martins, técnico de manutenção de computadores.

“Sou favorável à participação indígena em todos os assuntos que os envolvam. Quando à presidência da Funai, não importa se seja um índio ou um não-índio administrando o órgão, mas que seja uma pessoa imparcial técnica e politicamente”, pondera o antropólogo Levi Marques Pereira, professor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

A comunidade indígena espera que esse impasse se resolva o quanto antes. Embora os manifestantes neguem que estejam impedindo o funcionamento da Funai, por conta dessa manifestação a cesta básica que devia ter sido distribuída na Reserva Indígena de Dourados no dia 12 de fevereiro ainda não havia sido entregue até o fechamento desta edição.

ass:Nilcimar Morales,kened Moraes

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Meus caro parentes e companheiro!! comprimento todos com um forte abraço…
    O que a companheira mensiona é intéreçante. Hojé nós indios samos capazes de assumir quaisquer cargo em repartição publica e outros, mais a descriminação e o preconceito ainda prevalece na sociedade brasileira, eu já exerci cargo de confiança na FUNAI, só que o indio que trabalha honesto e não segue as demandas da Funai estes não serve, demandas é essas que sempre oprimio o direito do indio.
    Meu ultimo cargo foi em Vilhena-Ro, onde chefiava o Pin: Arara em Aripuanã-MT.
    onde fui exonerado por denunciar a mafia de servidores, envolvido em roubo de madeira, a denucia fiz na emprensa TV Vilhena, onde por pouco não fui execultado pela mafia.Tive que deixar a região mais rapido para não morrer. Os acusados ficaram praticando os crimes, prá exonerar estes elementos foi com muito trabalho, por que? tinham padrinhos em Brasilia, que consentia a permanencia no cargo.
    Este é um dos exemplos, eu já presenciei coisas absurda neste orgam, de indios denunciar coisas grave, como lavagem de dinheiro publico, e quando irem apurar acaba em uma PIZZA bem grande. Mais eu tenho certeza com a Funai de hojé pelo o pouco que conheço o presidente atual. concerteza ele vai buscar a solução para resolver os problemas dos parentes, digo isso por que aqui na nossa região ele sempre honrou com os compromissos que fez com todos nós, apesar que o nosso problema aqui foi ao contrario dos parentes, infeslimante foi pedido a saida de indio, porque ñão estava correspondendo com as demandas das comunidades, e foi combinado com todas as comunidade que ninguem indicaria nome, que ficasse a critério do Presidente, pensamos nesta forma, já prevendo o futuro se caso o indicado pelo o presidente não der certo nós temos argumentos para pedir para substitur..
    Mais graças a Deus a pessoa indicada já vai fazer dois anos que está trabalhando com nosco e está correspondendo com as demandas, é uma pessoa que honra com o indigenismo, é companheiro dos indios e sempre está defendendo os direitos nossos..
    vamos ficar torcendo que os preblemas de vocês vão ser solucionado, com certeza o presidente vai buscar a solução,,,Meus parentes quero deixar minha opinião, se desagradei alguel que mim descupe mais esta é minha visão…

    Um abraço a todos os parentes indios e não-indios…

    Email: jovanildotitia@hotmail.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here