LIDERANÇAS INDÍGENAS DENUNCIAM O DESCASO DO DSEI-MANAUS A COIAB

FOTO: Diego Janatã

Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira recebeu um pedido oficial de lideranças indígenas para convocar uma coletiva com os profissionais da imprensa amazonense. Cerca de 100 lideranças Mura, Apurinã e Munduruku dos municípios de Autazes, Careiro Castanho e Manaquiri se reuniram em Manaus, na sede da COIAB, para denunciarem a tragédia que está sendo a administração do DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) na região.

As graves denúncias vão desde falta de atendimento, desvio de recursos e até mesmo assédio sexual. De acordo com as lideranças os abusos são cometidos pelo administrador do DSEI Manaus, o senhor Francisco de Assis. Segundo o cacique Silvério Apurinã, o “Velho”, da Aldeia São Francisco, afirma que nunca viu administrador tão irresponsável com a saúde indígena. “Ninguém quer o Assis no DSEI”, revela. Para a liderança Warlem Mura, de Vista Alegre, a situação da saúde só tem piorado para os povos indígenas do Amazonas. “Desde que o Assis entrou o povo tá sofrendo cada vez mais. E não só os índios. Os profissionais da saúde também”, afirma. O parente lembra que esse caos generalizado na saúde indígena no Amazonas acontece por não escutarem a voz do movimento indígena. “Em nenhum momento eles chamaram a coordenação da COIAB, nossa entidade de maior representatividade, para conversarem um nome para ocupar o Distrito. É uma falta de respeito muito grande”, garante o guerreiro. As lideranças participantes do Conselho Local de Saúde Indígena de Careiro e Manaquiri denunciaram o abandono do Pólo Base de Saúde que atende aos municípios. “O aluguel do prédio está em atraso, a energia foi cortada e a equipe de saúde não tem condições de entrar nas áreas por falta de materiais e equipamentos. As vacinas estão se perdendo. Um grande prejuízo. É uma vergonha”, afirma o Dário Salgado, do povo Mura. A COIAB recebeu várias denúncias das organizações indígenas de sua base sobre a saúde no Amazonas e tem encaminhado aos órgãos competentes.

De acordo com o coordenador Marcos Apurinã, o tratamento da saúde aos povos indígenas deve ser feito com compromisso, por quem quer que seja o responsável pelo DSEI, seja ele branco, negro ou indígena. “Não vamos permitir que os nossos parentes sejam desrespeitados. A COIAB defende os direitos dos povos indígenas e exige um atendimento à saúde de forma humana e compromissada. Pedro Santa Rita, do povo Munduruku, liderança de Manaquiri, alerta que se o chefe do DSEI Manaus, Sr. Francisco Assis continuar no cargo, o movimento indígena organizado irá ocupar a sede da FUNASA em Manaus. “Não vamos permitir que ele continue saqueando o nosso Distrito”, profetiza a liderança em tom de revolta. O Conselho Indígena Mura, juntamente com a Comissão de Tuxauas das Aldeias Indígenas de Autazes e outras lideranças já encaminharam, com o apoio da COIAB, um abaixo assinado para o Ministério da Saúde e para a SESAI – Secretaria Especial de Saúde Indígena, pedindo a retirado do administrador do DSEI Manaus. Uma reunião entre os Tuxauas acontecerá no próximo sábado (05), na Aldeia Pantaleão, em Autazes, para se definir as estratégias para os próximos dias de luta em defesa da saúde indígena no DSEI-Manaus.

FONTE: ASCOM/COIAB, retirado do site:

http://www.coiab.com.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena do Povo Tukano. Natural de São Gabriel da Cachoeira- Amazonas- Brasil. Estudante de Biologia pela Universidade de Brasília- DF

5 COMENTÁRIOS

  1. Dario Salgado saiu do DSEI em dezembro por desvio de verba da saúde indígena. Warlem Mura esta fazendo esta manifestação pelo desespero de não estar metendo a mao na verba da Saúde Indígena. Eles, sim, estavam desviando verba da saúde indígena e querem retomar o posto!!!! Os parentes já sabem disso… é só entrevistar índios da CASAI-MANAUS.

  2. No caso publicado é apenas para frizar o descaso com a Saúde Indígena, especificamente da Região do Amazonas aí citado.

  3. É MUITO BOM COLOCAR AQUI PRA TODOS SABEREM QUE ESSE MESMO ASSIS QUE HOJE ASSUME O DSEI-MANAUS É O MESMO QUE FOI PEGO SE MASTURBANDO NA ÚLTIMA INVASÃO DA SEDE DA FUNASA EM 2008!
    AHAHAHAH!

    ALÉM DISSO, NUNCA TRABALHOU COM SAÚDE INDÍGENA!

    E este papinho de que Dário e Warlem desviam dinheiro da saúde indigena, é um papo sem fundamento e isso é papel da policia federal investigar! E se realmente desviaram, porque nao estao presos??? Por favor comentem coisas com fundamento, pois esse papinho de desvio é só pra COMPRARos indigenas da CASAI mesmo!
    Aliás, os indigenas da CASAI nem pertence ao DSEI- Manaus,por isso nao tem peso em Manaus!!
    Se segura ASSIS!!!

  4. Quem se dá ao trabalho de defender um crápula como o atual chefe do DSEI MANAUS só pode ter sido comprado pelo mesmo, como ele tem feito continuamente. Tudo que foi conquistado com muito trabalho do movimento indígena está sendo destruído por ele. Todos os bens que estão sendo entregues atualmente foi comprado pelo Dário, entretanto, o inescrupuloso chefe do DSEI MANAUS, não dá o devido crédito.
    Os indígenas que o defendem na CASAI MANAUS foram comprados por ele, pelo Silvânio e pelo Sr. secretário adjunto da SEIND, Zé Mario. exemplo: China (que é do médio solimões – Tefé), invasor financiado pelo Silvânio, Jonas (que é apenas um estuprador, que se refugia na CASAI MANAUS, para não ser preso) entre outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here