Por Casé Angatusonhamos e lutamos

 

Começo este texto com um apelo: Manifestem que são contra a radicalização da política de não demarcação das Terras Indígenas, dos Povos Tradicionais  e Desmatamento das Florestas. Não as violências, criminalizações, prisões e mortes de Índios, Povos Tradicionais e dos que vivem na Terra! Não a base ruralista do governo. Digam não à Kátia Abreu!

 

Mas digam isto também à Dilma e ao Partido dela porque a violência vai aumentar com a indicação desta representante do agronegócio. Não podemos ter mais vidas ceifadas em nome do desenvolvimentismo e dos interesses econômicos. Com a indicação desta representante do ruralismo que faz discurso de ódio aos que lutam pela terra … aqueles que promovem a violência contra Índios, Quilombolas e Camponeses Pobres, incluindo o próprio estado, irão se sentir liberados e apoiados. Não podemos aceitar Kátia Abreu, mas também precisamos exigir que o governo pare a radicalização da política de não demarcação das Terras Indígenas, dos Povos Tradicionais  e Desmatamento das Florestas.

 

DEMARCAÇÃO JÁ!

GARANTIAS AOS TERRITÓRIOS JÁ DEMARCADOS!

FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA ÍNDIOS, QUILOMBOLAS E CAMPONESES POBRES!

BASTA DA POLÍTICA DE NÃO DEMARCAÇÕES!

 

 

Mas a indicação de Kátia Abreu não é novidade e revela com mais clareza o que acontece à quase 514 anos, incluindo os 12 últimos anos!

 

No dia 26/10/2014 à noite, após ouvirmos com atenção o discurso de vitória dos eleitos, solicitamos: “Escrevam aos eleitos que neste lugar chamado de País Tem Índios!”. Analisávamos que no discurso deles os Povos Indígenas não foram citados. Dizíamos que não estávamos surpresos e iríamos cobrar:

ESCREVAM AOS ELEITOS QUE NESTE LUGAR CHAMADO DE PAÍS TEM ÍNDIOS!

 

No começo deste mês de novembro/2014 perguntamos, mas já sabendo qual seria a resposta: “Aos Eleitos: Qual a posição que irão adotar para resolver a Demarcação das Terras Indígenas?” A resposta foi dada com a indicação de Kátia Abreu.

AOS ELEITOS: QUAL A POSIÇÃO QUE IRÃO ADOTAR PARA RESOLVER A DEMARCAÇÃO DAS TERRAS INDÍGENAS?

 

Ao participarmos do Seminário Nacional sobre os Povos Indígenas do ANDES – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, entre os dias 14 e 16/11/2014 em Brasília, e do Congresso do SINPEEM/São Paulo em outubro, junto com demais Parentes solicitamos o apoio das entidades e de todas/todos e dizíamos: “que os ruralistas ficaram felizes com as eleições porque puderam escolher entre os dois candidatos. Nós (Índios) não tivemos escolha nenhuma”.

BUSCANDO APOIO À LUTA INDÍGENA JUNTO AOS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS, SUAS ENTIDADES E O ANDES

 

Tristemente constatamos que a indicação de Kátia Abreu (CNA – Confederação Nacional da Agricultura) para o Ministério da Agricultura é a radicalização da política de não demarcação dos Territórios Indígenas, Quilombolas e dos Povos Tradicionais; continuidade da violência, perseguições, criminalizações, prisões e mortes dos Povos Indígenas, Tradicionais e Camponeses Pobres; prosseguimento ao desenvolvimentismo a todo custo e devastação da natureza.

 

Narramos isto não sentido de provarmos que estávamos certos em nossas análises. Neste momento preferíamos o erro.

 

Escrevemos este texto com muita tristeza e na certeza que é necessário seu apoio. A indicação do principal “símbolo do agronegócio” (Folha de São Paulo, 21/11/2014 – http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/11/1551453-katia-abreu-sera-a-nova-ministra-da-agricultura.shtml) para agricultura revela mais ainda como o governo do partido dos mandatários do poder tratam a luta indígena e dos povos tradicionais.

 

“Canto bem forte com a força de nosso ancestrais e encantados para que todas e todos despertem do medo dos conservadores tomarem o poder porque eles já estão lé e nunca saíram. Eles usam as eleições para auxiliarmos na escolha dos que melhor administram seus negócios e mantenham as pessoas silenciadas.”

 

Reproduzo texto-desabafo que escrevemos (21/11/2014) no fervor da notícia da indicação de Kátia Abreu para o Ministério da Agricultura. Indicação que é da cota pessoal da Presidenta. Está em letras grandes porque também é grande nossa indignação e necessidade de buscar seu apoio. Voltamos a dizer: não é surpresa, mas indignação porque sabemos o quanto isto irá resultar no sofrimento dos Povos Indígenas.

 

………………………………………………………………………………………………………….
………………………………………………………………………………………………………….

 

ME PERDOEM QUEM VOTOU EM DILMA, INCLUINDO ALGUNS ALIADOS DA CAUSA INDÍGENA E PARENTES, PARA EVITAR OS SETORES MAIS CONSERVADORES NO PODER E SOLICITARAM NOSSOS VOTOS, MAS SE VOCÊS NÃO SE POSICIONAREM CONTRA A NOMEAÇÃO DE KÁTIA ABREU E JUNTO COM NÓS IMPEDIREM ISTO IREMOS PENSAR QUE EM SUAS ALMAS EXISTEM 514 ANOS DE MORTE DE ÍNDIOS.

 

COMO ESTAMOS FALANDO A MUITO TEMPO NESTE ESPAÇO … NÓS OS ÍNDIOS FOMOS MOEDA (MENOS DO QUE ISTO) DE TROCA E VOCÊS NÃO PERCEBERAM ISTO… E AGORA?!

 

VOLTO A DIZER:

“NÃO. TEMOS RANCOR, MAS MEMÓRIA” … E VOCÊS NOS PEDIRAM O VOTO PARA EVITAR OS SETORES CONSERVADORES NO PODER. CONFESSO QUE NÃO CONSEGUI VOTAR PORQUE SENTI NA ANGA A VENDA DE NOSSAS VIDAS EM TROCA DA ELEIÇÃO…

 

ENTÃO A VOCÊ QUE AINDA POSSO CHAMAR DE MEU IRMÃO/IRMÃ SOLICITO: DIGA NÃO À KÁTIA ABREU, À BASE RURALISTA DESTE. GOVERNO E SUA POLÍTICA DE NÃO DEMARCAÇÃO DOS TERRITÓRIOS DOS POVOS INDÍGENAS E TRADICIONAIS. É UMA POLÍTICA ASSASSINA.

 

MAS DIGA ISTO À DILMA E AO PARTIDO DELA … NÃO TEM COMO PERDOAR TANTA CRUELDADE!

 

É ÍNDIO MORRENDO E MUITOS MAIS IRÃO MORRER.

 

CANTO BEM FORTE EM MEMÓRIA A UM ÍNDIO GWARINI ATÃ (ÍNDIO GUERREIRO E FORTE) QUE CANTAVA SEMPRE ESTA CANÇÃO E MORTO ESTE ANO (2014), COM A FORÇA DE NOSSOS ANCESTRAIS E ENCANTADOS, PARA QUE TODAS E TODOS DESPERTEM DO MEDO DOS CONSERVADORES TOMAREM O PODER … ELES JÁ ESTÃO LÁ E NUNCA SAÍRAM

 

SOU ÍNDIO GUERREIRO
VENHO PRA MATA CAÇAR
QUANDO CHEGO NESTE PÉ DE SERRA
VEJO AS ARARAS VOAREM

OLHA O CANTO DESTA ARARA
É UM CANTO DE MUITA BELEZA
NÃO POSSO DESTRUIR
AS COISAS DA NOSSA NATUREZA

DEMARCAÇÃO JÁ!

AWERÊ!

Comentários via Facebook

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here