Desde o dia do índio

Desde o dia do índio, 19 de Abril que um grupo de índios de varias etnias se encontram recebendo o público no Parque da Cidade no Itaigara,
realizando palestras e bate-papos no anfiteatro do parque.

Além de dar aula para 1000 crianças por dia, os índios partilham com
os moradores das favelas de Buqueirão e Santa Cruz sua amizade, criando vínculos de amor e paz com seus vizinhos considerados “perigosos” pela mídia.

LENOIR TIBIRIÇA (índio alagoano) deu este depoimento:

Hoje eu fui uma favela, foi conhecer de perto a vida da favela, cheguei na favela como estou agora, de cocar, pintado, e vi todas as pessoas saírem a suas portas e vir logo a me abraçar e gritavam: VIVA O ÍNDIO, VIVA O ÍNDIO! Uma senhora trouxe seu filho doente para eu passar minha mão, para eu curar no momento. Eu não suportei, chorei, nunca passei por algo assim (chorando) só Deus sabe o que estou sentindo neste momento, me abraçarão como se fosse um presidente muito querido, senti esse calor de amigos.

SARAPO (índio Xucuru-Kariri): Foi muito bom conhecer uma favela, me
emocionei muito, as pessoas vindo a perguntar sobre nossa vida e agradecendo nossa visita. Lá tinha pessoas muito descriminadas, como
nós!

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here