A Comunidade Indígena Tupinambá da Serra do Padeiro vive dias de terror. A luta pelo seu território, ambiente imprescindível para o fortalecimento da Cultura e Tradição, tem levado os latifundiários a cometerem insanidades.

Os interesses políticos e mercantilistas daqueles que tomam o Território Sagrado do Povo Tupinambá de Olivença, como propriedade os tem levado a utilizarem dos serviços dos pistoleiros.

Desde a prisão arbitrária do Cacique Rosivaldo Fereira da Silva,  efetuada por POLICIAIS FEDERAIS, na madrugada do dia 10 de março, às 02:00h e segundo seus familiares; o mesmo foi amordaçado e obrigado a tomar um comprimido a fim de não fazer barulho para que não houvesse testemunhas, e dias depois a do seu irmão Givaldo Jesus da Silva, na cidade de Buerarema; ferindo dessa a Constituição Federal em seu   Capitulo I – DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS,  Artigo 5º, inciso XI –a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial.

No interior da sua casa, estava dormindo ao seu lado seu filho, menor de três anos, que acordou assustado e viu toda cena. Mostrando assim a falta de  respeito por parte da Policia Federal ao Estatuto da Criança e do Adolescente em seu Art. 18. É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor. Uma vez que, ainda hoje, após sessenta dias, o mesmo relata os fatos com precisão e se mantém aterrorizado.

Declarando mais ainda a Instituição POLICIA FEDERAL, a sua gritante falta de respeito aos direitos mais básicos de crianças e adolescentes indígenas, invade desde o mês de março, a comunidade indigena sem qualquer aviso prévio, criando um clima de terror e caos, pelo menos uma ou duas vezes por semana. Os adolescentes e às crianças são abordados dentro do ônibus escolar e obrigados a colocarem suas mãos ao alto, crinças indígenas e não indígenas, pois a escola indígena da Comunidade Serra do padeiro atende filhos de Pequenos Agricultores. Os jovens que estão cursando o ensino médio na cidade de Buerarema estão impedidos de freqüentar aulas no Colégio Estadual do município, devido ameaças que sofrem por parte de simpatizantes do Arquivo Colonial contra os Povos Indígenas, comprometendo o ano letivo. Desrespeitando novamente o ECA em seu Art. 17. O direito ao respeito consiste na inviolabilidade da integridade física, psíquica e moral da criança e do adolescente, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, da autonomia, dos valores, idéias e crenças, dos espaços e objetos pessoais. E ao Art. 53. A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, assegurando-se-lhes:

I – igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;

II – direito de ser respeitado por seus educadores;

III – direito de contestar critérios avaliativos, podendo recorrer às instâncias escolares superiores;

IV – direito de organização e participação em entidades estudantis;

V – acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência.

Parágrafo único. É direito dos pais ou responsáveis ter ciência do processo pedagógico, bem como participar da definição das propostas educacionais.

Salve o Povo Brasileiro!

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Que complicado é viver num local, pais ou Planetea, onde as estruturas de poder como a JUSTIÇA, a POLICIA, OS ECONOMICAMENTE PODEROSOS, tudos jogam no mesmo team (EQUIPO) contra os pobres.

    JUIZ PEDRO HOLIDAY que ja falou abertamente, publicamente e repetidas vezes ser ANTI-INDIGENO continua comandando desde ILHEUS a retira dos indigenas de seus territorios e a prissão dos indigenas que se destacam pela recuperacao desses territorios…

    Como é que POLICIA FEDERAL e PISTOLEROS se armam juntos, se combinam, compartilham informações, armamentos…E tramam planes de exterminio e ou desaparecimento de pessoas…

    Como é que se tira uma pessoa de seu domicilio as 02:00 da manha, no meio do sono???

    Ele foi pego INFRAGANTE de ESTAR SONHANDO COM SAUDE PARA SEU POVO?

    Ele foi pego infragante? Sonahndo como melhorar a educação de sua comunidade?

    Como é que se passam dois meses com esse cidadao na prissao e SEM SEQUER HAVER JULGAMENTO… Como é que se afasta cada vez mais a pessoa de seu domicilio para evitar que os parentes possam visita-lo?

    O que a FUNAI – organodo Ministerio da JUSTIÇA, que tem como missao defender os direitos dos indigenas…. Nao tem nestes dois meses VISITADO OFICALMENTE A COMUNIDADE PARA TRATAR SOBRE ESTAS PRIVOES e outros tantos mandatos e acusassões que estao rolando ai…?

    Como é que revistas de TIRAGEM NACIONAL como VEJA e EPOCA difamam uma pessoa e nao dao direito de resposta sequer!!!

    Como é que um TAL de ALfredo tem mais VOZ que 50 pequenos agricultores que moram envolta da comunidade Serra do Padeiro, pequenos fazendeiros que TESTEMUNHAM do carcater de bem, do respeito, da dignidade e da bondade da comunidade Serra do padeiroe e de seus representantes…?

    Tudo mundo sabe na regiao de BUERAREMA – o FARWEST- A onda COWBOY que rola onde se prometem 30 mil pela cabeça de um índio, 20 mil pela cabeça de outro…Se faz uma vaquina de 50 mil para massacrar os indigenas…

    Como é que tudo isto vem acontecendo….E AVERDADEIRA JUSTIÇA nao chega perto…

    Porque nao afastar um JUIZ que se diz ANTI INDIO de uma causa com indigenas…Que imparcialidade teria uma ORDEm dessa DESORDEM????

    A FEDERAL FAZ RONDA para proteger os indigenas dos pistoleros ou é para COMULGAR com os pistoleros a extinção de um povo?

    Cade as revistas nacionais que nao querem mostrar a realidade e so apoiam OS ETERNO PODEROSOSLATIFUNDIARIOS?

    Onde esta buerarema? onde esta a justiça? Quem faz? O que o cidadao comum pode fazer?
    Será que podemos continuar sonhando com JUSTIÇA e dormir de noite em nossas casas???

  2. prefiro a resposta das crianças…companheiros é necessário uma avaliação mais profunda de todo esse processo, parece que agora depois de está no Governo a esquerda, PT,PC do B, PSB, nimguém nenhum parlamentar se pronuncia..q medo é esse minha gente? q comportamento medíocre é esse, que vende-se a alma da mãe no túmulo para se adquirir o voto? cadê o território litoral sul? como a justiça prega a imparcialidade num processo onde um juiz que se declara anti índio e sentencia nesse(s) processo(s)?e as sentenças, que sentenças serão essas?? tem que ser advinho pra imaginar?a nossa região sofre com um caus judiciário, onde não se julga nada como deve ser julgado, escândalos políticos, crimes, prostituição infantil, e nada…nada acontece…como pode um homem não poder lutar pelo seu tertritório?sua cultura? o que realmente aprendemos nessas academias, e a classe acadêmica não se pronuncia? a imprensa qual é o seu papel?

    VIVA AO CACIQUE BABAU…JUSTIÇA JÁ!!!!!!!!!!!!

    engraçado é que tenho certeza que tanto índios devem ter torcido para que fosse feito Justiça, pela morte do pai de Marcel Leal, e hoje ele comete injustiça através do seu jornal A REGIÃO a favor daqueles que podem até estarem envolvidos na morte…ou suposto assacinato como o mesmo afirma do seu pai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here