Com mais de 50 anos de idade, ela viu de perto o sofrimento de seus pais que morreram em maus tratos, as perseguições dos fazendeiros ao seu povo e a destruição das matas e rios de sua aldeia pelas mãos dos invasores de terra indigena da região, mas nada disso tirou-lhe a vontade de lutar em beneficio da comunidade para a reconquista de seu território tradicional a qual faz parte.

Ainda jovem viajou por varias vezes à Brasília juntamente com outras lideranças tradicionais em busca de soluções diante da Justiça imediata em favor dos nossos direitos pela posse da terra que tradicionalmente nos pertence, hoje ela faz questão de repassar para outras mulheres e sua família, a importância de sempre lutar pelos ideais sem deixar de lado a resistência e a persistência.
Ainda faz questão de fazer parte de outras organizações dentro da comunidade, como fazer artesanato, remédio medicinal, e na Organização Cultural. Com tanta disposição D. Maura é considerada uma guerreira que sempre defende os interesses dos Pataxó Hã hã hãe, além de ser uma Conselheira que transmite seus conhecimentos aos mais jovens, dando assim esperança e brilho à aqueles que acham que tudo é difícil e que tudo está perdido.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. OLÁ ESTA É MINHA MÄE QUE SOFREU JUNTO COM MEU PAI PARA MIM CRIAR, JUNTOS COM MEUS CINCO IRMÄOS, COM TODOS OS SOFRIMENTO ERAMOS FELIZES, NA ËPOCA AS COISAS ERAM DIFICIL, O NOSSO POVO ERA DISCRIMINADOS PERANTE A SOCIEDADE NÄO INDIOS, ERAMOS AGREDIDOS NAS RUAS E NA ESCOLA, SEPRE EMFRETAMOS O PRECONCEITOS, MAIS VENCEMOS SAMOS CONHECEDOR DOS NOSSOS DIREITOS E VAMOS VENCER TEMOS O APOIO DA FUNAI E DE OUTRO ORGONS GOVERNAMENTAL E NÁO GOVERNAMENTAL, HOJE AS COISAS ESTÄ BOA ESTAS NOVAS GERACÄO NÄO SABE O QUE SOFRIMENTO, EI SEI CONTAR UM POUCO PORQUE FIZ PARTE DO SOFRIMENTO DA MINHA MÄE, QUANDO PEQUENO, QUE AJUDAVA A OLHAR MEUS IRMÄO MENORES, EM QUANTO MEU PAI IRIA DAR DURO NAS FAZENDAS DOS OUTRO GANHAR UM SALÄRIO DE MINZERIA, PARA NÄO DEIXAR AGENTE MORRER DE FOME, EM QUANTO MINHA MAE IRIA CORTAR (QUIXABA) MATO ESPINHOSO, PARA COLOCAR ROCA E PLANTAR ALGO PARA AJUDAR NAS NOSSAS ALIMENTACÄO, NESTA ËPOCA FICAMOS EM UM PADACO DE CHÄO PEQUENO MAL DAVA PARA MORAR COM OS PRIMOS, QUE FORAM OS QUE RESTARAM DO NOSSO POVO PRIMITIVOS QUE NA ÉPOCA ERA MEUS AVÓS E SEUS PATRICIOS QUE VIERAM DO MATO, TITIÁ, NATICO,HORRAQUE, BAHETÁ,ITATICO,QUETÄO MIMIQUI, DEDÉ, MARIA GRANDE NICÓ, BATARÁ, ZÉ BUTE, MILTON TITIÁ E OUTROS, ESTES SAÖ OS NOSSOS PARENTES DE PRIMEIRO GRAU, OS OUTRO SÄO DE POVOS DIFERENTES,COMO KAMACAN, KARIRI SAPUIA,TUPINAMBÁ PATAXÓ E BAYNÄ, ONDE FORMAMOS O POVO PATAXÓ HÄ-HÄ-HÄE E JUNTOS BRIGAMOS PELE O MESMO ÓBJETIVO QUE A CONQUISTA DAS NOSSAS TERRAS.
    EU TENHO O ORGULHO DE TER MAURA TITIÁ COMO MINHA MÄE E TUDO O QUE APRENDI AGRADE;O MUITO A ELA E MEU PAI, QUE É UM EXEMPLO DE VIDAS PARA TODOS NÓS.
    FICO POR AQUI DEIXO A MINHA ÓPINIÄO COM MUITO ORGULHO PIOS SE TRATA DE MINHA MÄE. A GUERREIRA MURA ROSA TITIÁ. MINHA MÄE TUPÄ TI DER MUITOS E MUITOS ANOS DE VIDA E QUE DER FOCAS E CORAGEM PARA LUTAR NA CONQUISTA DE NOSSOS TERITÓRIO JUNTOS COM DEMAIS PARENTES, QUE TEM A MESMA HITÓRIA DE SOFRIMENTO.

    ATENCIOSAENTE

    JOVANILDO TITIA.

  2. muito bonito esta historia de Dona Maura da titia, agradeço à Deus por ter educado Jovanido com tanta fé e perceverança, com tanto sofrimento que passou para sobreviver e sazer com seus filhos fizesem o mesmo continuem a defender seu povo que tanto sofreu e ainda sofrem com a desigualdade social, mas que em momento nenhum de nossa vidas devemos nos dexistirmos de lutar, so Deus nosso pai superior que nos dar esta força. não deixe de lutar porque dias melhore virão. aqui fala uma amiga virtual de Jovanildo que tanto estou adirando. ARLETE de Betim Minasd Gerais

  3. Minha querida Maura lembro muito de você e sei o quanto você sofreu lembro muito de Rosalina e Titiá minha mãe Darcy fala muito sobre você quando moça fala sobre sua beleza e outras coisas dos nossos parentes como seu filho fala nos comentarios que fez essa luta sua é muito bonita os nossos parentes que não estão entre nós com certeza estão orgulhosos com a sua luta,minha grande guerreira continue assim lutando com muita força porque sei que minha vó Maria Bute,Rosalina,Titiá,Onraque e outros parentes estão lhe protegendo quando eu visitar a reserva irei lhe dá um grande abraço,fique com Deus e muita saúde

  4. Eu sou um admirador do povo nativo do Brasil(intitulaos de índios). Em função do modo de vida capitalista, o nosso planeta está sendo destruido. Fico torcendo pela vitória da luta pelas terras de vocês.Espero que seu povo continue com a cultura, o eltilo de viver cada vez mais tradicional e que conserve e recupere a natureza viva que são as matas, que a partir dela toda a vida animal, inclusive o homem, poderá sobreviver e haver hamonia e equilíbrio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here