Categoria | Geral

Índia da comunidade Tuxá de Rodelas/BA, finaliza Graduação em Psicologia.

 

Nita Tuxá diz: Uma psicologia para todos os povos é possível!

 

A estudante de Psicologia Edilaise, mais conhecida como Nita da comunidade Tuxá de Rodelas/Ba conseguiu chegar ao fim de uma longa jornada de estudo e luta ao concluir com êxito o curso de Graduação em Psicologia na cidade de Goverdador Valadares, no estado de Minas Gerais.

A estudante diz que tem a pretensão de atuar, colocando em prática a sua “Psi” para os povos indígenas da Bahia e do Brasil.Nita Tuxá tem um histórico de militância e de amor a causa indígena que provocou e provoca significativas mudanças nos espaços ao qual ela tem a oportunidade de demonstrar  seus conhecimentos e saberes ligados às questões que atingem de forma negativa a cidadania, a saúde, a educação e a sobrevivência do nosso povo.

 

 
 

Luz de Tupã a todos os acadêmicos indígenas que honram os valores do seu povo em qualquer espaço.

 

 

 

Com o objetivo de oferecê-la as mais variadas oportunidades de atuação no meio indígena a estudante está disposta a participar e fazer parte das mais variadas discussões. 

 

Nita Tuxá no Projeto Rondon dedicação e amor a causa indígena sempre!!!

 

 
 

Durante sua formação acadêmica, Nita Tuxá atuou com muito sucesso no Projeto Rondon especificamente na operação Catirina e também no NPC-Núcleo de Prevenção a Criminalidade.

 

 

” Mude suas opiniões, sustente seus princípios; troque suas folhas, mas mantenha intactas suas raízes” ( Victor Hugo)

Em sua monografia Nita Tuxá realizou a defesa da seguinte temática: “Indígenas em contexto acadêmico: qual a dinâmica desse novo enlace?”.Na mesma, ela  postulou a história da escolarização para os povos indígenas,  a inserção nas universidades e nas grandes capitais, trouxe o  seu relato de experiência enquanto uma indígena que vivenciou o contexto universitário;  e por fim,  convidou  a psicologia a se inserir no dinamismo que se processa nas comunidades indígenas e na subjetividade de cada sujeito indígena, precisamente, os universitários.

 

Essas e outras conquistas demonstram que toda e qualquer política de acesso as universidades,  direcionada aos povos indígenas serão abraçadas e acompanhadas pelos parentes indígenas de forma segura, confiante e libertadora. Mesmo com tantas injustiças acarretadas aos povos indígenas, a mais de 500 anos, o que se tem visto é uma crescente superação protagonizada pelos estudantes indígenas universitários, que instigados pelos múltiplos desejos de justiça e conquista, dos espaços antes negados aos mesmos, muitos estão se empenhando em obter os melhores resultados em prol dos seus sonhos e da defesa da sua comunidade de origem e dos indígenas do Brasil.

O meu sábio avô dizia que, se o momento presente não fosse bom, não teria esse nome. Entre os índios que conheci, os presentes são usados assim que recebidos. Sabem por que? Porque presente não se usa no futuro: é vivido com empolgação quando está estruturado, enredado pela teia da história e da ancestralidade das pessoas ou dos povos. ( Daniel Munduruku)

 

 

 

 

 

 

Jandair-Tuxá.

  (75)8862-0417.

 

 jandairribeiro@hotmail.com

  

 

 

Esta matéria foi publicada originalmente na Rede Índios on Line - www.indiosonline.net

Este post foi escrito por

- escreveu 55 materias em Índios Online.


Entre em contato com o autor

21 Respostas para “Índia da comunidade Tuxá de Rodelas/BA, finaliza Graduação em Psicologia.”

  1. Nuno disse:

    Parabéns além de belíssima inteligente!!!

  2. Johannes disse:

    Deus da Natureza!
    beautiful…

  3. Johannes disse:

    Deusa da Natureza!
    beautiful…

  4. Bugre disse:

    Exemplo a ser seguido!!!

  5. CLISTENES disse:

    PARABENS… BOA SORTE PRA NITA E PRA TODOS OS ÍNDIOS QUE LUTAM NESSE BRASIL…

    E UM ABRAÇO PRA OS ÍNDIOS DE RODELAS… GALERA MUITO GENTE BOA…

  6. makuxizinho disse:

    Que Massa Nita, muito bem é um exempo a ser seguido! Parabens, voce nao realizou apenas o seu senho mas o soho de muitos povos indigenas do Brasil.

  7. Akanawã Baênã Hã Hã Hãe disse:

    PARABÉNS PELO TITULO E COLAÇÃO DE GRAU. MAS ACHO QUE ELA ESCOLHEU A PROFISSÃO ERRADA…
    ELA FARIA MAIS SUCESSO NA QUALIDADE DE MODELO INTERNACIONAL.

    Akanawã Baênã Hã Hã Hãe
    Cacique

  8. Aracy Tupinambá disse:

    Que bonito parentes! Parabéns Nita!!!!!!!!!!!!! Você é um exemplo para todos os jovens que estão nas comunidades!

  9. Evandro tupiniquim disse:

    Parabéns!!!!!

  10. Juliani disse:

    Nitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, minha linda sobrinha!
    PARABÉNSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!
    Vc sabe que torço por vc e sabe que estou com vcs!

    Grande abraço!

    Juliani

  11. aratu disse:

    oi sou de porto seguro da aldeia pataxo ,achei vc linda felicidade na sua profissão!!!!!!!!!!

  12. arDaga disse:

    No meio de tantas noticias chocantes oriundas da realidade indígena de sofrimento e abusos cronicos causados pela sociedade dominante, faz bem poder descobrir e admirar as luzes que, também, surgem em cada instante. Que as boas energias sempre acompanhem a Nita nas suas trilhas.

  13. Silmara Pataxó disse:

    ORGULHO para todos nós Indigenas…Parabéns…!
    O ESPELHO para os outros jovens… e pra mim também.
    Felicidades e tudo d bom pra vc…
    bjs*(quero te conhecer pessoalmete viu?)

  14. Soraia Perelo disse:

    Boa tarde Jandair,

    É possível vcs mandarem um contato da Edilaise? Estamos realizando um Seminário de Psicologia em Porto Seguro e gostaríamos que ela fosse palestrante com outros indígenas daqui. Nosso email é: superintendência.indigena.ps@gmail.com ou luziapataxo@hotmail.com Aguardamos um contato breve.

  15. Maísa disse:

    Parabéns minha querida amiga. Apesar de ter perdido contato, nunca me esqueci de vc. Vc merece vencer, sempre. Bjs.

  16. Nita disse:

    Oh meus parentes, estou muito grata pelos comentários, pelo carinho e as felicitações. De fato, essa conquista não é só minha, é de todos ós povos indígenas, precisamente dos universitários que lutam bravamente por um espaço para somar o saber tradicional ao saber contemporâneo.

    Atualmente, tenho o desafio de aplicar o conhecimento adiquirido junto aos meus, mas confesso-lhes que não tenho encontrado oportunidades que me permitam ser indígena e profissional. Cá ainda estou, “limitada”, sem a liberdade de atuação. Anseio que juntos possamos avançar e mudar esse quadro…

    Luz de Tupã a cada um!

    PS> Uma psicologia para os povos indígenas se faz preciso!

  17. adalgisa disse:

    Parabéns vcs.merecem,QUE O SENHOR JESUS CRISTO te proteja em tudo que puseres a tua mão,seja amiga dele pois ele é o maior de todos,MÉDICO por exelencia e o maior psicologo do mundo.Ele vai abençoar.ENTREGA TEUS CAMINHOS AO SENHOR;CONFIA NELE, E O MAIS ELE FARA.SALMOS 37.5

  18. ellen disse:

    olá, parabens nita, que deus tupã te abençoe pra sempre

  19. francisco disse:

    meus parabens pelo seu esforço que você seja feliz nesta caminhada como psicilóga que tudo de bom aconteça contigo, abraços.Francisco.

  20. francisco disse:

    minhas felicitações pelo seu esforço que você seja feliz nesta caminhada como psicológa que tudo de bom aconteça contigo, abraços.Francisco.

  21. francisco disse:

    minhas felicitações, abraços.Francisco.

Trackbacks/Pingbacks


Deixe uma Resposta

CAMPANHA

território indígena tupinambá de olivença - demarcação já! http://www.indiosonline.net/chat/

Canal Celulares Indígenas Youtube

A Rede Índios on Line não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, informações, depoimentos, mensagens, imagens, vídeos, áudio ou qualquer outro tipo de conteúdo que sejam postados pelos usuários ou visitantes, sendo a responsabilidade civil e criminal atribuída única e exclusivamente ao autor do conteúdo postado.
Toda e qualquer tipo de opinião expressada nos conteúdos publicados pelos usuários e/ou visitantes, é de caráter independente do autor e não reflete necessariamente o ponto de vista e a posição da Rede Índios on Line e/ou de seus parceiros.
Licença Creative Commons
Este portal está licenciado com uma Licença Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas)-ND 2.5.

THYDÊWÁ