Mais de 45 convidados de diferentes comunidades indígenas participarão do evento organizado pelos estudantes índios da instituição.

Os estudantes de origem indígena da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) serão beneficiados com a implantação de residência no campus da Instituição. O prédio será entregue na próxima quinta-feira (30) em solenidade prevista para as 10 horas.

A implantação da Residência Indígena integra a política de ações afirmativas desenvolvidas pela Uefs. Consuelo Penelu, chefe da Unidade de Organização e Desenvolvimento Comunitário (Undec), informa que a Administração da Universidade percebeu a necessidade de oferecer um espaço próprio para os indígenas, visando garantir a permanência desses estudantes. No local, eles poderão manter e praticar os costumes de sua origem.

A Residência tem capacidade para abrigar 20 estudantes, mas a Uefs já tem projeto para ampliação. A obra será necessária devido ao sistema de cotas do vestibular da Instituição que prevê a oferta de duas vagas a mais, por curso, para membros de comunidades indígenas. O vice-reitor Washington Almeida Moura revela que já foram capitados recursos federais para a obra, restando, apenas a liberação.

Todos os indígenas do Brasil estão convidados.

O estudante de Engenharia de Computação, Josevan Araújo, membro do povo Tuxá, localizado no município de Rodelas, BA, afirmou que, com a Residência Indígena, será possível a prática de costumes como o “toré”, dança destinada a momentos específicos.

Para a inauguração, estão previstas manifestações culturais e a presença de representantes de diversos povos indígenas. Um ritual prévio já foi realizado no imóvel em 17 de setembro, com a presença de membros mais velhos dessas comunidades.

Residência Universitária

O campus da Uefs já contava com outra residência para estudantes em condições sócio-econômicas menos favorecidas. No último dia 13, um novo prédio foi inaugurado com capacidade inicial de cerca de cem vagas. A previsão é de que o número de vagas chegue a 156, o que será viabilizado com a ampliação do prédio. As obras devem começar nos próximos dias e vão incluir adaptações para portadores de necessidades especiais.

FSA, 28/9/10 – Ascom/Uefs.

Fonte: portal uefs.

Jandair-Tuxá.

jandairribeiro@hotmail.com

(75)88076332.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Uma boa notícia e oportunidade, pq o difícil era a permanência dos estudantes indígenas nas universidades , devido as poucas condições financeiras, agora melhorou,com esse espaço , essa residência, será de muita importância!e parabéns Jandair pela matéria e por nos deixar informados!

    Um grande abraço a todos!

  2. Sem dúvida é uma grande conquista, eu sei o quanto é difícil viver em república, já passei por isso.

  3. Realmente uma conquista muito importante para os estudantes indígenas,contudo,será muitíssimo importante também manter a Universidade sempre como nossa parceira e isso se faz estudando tirando boas notas para sejamos bem vistos pela instituição.
    Hoje convivemos com duas realidades diferentes: há estudantes indígenas bem encaminhados nos campus das Universidades,isso é uma realidade ótima,mas há indígenas na bahia que não sabe nem da existência dessas oportunidades.É importante pensar no coletivo a casa é de todos e todos devem ter direitos e deveres iguais,precisamos manter sempre a simplicidade,pois corremos o risco de cometer os mesmos erros que os catequizadores cometeram com nosco no passado.
    boa sorte a todos os parentes!!!!!!!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here