Em Junho deste ano (25 a 28 de junho) será realizada a 2ª Conferência Nacional de Igualdade Racial com o tema Os avanços, os desafios e as perspectivas da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial.

A proposta era que ocoresse antes da etapa nacional conferências estaduais e distritais e também plenárias com comunidades tradicionais de indígenas, ciganos, quilombolas e comunidades de terreiro.

Meus parentes vocês estão sabendo disso????

Participar dessas discussões locais seria de grande importância pois seriam nelas que discutiríamos os temas que serão levados para a etapa nacional, e também analizaríamos os avanços alcançados desde a primeira conferência, realizada em 2005.

A dinâmica é a seguinte: primeiro há Conferências locais (distritais) onde seriam eleitos delegados, os delegados eleitos vão para a Conferência Estadual, onde sairá também delegados para a Conferência Nacional em junho.

EU GOSTARIA MEUS PARENTES DE OUVIR A OPINIÃO DE VOCÊS SOBRE ISTO!!

Você está sabendo dessa conferência?

Seu povo foi chamado a participar dessas discussões?

Quem na sua aldeia vai representar sua etnia?

Precisamos ficar atentos ao que acontece nas esferas do Estado, são muitas as Conferências que vem por ai e não podemos ficar mais uma vez a mercê daqueles que querem nos calar!!!

Tupã nos guie!

Potyra Tê Tupinambá

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Valeu Potyra pela aviso, eu participei da conferência em Feira de Santana-Ba, e agora dia 24 à 27 de maio esterei em Salvador como delegado, espero levar importantes contribuições para que essa política de igualdade etnico racil venha a contemplar também a questão indígena e a partir disso bustar também a união e articulação com o mivimento negro do Brasil ao qual respeito muito!!!!

    abraço!!

  2. Estou fazendo um trabalho querendo saber a importancia do índio na formação do povo brasileiro…

  3. Olá parente, até agora eu não estava sabendo dessa relevante noticia não!!!!
    Vou buscar informações… é muito importante a gente participar desse evento, é um espaço muito importante para todas as tradições revindicar os direitos constitucionais.
    Abraços.

  4. me preocupam algumas coisas….

    to vendo na bahia…e tambem ao nivel federal…editais..concursos que fala de promoção da igualdade racial… porem são só destinados a NEGROS…

  5. Não sou indigena.Mais me sinto e tenho orgulho.acretido na força desse povo.
    As tarefas não são faceis pois alguns governos,movimentos discriminam e não facilitam
    as leis para os povos .se fala de quilombola de ciganos( com todo respeito)
    mais quando se fala dos direitos indigenas alguns se fazem de surdos
    QUERIA DIZER: VAMOS AS CONFERÊNCIAS GRITAR FAZER BARULHO E EXIGIR QUE NOS RESPEITE.
    UM ABRAÇO
    JAC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here