Para realizar o encontro na aldeia índio Guarani do estado de São Paulo foi um previsto tão enorme que não sabia que isso ia acontecer… Este povo sofre bastante com a conseqüência do homem branco deste que tomaram suas terras como todas as nações indígenas vem passando.No entanto apesar dos massacres são resistente e lutadores, onde possuem uma cultura bem forte.

Tudo ocorreu no dia cinco de fevereiro quando que eu e Jandira da nossa Aldeia Pataxó Hãhãhãe fomos contemplada a fazer um vestibular na cidade de São Paulo na faculdade da UFSCar (universidade Federal de São Carlos), com candidatos indígenas. Também foi muito bom o vestibular porque nos serviu como experiências, mas também foi legal porque que conhecemos muitos índios de outras tribos, no acampamento onde ficamos instalados conversamos sobre a nossa rede indiosonline e Thydewas para alguns índios de outras aldeias junto com professores e estudantes passaram a ter conhecimento do nosso projeto onde todos adoraram. Também nós tivemos conhecimento de outras ong que ajudam estes índios, o dialogo também foi referente os costumes culturais de cada nação. Para nós era como se não estivessem acontecendo um vestibular e sim um encontro de todas tribos trocando experiência nos conhecimentos culturais, cada um tinha um assunto a falar outro falava sobre educação, cultura, saúde…

Mais os temas principais a roda era: educação e saúde, cada qual falavam as suas dificuldade ou diziam como estes órgão trabalhava nas suas aldeia. Também foi citado como todos chegaram na capital e quem ajudou no recurso para cada indígena que se deslocaram da sua aldeia para a capital, outros colocaram que a funai não tinha ajudado, mas que vieram por conta própria. .

Ao terminarmos a prova tínhamos que voltar para a casa da prima de Jandira. Mas na caminha da luta conhecemos uma grande amiga universitária que se chama Mônica onde fizemos uma linda amizade com esta parceira de luta que na qual estuda educação indígena não escolar fomos convidadas a visitar a sua família… No caminho a sua residência ela no falou que na capital tem algumas tribos de índio que pretendia nos levar para conhecer, mas tudo isso nos deixou bastante feliz porque nós tínhamos bastante vontade de conhecer estas aldeias, então aceitamos o convite com prazer e chegamos umas das aldeias dos povos Guranir que fica localizado no Pico do Jaraguá, graça a Tupã fomos bem recebida por toda comunidade.

No dialogo obtemos uma grande experiência de cultura e organização de cada povo… Nesta visita irei mencionar um pouco que avistamos a organização deles e como se sobrevém. Para manter o sustendo das suas famílias vedem artesanato, cultiva a lavora. Na cultua ainda permanece forte, que ainda falam sua língua guranir e costumes cultuais dos seus antepassado… A funai não da muito assistência, mas a Funasa contribuem nas ajuda de remédio e construção de projetos. Porem o que nos chamou atenção que muitos morrem por atropelamento porque a aldeia fica perto da cidade, mas não sabemos o motivo das mortes se é por alcoolismo ou porque ainda não sabem a se desviar dos carros ou se algumas pessoas matam eles perversidade. Também estão preocupados porque as empresas estão apoderando nas suas terras e não tem justiça alguma.
Quero dizer que todas dificuldades que tivemos perante a viagem na inda a São Paulo não tiveram ajuda da funai com o recurso que nos garantiu em nos ajudar porem não compriu… Mas foi muito bom conhecer culturas de outros índios e a dos não índios, assim quando visitamos lugares diferentes apredemos coisas boas que ajuda a beneficiar a nossa comunidade, e apredemos a compreender as pessoas da forma que elas vivem.

Yonana e Jandira Pataxó Hãhãhãe

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. Sim conheçemos ela é uma otima pessoa… além disso conheçemos varios indios que tambem se tornaram o nosso amigos. enquanto a foto de Indianara Sebastian depois mandamos para vc.

    abraço a todos foi uma grande experiencia que obtemos.

    Yonana

  2. Alem disso alguns indio não sabiam a exitecia da rede mas comentamos para alguns… conhecendo estes novos indios acreditamos que vão se interresar pelo o projeto em por nas suas aldeia…

    Yonana

  3. Parabénsssssssssssss
    Momentos cm esses devem ser aproveitados ao máximo
    Ver a realidade de outros parentes é interessante pq percebemos
    que não é apenas o meu ou o seu povo que tem dificuldades.
    É uma forma de fortalecer a luta memso!!!!
    Abraçooooo

  4. OI MENINAS, MUITO BOM A MATERIAS DE VCS, GOSTEI MUITO, QUERO QUE SAIBHA QUE FICO FELIZ POR VCS, INFELISMENTE NÃO DEU PRA MIM IR COMO VCS MESMO SOUBERAM NÉ, MAS FIQUEI AQUI TORÇENDO POR VCS, O NOSSO PAI TUPÃ ESTÁ SEMPRE COM VCS, HA CONVESSO QUE FIQUEI COM INVEJA VIO, EU TAMBEM QUERIA VISITAR OS GUARANI.
    BOA SORTE E VAMOS A LUTA.
    SAUDAÇÕES INDIGENAS.
    AWÊRY.

  5. Parabéns pela matéria , através de oportunidades de estudo , vcs puderem conhecer a realidade do povo guaraní de São paulo e ver que as diferenças em relação a problemas são poucas ,apesar da distância , e que através da troca de informações e conhecimento pode se estabelecer novas amizades e estabelecer uma corrente de ajuda mútua. É sempre muito válido essa troca de experiências , espero que além deste contato, vcs consigam alcançar seus objetivos no vestibular ! Boa Sorte e caminhemos juntos nesta luta que é de todos nós , independente de raça e cor.

  6. Parabéns, que bom que vcs poderam conhecer outras aldeias , isso só mostra o quanto somos unidos e vcs buscam cada vez mais esperiencias e motivos para falar do nosso povo.

  7. muito bom, visitar com vc os outros povos alem do
    nosso, saber que tem aldeia alem da que vivemos.
    PARABNESSSSSSSSSSSS…

  8. Vocês estão de parabéns, sempre na luta por melhorias, é isso ai mesmo…….contin ue sempre na luta que vocês vão alcançar o melhor propósito com bom exeto. Vocês são da mesma etnia de meu namorado ele também pataxó hãhãhãe filho de Dona Maura de Titia. PARABÉNSSSSSSS

  9. Boa tarde ,

    Eu li a experiência de vocês achei muito interessante. Não sou índia , moro em são paulo ,porém me interesso e admiro a cultura indígena …
    Gostaria de saber se os índios Guaranis do Pico do Jaraguá fazem palestras sobre suas culturas e permitem visitas ao seu povoado.

    Sou da Igreja Adventista da Promessa , próxima ao Jaraguá …
    Agradeço desde já sua atenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here