Nas assembléias de lideranças, mulheres, professores, agentes e saúde é comum nos períodos do intervalo as “Grupo de Animação” estar ali cantando musicas compostas por eles mesmo.  Tais musicas falam das lutas, das mortes de lideranças, da natureza, do povo indígena e da Terra. Esses grupos teve um grande impulso no movimento de luta pela Mãe Terra, acredito que tanto os “grupos de animação” como o próprio movimento indíega tenha fortificado um ao outro. Desses grupo já forma gravados vário CDs com cânticos na própria lingua e na lingua portuguesa, Como o Caso dos CDs: Filhos de Makînamî, Caxiri na Cuia, Makuxizinhos do Forró, entre outros que não me recordo.

Partindo dessa idéia que o curso de Licenciatura intercultural Indígena no ano passado lançou a banda Inajá, composto por alunos de próprio curso e os instrumento comprado pelo Instuto Insikiran. A banda fez a abertura do primeiro Seminário Nacional de Educação Superior Indígena no fnal do Ano.

Encabeçados pela mesma idéia os alunos do curso de Gestão Territorial Indígena, utilizaram os mesmos instrumentos e fizeram mais um grupo, que se identificaram como “Pisada Quente”, ela tem composições próprias e fez o encerramento do período universitário do Mesmo curso.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena Makuxi - Raposa Serra do Sol; Acadêmico de História; Militante de Movimentos e Organizações Indígenas: OPIRR< CIR< ODIC< APIRR "Pode até Calar um Índio, Mais a Nação se levanta para Gritar" Alex Makuxi

1 COMENTÁRIO

  1. muito bom o projeto… seria bom que este projeto seja mais divulgado nas comunidade indigena, ou no proprio site, para que todos conheca mais de perto estas musicas indigenas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here