O índice de natalidade precoce em pankararu vem aumentando muito nos últimos tempos, de forma assustadora.Existem grande números de meninas, que desde muito cedo já passam a ter responsabilidade de mães, apesar de serem muito jovens.
Nessa situação em que se encontra nossa aldeia, com esse índice alto de natalidade precoce, meninas que são mães antes dos 18 anos, vemos paras essas adolescentes e sua família, um futuro cheio de transtorno, por falta de cuidado, não usa preservativo ou ate mesmo por falta uma boa conversar de pai pra filhos. Por tanto nos vimos no direito de alertar esses jovens, não só de pankararu, mas de todas as aldeias que se informem antes de praticarem atos que venha a lhes trazerem transtornos futuramente.
Os jovens de hoje pode pensar que é apenas uma aventura, mais nem sempre é assim, com a chegada do bebê, a maioria dos jovens se tornam agressivos, totalmente irresponsáveis, talvez pelo fato de se sentirem presos a um compromisso no qual não estavam preparados para assumir.
A natalidade precoce é um dos grandes problemas em Pankararu!
Como combater um problema que vêm de geração após geração? A conversar com os próprios pais, a informação nas entidades responsáveis, seja ela municipal ou federal.
Precisamos alertar cada vez mais nossos jovens e adolescentes pankararu, para que no futuro próximo tenhamos um mundo melhor.

Marilene da silva santos
E-mail: lusilapank@yahoo.com.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. quero parabenizar por sua mteria pois é sempre bom comentar sobre a gravides na adolescência para que os jovens pencem antes de cometer algum ato.

  2. Ótima observação sobre a questão da natalidade. Podemos ajudar estes jovens que iniciam suas vidas sexuais fornecendo orientação sobre sexualidade. Trabalhando este tema nas escolas ou em grupos na comunidade. E estes jovens também têm direito a saberem sobre o planejamento familiar, que é nada mais nada menos do que deixar o homem e a mulher decidirem se estão preparados para terem filhos e quantos filhos querem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here