Vivendo na cidade de Porto Real do Colégio, os jovens indígenas conheceram o futebol em 1950. Os brancos fundaram um Clube de Futebol Colegiense, destacando o índio Miguel Queiroz, filho do Pajé Suíra de nossa aldeia, como o melhor jogador do município,tornando-se conhecido em todo o estado. O Clube Colegiense parou de competir nos campeonatos de futebol amadores da região, criaram outra equipe esportiva, o time do Cruzeiro em 1969. Nesta equipe da cidade jogava muitos indígenas : Antônio Frade, Antônio de Cícero , Ernane, Gilvan, no time principal. Em 1975 já com bastante jogadores, sem atender a demanda dos atletas, os índios fundaram o Kariri Esporte Clube, só de indígenas, tendo como primeiro Presidente o índio Pilão. O Kariri disputou nos municípios circunvizinhos,campeonatos e torneios, sagrando Campeão na cidade de São Brás em 1977. A parti de 1980, os índios criaram outra equipe de futebol, O Guarani Futebol Clube, formando mais mais um time na aldeia. O Guarani disputou três campeonatos municipal em Porto Real do Colégio, tornando-se bicampeão 2002, 2005 e Vice-Campeão em 2001. Na Aldeia Kariri-Xocó tem várias equipes de futebol: Kariri Esporte Clube, Esporte Clube Guarani, Familiense, Associação Desportiva de Veteranos e Esporte Clube Artistas. Essas equipes jogam em cidades do interior de Alagoas e Sergipe, com times de futebol amadores. Para aumentar laços de amizade, jogam em outras aldeias indígenas: Fulni-ô, Tinguí-Botó, Xucurú-Kariri, Cocal, Karapotó, Xocó e Pankararu. Na tribo temos um campo de futebol, cada tarde uma equipe treina. Todas as equipes respeita a tarde do outro time de futebol, a comunidade Kariri-Xocó, gosta do esporte. Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here