Por existência do cacique e das lideranças de Tronco Pankararu (os mais velhos), a FUNAI – Fundação Nacional do Índio, decidiu realizar nos dias 12 e 13 de Setembro de 2006, uma oficina que fala de políticas indíginistas, e saber as necessidade e dificuldades do povo Pankararu. Nessa oficina teve a presença de mas de 80 índios Pankararu, que acharam importante essa presença da FUNAI, pois a muito tempo a mesma não atuava na área.
Dano então a importância, dessa oficina a FUNAI disponibilizou, técnicos especializados nestas áreas, tanto de Brasília como do Recife, o aproveitamento desse evento vem se tornando quase sem por cento. Pois o interesse ao assunto discutido, na oficina é muito interessante para o povo Pankararu, principalmente aos jovens que lutam para um futuro melhor para seu povo, e sem contar os, mas velhos que são à base de tudo.
Na questão de dificuldades e avanços, os temas, mas abordados, foram Terra, Educação, Saúde, Tradição e Alto Sustentabilidade, que hoje são os cinco eixos norteadores do povo Pankararu. No eixo Terra, foi discutido as dificuldades que encontrão com os posseiros, que se recusam a sair de um território já demarcado e homologado, e que a FUNAI junto com o INCRA, há um bom tempo tenta indenizar e remover esse povo para outra área, mas ainda encontra resistência, por parte da maioria. Na questão da Saúde e Educação, foram encontrados avanços, porque a FUNASA – Fundação Nacional da Saúde, e a Secretaria de Educação de Pernambuco, vem investido muito nessas duas áreas, e respeitam a especificidade e diferenças do povo Pankararu. A Tradição Pankararu, é uma questão de orgulho para o povo, pois o empenho dos mas velhos de repassarem para os mas jovens, vem dando continuidade, vem dando continuidade a uma cultura milenar. Mas a questão de Alta Sustentabilidade é uma preocupação geral, pois no povo Pankararu não existe nem um projeto, que busque recursos financeiros, para comunidade como um todo, isso está causando um desestimulo, a juventude Pankararu, levando muitos ao alcoolismo e a outras atividades não éticas.
É por isso que todos os índios, presentes nessa oficina, espera que os objetivos da mesma sejam alcançados, porque um outro mundo é possível, e que FUNAI como o único órgão governamental brasileiro especifica para indígenas, leve em consideração as reivindicações do povo Pankararu, e tente buscar melhorias, não só para o povo Pankararu, e sim para todos os povos indígenas do Brasil.

Alexandre Pankararu
e-mail: alex@indiosonline.org.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here