a22Aconteceu na aldeia Barra Velha, no município de Porto Seguro-BA, entre os dias 06 e 07 a Etapa local da I Conferência Nacional de Politicas Indigenista. O evento reuniu aproximadamente 114 indígenas entrem, professores, profissional de saúde, caciques, lideranças, junto também estiveram participando o CIMI, IFIBA, Tribo Jovens, que no período de 2 dias, dialogaram, analisaram as politicas indigenista e criaram proposta para melhorar a vida dos povos indígenas do nosso país. Além das lideranças locais estevem presente a equipe de organização Regional FUNAI, que assumiram a administração do evento com as lideranças local.

O encontro começou no dia 06 de junho, com a distribuição de tarefas da equipe de organização e na sequência teve abertura das conferências com o ritual toré, depois a coordenador da mesa Sr Luiz Titiá, convocou as lideranças local, o coordenador da CR FUNAI Sr. Tiago fez uma apresentação do objetivo da conferência, aonde as lideranças deram boas vindas a todos e falaram a importância desse trabalho para o povo indígenas e todos que defende a causa indígenas. Na oportunidade cada lideranças agradeceu a presença de todos, e que todos os presentes prestassem bem atenção na discussão. Agora é o momento da gente dizer o que o nosso povo esta precisando, apresentar proposta para melhorar a saúde, a educação, esporte, moradia, lazer, assistências social, entre outros desafios.

O ponto forte das discussões foram a demarcação das terras, os indígenas acreditam que a maior politica a ser conquistado é o governos demarcar e desintrusar o território para os seus verdadeiros donos. Com isso acabaria com todos os problemas sociais que a comunidade sofrem hoje. É lembrado que há muito tempo que o povo indígena vem lutando para que as leis já garantidas na constituição federal, desde 1988, não são colocadas em prática. E hoje o poder do latifúndio tem prejudicado muito o povo indígenas, já que tem criado várias propostas de leis que ferem o direito dos povos indígenas. A comunidade apresentou como proposta para ser fortalecido a FUNAI e melhorado a sua estrutura para que possa oferecer uma atenção de qualidade, já que hoje as lideranças sofre constantemente ataques judicial provocado pelos fazendeiros. O tema da PEC 215 também foram muito debatidos, avaliado por todos os presentes e uma das propostas é arquivar definitivamente essa proposta de emenda constitucional.

O encontro foram bastante participativo, as lideranças aprovaram no final as proposta que será encaminhada para uma avaliação na etapa estadual, e todos ficaram satisfeito, também foram escolhido os 20 delegados para participar da conferencia estadual, aonde foram bem distribuídas as vagas, aonde foram incluído a participação da mulher e do jovem. No final fora dados os agradecimentos e encerrou com um ritual do toré.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here