A maioria dos indígenas que vive nas cidades sofreram e sofrem discriminação e preconceito. Em muitos casos o discurso preconceituso vem acompanhado do senso comum, “índios é o que vive na mata, que anda pelado, que não tem veículo automotivo…” enfim, esse fato foi discutino na cidade de Boa Vista através da Organização dos Indígenas da Cidade – ODIC, essa organização está lutando com unhas e dentes para barrar essa margem de preconceito.
O fato a questionar é : os indígenas vieram para a cidade? ou a cidade que chegou para os indígenas ? Por que assim, pois vejamos, a cidade está cercada pelas comunidades Indígenas e nela se encontram aproximadamente 30 mil indígenas. Muitos deles vindo de outros países vizinhos. Segundo o Professor Reginaldo Gomes de Oliveira, da Universidade Federal de Roraima, aqui onde é a atual Cidade de Boa Vista era uma Comunidade Indígena Macuxi, e o nome seria kuwai Krî, que quer dizer Terras de Buritizais. Essa mesma História, se repete nas reuniões da ODIC, e também nos discursos de alguns ãnciões de comunidades do Interior do Estado.
Então Boa Vista foi implantada em cima de uma Comunidade Indígena, e o melhor é uma Comunidade Indígena, e a maior do Estado. Pode ser dizer que a maior aldeia de Roraima é BOa Vista, sem pingo de dúvida. De acordo com a História do não-índio a cidade criou-se a partir de uma Fazenda, o que ao se questionado com alguns anciões de comunidades, eles afirmam que tinha sim uma fazenda, mais não a que se tornou Boa Vista.
O fato de eu está na cidade, usar celular, roupa, calçado, ir para a universidade, passear nas praças, não me tira a identidade indígenas, aliás eu na cidade estou apenas visitando parentes, o que significa que aqui na cidade eu me sinto como na minha comunidade, só que agora aqui é uma comunidade onde se tem vários Povos Indígenas e não Indígenas.
Em observação quero citar qui dois livros que foram lançados pela UFRR em parceria com a Organização dos Índios da Cidade – ODIC:

>Diagnóstico da situação dos Indígenas da Cidade de Boa Vista – Roraima.
>Projeto Kuwai Kîrî: a esperiência Amazônica dos Indíos Urbanos de Boa Vista Roraima.

Esses dois livros trata das questões relativas a situação dos indíos na cidade de Boa Vista. O primeiro, destaca nos discursos dos indígenas o preconceito, a discriminação, o racismo social entre outros com relação aos povos indígenas na Cidade. o Segundo são relatos de membros da ODIC, dos trabalhos desenvolvidos nos baiirros.

Alex Makuxi

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena Makuxi - Raposa Serra do Sol; Acadêmico de História; Militante de Movimentos e Organizações Indígenas: OPIRR< CIR< ODIC< APIRR "Pode até Calar um Índio, Mais a Nação se levanta para Gritar" Alex Makuxi

7 COMENTÁRIOS

  1. INFELIZMENTE ISSO AINDA ACONTECE, EU JA PASSEI POR SITUAÇÕES SEMELHANTES, NA UNIVERSIDADE ME OLHAVAM E FALAVAM INDÍGENAS ESTUDANDO NA UNIVERSIDADE, CURSANDO UMA GRADUAÇÃO, ESPECIALIZAÇÃO, ELES AINDA TÊEM UMA VISÃO DE 510 ANOS ATRAZ,NÃO PERCEBERAM QUE O MUNDO MUDA, TUDO MUDA, TUDO SE TRANSFORMA, NADA É PERMANENTE.POIS BUSCAMOS MECANISMOS PARA AJUDAR NOSSAS COMUNIDADES DE ALGUMA FORMA. AGORA ESTAMOS ESTUDANDO, NOS FORMANDO , TEMOS CURSOS SUPERIORES, E COMPETIMOS COM OS NÃO INDIOS DE IGUAL PARA IGUAL ,E USAMOS ESSAS NOVAS TECNOLOGIAS SIM, AFINAL NÃO ESTAMOS ISOLADOS DO MUNDO, TAMBÉM SOMOS PESSOAS , SERES INTELIGENTES, SOMOS SERES HUMANOS. A UNICA DIFERENÇA É A NOSSA CULTURA!
    ENTÃO MEU PARENTE ALEX MAKUXI OS NÃO ÍNDIOS AINDA NOS FAZEM ESSAS PERGUNTAS PQ NÃO CONHECEM A NOSSA HISTÓRIA, A NOSSA REALIDADE, QUANDO NOS FAZEM ALGUMA PERGUNTA DESSE TIPO É PURA IGNORÂNCIA MESMO FALTA DE CONHECIMENTO!

  2. Gostei tanto do post. Parabéns Alex Makuxi. Passei a seguir o blog. Essa discussão não é nova e me toca profundamente, desde que comecei a “andar com as próprias pernas”. Há pessoas que não conseguem,mesmo, olhar para o outro como semelhante, seja índio, negro, árabe, enfim… Não reconhecer no outro a mesma vida que pulsa em nós mesmos me parece a pior ignorância possível e creio que daí provém os maiores dramas, os mais cruéis desmandos. Por esse humilde comentário entrego a você, como representante dessa luta e de todos os povos indígenas, desse e todos os cantos do mundo, meu mais profundo agradecimento pela resistência e humildade na luta pelo fim da discriminação e pelo reconhecimento de uma só humanidade.

  3. olá parentes e isso ai devemos está lutando pela prezevação da nossa cultura, pois ainda a muito de comquistar, por isso por onde estamos nunca devemos esquecer as nossas raizes , e de fato quem somos,……..indios nativos dessa terra querrida chamada brrasil.

  4. Ser índio é identidade cultural! portanto, pode-se ser índio em qualquer meio. Que venham os índios para a cidade, trazendo sua cultura e misturando-a com a cultura urbana, e todos aproveitaremos juntos as coisas boas de ambas. Eu nasci na cidade, não tenho parentes indígenas e ainda não conheço nenhum indígena também, mas me orgulho de morar em um país que os tem, e acredito na convivência harmoniosa de várias culturas em um mesmo espaço, inclusive indígenas na cidade! que essa luta contra o preconceito continue e tenha final feliz! parabéns pela força!

  5. eu também já sofrí muita discriminção na cidade como indo até eu mim adapitar nas cidades grandes mais vencí ok? mesmo diante de tanta discriminação mais eu fui mim fazendo que eu não estava escutando nada de tudo que mim falavam ok? e ser indio no tempo da ditadura militar tinha que ter muita coragem e eu tive nunca neguei meu nome de indio ok? mais hoje eu aprendí a lição para passar para outros parentes que sofrem discriminção ok? hoje eu sei como viver como indio na cidade e na aldeia ok? e além do mais nós temos a nossa defesa perante a lei é só nós indígenas procurar ok? eo lema é brasil um paiz de todos se é pais de todos eu também faço parte ok? pois eu também sou indio mais sou humano como qualquer outro ok? esta é a minha menságens a todos parentes indígenas ok? e quanto a mim eu sou indio tupinambá-jaguarí que cuja aldeia já não existe mais mais eu tenho lutado pela minha dignidade de indio ok? e jamais vou deixar de ser indo por morar na cidade ok? pois o branco mora na cidade certo e se o branco for morar em fazendas vai deixar de ser branco ? eu creio que não ok? então nós somos indio na cidade e somos indios nas aldeias e ponto final ok?

  6. primeiramente parabéns pelo post, sai da minha aldeia faz 10anos , mas nunca deixo de ser índia , continuo fazendo minha comidinha “mujeca”, infelismente as pessoas tem essa idéia ainda, que índio anda nu , vive na oca e que come gente, é absurda tamanha ignorância das pessoas, é claro que existem várias tribos e etnias, com diferentes culturas, não deveriam generalizar. Além disso somos capazes de fazer qualquer coisa e aprender como qualquer um. Concordo com Luis Carlos nunca deixaremos de ser índios ,eu tenho orgulho de ser índia, pelo menos sabemos de onde viemos. Abraços!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here