No inverno choveu muito, plantamos milho em março, colhemos feijão em julho, ensacamos os grõas, o campo ainda estar verde. Quando chega agosto, aqui não chove mais, denominamos esse período de ” Enxugamento da Terra “, porque o Sol vai brilhar sobre com mais intensidade. A noite é muito fria, a neblima fecha o céu estrelado, vestimos roupas quentes. De madrugada vem o Gruviana frio intenço com vento, doi até os ossos, faz menino tremer, fica muita gente doente, pela mudança de tempo. No enxugamento da terra, ninguém trabalha em barro, poquer o argila já é fria, pode ficar ainda mais pior. Os pescadores do rio, reclamam muito esta época, passam frio nas ilhas, dormindo em barracas, para despescar as redes, entram na água á noite. Faz fogo na Kroa, banco de areia no meio do rio, tomam café quente, para esquentar um pouco. Em setembro chega o fim do enxugamento da terra, vem o Sol de verão. Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here