Entrevista

Lucidayne: Seu Antônio eu quero que o senhor mim conte um pouco da sua vida na aldeia?

Antônio: Minha historio de vida não é tão diferente da dos outros indios de 1985 até hoje eu estou vivendo bem com a nossa comunidade e o meu viver é sempre trabalhar e viver com minha família e o meu trabalho é o artesanato e não tenho outro trabalho fora da aldeia

Lucidayne: Quantas retomadas o senhor já teve?

Antônio: De retomada nós só tivemos duas tudo vizinha que se torno em uma.

Lucidayne: O senhor já foi descriminado?

Antônio: Não a descriminação é como que eu nem tenho como falar e mingúem mim descrimina e se descrimina não sei, mas sei que a classe indígena é muito descriminada.

Lucidayne: Mas o senhor já foi descriminado por sua aparência?

Antônio: Se foi ou sou não tenho conhecimento dessas pessoas que usa esse tipo de coisa.

Antônio deixa sua mensagem:

De hoje por diante pedimos muitas felicidades e que não aja mas descriminação entre as raças pois todos somos gente porque a descriminação nada adquire só atrapalha só isso.

Antonio Alves de Sousa 66 anos

Lucidayne de Sousa Ferreira 12 anos

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here