Nesse encontro estiveram presentes vários povos indígena do Nordeste, os parentes Karua-zú, Kambiwá, Kankalancó e Katoquinho, para discutirem assuntos relacionado a Saúde indígena Fitoterapia ou seja os Saberes Tradicionais, uma vez que nós índios Pankararu, temos uma grande quantidade de ervas medicinais e um grande conhecimento, adquirido através dos índios mais velhos. O evento foi promovido pelo COIMI e contou com o apoio da Funasa. Vários índios de diversas aldeias trocaram suas experiências e apresentaram propostas para o sucesso do cultivo de várias espécies de ervas medicinais, resgatando a cultura indígena, bem como a praticidade das parteiras, curandeiros e comunidades conhecedoras de saberes.
Apesar do abandono que sentimos da nossa querida mãezinha FUNAI, estamos buscando parcerias com outros órgãos, para garantir a nossa sobrevivência, além desse evento, estamos contando com o apoio do Projeto Saberes da terra, que tem seu objetivo de educar o homem do campo para que encontre alternativa de produzir seu próprio alimento totalmente orgânico ou seja sem o uso de agrotóxico e que não seja necessário andar nos centros das grandes cidades, mendigando, feito indigentes,sujeito a viver nos viadutos ou morrerem a mingua.

Miguel Pankararu
Miguelpankararu@hotmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns irmão por essa matéria. Pois ela retrata uma realidade q hoje é de grande importância para o nosso povo Pankararu se integrar nas propostas p/ o sucesso do cultivo das diversas espécies de evas medicinais, o qual já existe em nossa comunidade. Só faltava um empurrãozinho para a melhoria e resgate de nossa cultua, q de fato, está acontecendo.

  2. Fiquei feliz ao ler esta materia tão bonita pos amesma fala que nos indigenas temos que lembrar da nossa medicina porque estamos se esquecendo que nos temos a nossa sabedoria que o nosso pai Tupã nos deu e que a valorização de nossas raizes folhas ecascas de pau seria importantissima para o nosso povo, por isso que a nossa nação está morrendo por nos não acreditar mas na cura de nossos antepassados. Abraços

  3. patricia.indiosonline@gmail.com,È verdade nesse encontro estiverão presentes varios parentes indigenas.Para uma troca de experiência.Pois esse cultivo de ervas medicinais é muito importante, para manter a tradição e passar esses saberes para os mais jovem,pois essa tradição deve permanecer e não deixar-la quase esquecida,pois devemos voltar aos tempos que nosso povo dava mais valor a medicina natural, se tratava com ervas,e não depender somente de medicamentos dados pela Funasa,vamos voltar a acreditar nas nossas curas!

  4. ¡que bueno lo que dicen! ¡que bueno lo de cambiar experiencias, trocar como dicen Uds.! amo la medicina de nuestros ancestros, de las ukaiwalixè, nuestras abuelas, mujeres medicina. Me gustaria saber mas sobre el tema. Huebilù.

  5. É isso aí, nós ficamos muito felizes quando vemos uma pessoa da nossa aldeia com uma iniciativa tão bonita, esperamos que todo esse empenho de nossos colegas renda bons frutos para o futuro de nossa nossa comunidade indígena.
    Vocês do “Saberes da terra” estão de parabéns!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here