1. INTRODUÇÃO
A Fazenda Paraíso, está localizada na Baia de Todos os Santos, situada entre os trópicos na latitude 12º 34’ e 13º 00’ S. e longitude 38º 15’ e 39º 15’ W’. Inserida na unidade de conservação APA da Baia de Todos os Santos, que possui biomas diversificados a exemplo de floresta Ombrofila Densa, Manguezais e Restinga. Essa região é de um patrimônio de grande valor ambiental e ao mesmo tempo
ameaçada com risco de especulação imobiliária.
A propriedade constitui uma área de 50 ha e 64 ha, com faixas de manguezais em grande parte de seu perímetro e braços de mangue adentrando a sua parte centra.

No seu entorno encontram-se presentes remanescentes de florestas Ombrofila Densa e Catú de Cacha Prego um povoado com população de 800 habitantes que sobrevivem economicamente da pesca e da atividade turística durante períodos de verão.
Atualmente o aspecto físico da fazenda, está caracterizado por uma paisagem totalmente antropizada, cultivada com pastagem para atividade pecuária. Através de um projeto de estudo ambiental realizado na área por empresa especializada e a decisão de reflorestar a fazenda de acordo com as orientações desse estudo.

A fazenda Paraíso pretende reverter o quadro de degradação atualmente estabelecido e adotar os Sistemas Agroflorestais como forma de manejo, utilizando essências florestais nativas cultivadas com fruteiras, palmeiras e outras espécies exóticas consociadas com plantas de ciclo curto produtoras de alimento e biomassa, dando ao sistema produtivo sustentabilidade no tempo e espaço. Dentro desse propósito
incorporando agricultura diversificade na atividade econômica da propriedade e estabelecendo um manejo
racional de pecuária, a fazenda Paraíso pretende devolver o aspecto florestal original do lugar e criar possibilidades do seu trabalho e iniciativa servir como catalisador e difusor de ações e atitudes com referencial econômico sustentável, social e ambiental. Contribuindo com o desenvolvimento
local e enfatizando o uso da terra.

2- OBJETIVOS

Os objetivos deste protejo pretendem alcançar êxito,principalmente em três áreas distintas no campo econômico, social e ambiental:

Econômico
•Introduzir atividade de agricultura na matriz produtiva da fazenda;
•Conduzir um reflorestamento através de SAF’s utilizando espécies com retorno econômico de curto, médio e longo prazo, para minimizar os custos de implantação;
•Atingir sustentabilidade financeira na propriedade através dos produtos obtidos no reflorestamento.

Social
•Implantar um modelo agroecologico de produção diversificado e sustentável;
•Possibilitar a propriedade interagir com o comércio local e regional na oferta de alimentos e outros produtos além da contratação de serviços;
•Criar possibilidades de parcerias com comunidade escolas e outras instituições que fortaleçam as ações do projeto como cursos e oficinas no contexto da nossa proposta.
•Criar bases para agroindustrialização de alimentos.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. ADOREI HIATA O PROJETO,OS OBJETIVOS ESTAM ÓTIMOS,TANTO ECONOMICOS QUANTO SOCIAL,BASTA CADA UM AGORA FAZER SUA PARTE E REPASSAR QUAL SERIA O MELHOR PARA CADA UMA ETNIA,REPASSAR SUAS DIFICULDADES E IDEALIZAÇÕES!POR EXEMPLO Atingir sustentabilidade financeira na propriedade através dos produtos obtidos EM CADA ETNIA ,COMO FRUTAS
    ENCONTRADAS EM SUA ALDEIA PODERIAMOS VENDER AS POLPAS DAS FRUTAS PARA MERCADOS LOCAIS,LANCHONETES E ETC,TALVEZ ESTEJA FALANDO AS NEIRAS MAS É MAS O MENOS ISSO QUE CADA UM PODE VER EM SUA LOCALIDADE O QUE TRAZ SUSTENTABILIDADE!

    LIAN!

  2. quando se usa a autosustentabilidade, sem degradar os recursos naturais é viavel, não podemos alterar o meio prejudicando espécies animais e vegetais devemos sempre preservar e também ajudar na reproducão e salvamento de expécies em extincão, ai todo o projeto é viavel. Derrubar arvores nem pensar só aproveitar seu fruto para auto sustentacão, correto. Umba Meikmore.

  3. quando se usa a autosustentabilidade, sem degradar os recursos naturais é viavel, não podemos alterar o meio prejudicando espécies animais e vegetais devemos sempre preservar e também ajudar na reproducão e salvamento de expécies em extincão, ai todo o projeto é viavel. Derrubar arvores nem pensar só aproveitar seu fruto para auto sustentacão, correto. Umba Meikmore.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here