Maura Titiá fala da importância do Regimento Interno Pataxó Hãhãhãe
Maura Titiá fala da importância do Regimento Interno Pataxó Hãhãhãe

No dia 25 de setembro de 2014, foi aprovado o Regimento Interno Pataxó Hãhãhãe, a mais de 15 anos que a comunidade vem tentando criar e aprovar um regimento para garantir uma sitônia e harmonia da comunidade indígena. Entretanto foi através da revitalização do Conselho de Anciões Pataxó Hãhãhãe (CAPH) em 2012, que surgiu a necessidade de criar um regimento, então no período de 2 anos de muita dedicação e socialização que conseguiram um resultado positivo, quando as 15 horas dos dia 25 a plenária composta por membros da comunidade aprovaram o regimento de 21 paginas.

Como surgiu? hoje a comunidade se encontra com uma população grande, aonde existe um números de 7 caciques espalhados na aldeia, cada um cuida de parte da comunidade, hoje com as terras na posse de nós indígenas, surgem novas organizações, ou seja, para isso precisa de um regimento, normas para seguirmos. Com o intuito de trazer justiça para dentro da comunidade. No contexto histórico, a nação indígena sempre foram vítima do sistema capitalista, que tem usado de todas as formas para acabar com a cultura indígenas, que muito tem haver com o socialismo, ao contrario do capitalismo que pregam o individualismo. Existe problemas internos na comunidade que precisam ser cuidados com profundidade. E isso só será possível com uma regra que servem para todos, antes apenas eram feita justiça sem regras, mas de agora em diante a história é outro.

Nesse processo foi possível unir força para convencer alguns representantes da comunidade a importância do Regimento Interno, e a participação de todos nesse processo democrático. Contamos muito com o apoio primordial do CIMI- Itabuna(Alda, Jenario, Haroldo), AHIAV, FUNAI-(Wilson, Cornélio, Carol, Antônio, Tiago, Dilte,) Professora e antropóloga  Maria Hilda Paraíso, Cacique Ilsa, Cacique Josivaldo, Nailton Muniz, Gérson Pataxó, Diojenes e Reginaldo. Os coordenadores dos anciãos Aniraldo e Maurilio, o facilitador do conselho de anciões Fábio Titiá-presidente da AHIAV, Tivemos o apoio também interno do Colégio Estadual, Radio Comunitária, CLSI(Marilene de Jesus), Polo Base -SESAI( Aluiso Costa), os jovens do grupo Thyhy Xohã e outros.

Regras para aprovação de regimento interno, resgatamos as leis que teriam sido trabalhada a 15 anos atrais, depois fizemos reunião com grupos da comunidade para avaliamos e também propor novas leis de acordo a realidade atual, depois juntamos a equipe de relatorias composta por 5 membros, que ao londo de 6 meses trabalhamos as leis antigas e atuais para ser apresentado em assembleias da comunidade, Nos dias 27 e 28 de agosto e 24 e 25 de setembro fizemos a reunião de aprovação de regimento interno. A regra de votação dos artigos foram, cada participante tinha direito a 2 crachá um verde e um amarelo, sendo o vede para aprovação e amarelo para reprovação. Coordenada por uma mesa, composta de lideranças, professor, relatores e instituições. A maioria das leis foram melhorada a redação e aprovada por unanimidades em sua maioria.

Agradecemos a todos que apoiaram essa causa, e de forma também especial a dois anciões que não fazem mais presente nesse mundo Dona Justina e Sr. Antonio. Essa duas pessoas ajudaram bastante para ser criado e aprovado esse regimento. De agora por diante surgem uma nova missão que é colocar esse trabalho em pratica, um novo desafio, mas desafio é o nome do Conselho de Anciões Pataxó Hãhãhãe, que são a nossa História Viva.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
A muito tempo lutando em prol do Povo indígena do qual faço parte, até ameaças de morte já recebi. Mas não me calo! pois os espíritos de meus antepassados está comigo. E a proteção de Tupã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here