Desrespeito da Policia Federal para com indios Pataxós HãHãHães

13 56


No dia 26 de novembro de 2008 a PF (Policia Federal) a mando da juíza de Itabuna, veio retirar os índios da área, na região da água vermelha onde residiam à família da índia Elza Maria de Jesus. Desrespeitando assim, aos idosos que ali residiam e as crianças.
A PF (Policia Federal) atirou bombas de borrachas, bombas de gás e bombas de pimenta, na casa da índia Elza, onde uma criança ao inalar aquela fumaça da bomba teve sérios problemas de saúde, quase o levando a morte, a mãe da criança ao ver em seus braços, seu filho morrendo por falta de ar em meio a desespero ela faz respiração boca-a-boca em seu filho assim ajudando-o a chegar ate o hospital.onde não quiseram atender a criança. E também uma anciã a índia Genir que tem problemas de pressão, ou seja, ela é hipertensa a policia não teve o mínimo de consideração com a idosa Genir, jogando bombas em sua residência onde lhe prejudicou muito a saúde e ela ate hoje ainda esta no hospital aos cuidados médicos.A PF estava embargando os indígenas que ali estavam a ajudar a índia Elza Maria a retirar os pertences de sua casa.Onde a PF juntamente com os pistoleiros do fazendeiro tiraram os pertences da mesma, e de outras famílias que ali residiam então levaram todos os pertences para a cidade Pau Brasil onde ficaram largados em uma casa como se não houvesse dono, e a maior parte destes pertences estão danificados e por este motivo as famílias não podem retirar os objetos e também por não ter aonde ir.
O desrespeito da PF para com os indígenas foi tão grande que a FUNAI nem foi comunicada a respeito desta ação pela PF..
As casas construídas pelas famílias indígenas nesta área foram todas queimadas pelos pistoleiros do fazendeiro e se apoderando dos restantes das criações que ali ficaram porque a PF não deixaram retirar por completos.
Fomos tratados com muita falta de respeito, ou seja, iguais a animais, mas quero lembrar a todos que índio também e gente todos temos papel importante para com a sociedade nacional e internacional, pois também somos cidadãos sabemos que temos direitos, deveres e responsabilidades com a sociedade por isto votamos porque precisamos de respeito e não foi o que recebemos da PF foi muito horrível, e por isso pedimos justiça. Não abastando nosso irmão Galdino que foi morto queimado em Brasília e ainda passarmos por esta humilhação. “Aquele que não conheceu pecado, Ele O fez pecado por nós, para que, nele, fôssemos feitos justiça de Tupã.”

Awrinã pataxó 09/12/2008

Artigos similares

0 227

0 189

13 comentários

  1. Infelizmente ainda assistimos esse tipo de violência , onde não se respeita mais crianças , idosos e o direito das pessoas e minorias. Como no caso dos Tupinambás da Serra do Padeiro – BA , novamente acontece , agora com os Pataxós Hã Hã Hae. A falta de informação , aliada ao preconceito da população envolvente e o total descomprometimento da mídia , que esconde essa realidade e inverte papéis , onde o mocinho vira bandido e vice-versa. Apenas citando o caso dos Macuxís e Wapichanas de Roraima , reserva Raposo Serra do Sol , qdo daquele ataque de pistoleiros com bombas e armas pesadas a mando de fazendeiros e do então prefeito e rizicultor : Quartieiro , machucaram vários indígenas, oque seria deles , se não tivessem filmado tudo e passado para as tvs do Brasil e exterior? Só nos resta acreditar na justiça divina , e multiplicar as filmadoras e celulares com câmeras !!!!!

  2. Com serteza tupã está a nos observar, e vai dar força e coragem para continuarmos a nossa luta, e assim como das outras vzs eles só nos derão mais vontade de ir a luta e reconquistar o q nos pertense por direito.
    Awrinã parabeniso lhe, pois depois de tantos dias do acontecido vc foi o primeiro a dar estas informação online, usando como deve essa pajima. Ao contrario de outros parentes. SAUDAÇÕES INDÍGENA TODOS…

  3. Parentes, grande é a dor que aflige nosso povo
    grande é a covardia a que estamos sujeitados por parte dos gananciosos capitalistas
    a POLÍCIA FEDERAL está a serviço do governo, da mesma forma que a FUNAI, FUNASA e demais orgãos oficiais. Não pensem que eles não se entendem. se entendem sim, eles se comunicam, mas quem está no comando não se importa com Nós Povos Indígenas, quem manda e desmanda em nosso território que o Deus Criador dos Céus e das Terras nos deu para cuidarmos são os interesses de poucos homens que querem ganhar muito dinheiro, usando, ferindo e matando a Nossa Mãe Terra em busca de ouro, prata, barro, pedra e tudo que puder ser transformado em dinheiro ouu crédito de banco.
    Parentes, Resistir é preciso, a Terra é Nossa por direito Divino. Muitos de nossos irmãos nasceram em ocas de pedra e em aldeias asfaltadas, mas ainda assim São Todos Filhos do grande Pai Tupã, e em suas veias corre o sangue dos Indígenas. A Vocês Índios-descendentes das cidades, que puderem ajudar, ajudem aos Parentes Índios. Aos que são médicos, juntem uma equipe para tratar dos Índios de graça em suas clínicas. Que cada equipe visite uma vez por semana cada tribo. Temos milhares de médicos no Brasil, cada doe um tempo de sua semana para esta ajuda humanitária. Quem for advogado por favor veja o que está acontecendo e montem uma equipe de advogados para defender o direito à dignidade humana sem a qual invalida o direito dos índios.
    E qualquer pessoa em qualquer área que puder ajudar. AJUDE…

    Retomar e Resistir Parentes. Sempre, Sempre e por toda a Eternidade…

  4. pois é passamos por mais um ploblema aqui em nossa aldeia mais vamos ter fé em tupã que nós vamos dar a volta por cima e reunir a comunidade para retomar e acreditando naquele pai la de cima iremos vencer.

  5. A nossa luta continua… tenho muita credibilidade na Justiça do Brasil e com fé em Tupã vamos vencer.
    Abraços.

  6. Minha alma chora, brados de dor… mas seus gritos viram rebeldia e essa logo se transforma em força e luta.

    Nosso povo viveram nessas terras por milhares de anos e não implantaram um ESTADO. Foi só os europeus chegarem aqui e logo estávamos com o ESTADO constituído, que até hoje só nos proporcionou dor, morte, desgraça ao nossa gente.

    Parentes, não vamos deixar que a barreira geográfica (distancia) e nossas diferenças étnicas sejam empecilhos para nossa unidade na luta pela reconquista de nossa terra. Aqui no leste do país, no sudeste já nos unimos desde de o início da invasão européia e nos libertamos juntos do cativeiro imposto pelo invasor (vide Confederação dos Tamoyos) e mais uma vez urge a necessidade de união das etnias para travarmos mais uma guerra contra os invasores: o ESTADO e seus tentáculos.

    Vamos ocupar fazendas, vamos fechar rodovias, VAMOS A LUTA!

    Temos o MST como exemplo, que tem milhares de assentamentos conquistados com luta e bravura em todo país, seguimos pois este exemplo de luta – OCUPAR, RESISTIR, PRODUZIR!

    Abraços
    Iberê-Uaná Tupinambá

  7. saudações,

    vejam mais comentarios em prod. midiaindependente. org/pt/blue/2008/12/435607. shtml

    copie o link e cole na barra de endereço, tirem os espaços
    abraços

  8. Esto a séculos procurando estou na 4 serie e se alguem solber sobre pataxó Quantos saõ? Onde vivem? Que lingua falam? Que crenças tem? O que caçam,pescam e cultivam? Como é o relacionamento dos adultos com as crianças?

  9. sou pankararu,mas prefiro de todas a antiga tribo tupinikim.
    Porque o nome lembra a frase tudo piniquim,então gosto mais.
    LAISA!

  10. Hoje fui visitar uma tribo Pataxó. Fiquei encantada e sensibilizada com a forma com a qual eles descrevem e cuidam da natureza. Fiquei chocada agora, pois quando cheguei em casa, quis saber mais a respeito desse povo tão acolhedor, trabalhador e sofrido e encontro uma atrocidade dessa natureza. Uma ofensa ao ser que cuida da natureza respeitando as florestas, faunas, etc, por acreditar que todas as árvores tem parentesco com o homem, não importando sua etnia e, da forma que foi explicado pelo líder da tribo, confesso que, à partir de hoje me considero também parente de uma árvore, pois ingerimos tantas seivas, seja como medicamentos, ou alimentos e ela permanece em nosso organismo, como se fosse parte de nós mesmos. Eu já cuido da natureza, mas de agora em diante, terei mais cuidado ainda, pois quem sabe já fui salva pela seiva de uma árvore. Fiquei muito sensibilizada com esse povo.
    Deixo aqui o meu protesto como cidadã brasileira dessa atrocidade que acabei de ler.

Partilhe um comentário