O povo Pataxó Hã hã hãe tem um compromisso com sua cultura, com seu passado, com sua historia de sangue e desespero.

Tem um compromisso com a religiosidade, com a ancestralidade, com a vida, com a terra, a mãe terra. É por isso que o povo precisa das matas, das fontes, dos peixes e dos pássaros. Os fazendeiros têm compromissos com o lucro, com seu futuro e consigo mesmo. Não há programa de preservação da natureza.
Pelo relato que se ouvem, alguns políticos atuais da região, são também destruidores da natureza através do desmatamento; alguns são ate donos de serrarias e de madeireiras. Os pistoleiros agem impunemente. Agem sempre nas defesas dos que têm influencia política e financeira. As ameaças são constantes, tiros que vão alem do disparo de intimidação, são truculentos. Se praticarem atos ilícitos para defender propriedades alheias, é certamente por que alguém garante, ou pelo menos, promete a impunidade nos tribunais.

Quem fez benfeitorias nas áreas que sabia não ter direito, deveria pelos menos desconfiar que pudessem perdê-las um dia. As benfeitorias deixadas nas nossas terras, não pagam o tempo perdido por nós, nem a destruição moral, econômica, cultural, as nossas matas, rios e caças e vidas que se foram. Nós lamentamos o prejuízo que estes atos nos causaram durante os últimos cinco séculos. Ao contrario do que dizem, alegam ter direito de pedir indenização. Será que essas pessoas sabem o que significa “Estado de Direito?”. O certo seria, alem de exigir as nossas terras de volta sem pagar nenhuma das benfeitorias a quem fez exigirem-las, a menos que apareçam provas que esses financiamentos:
a) Não foram feitos a fundo perdidos;
b) Que foram devidamente pagos às agencias financiadoras.
Nós precisamos ter segurança que nossas terras, uma vez retomadas, não seremos molestados por reivindicadores francos atiradores, através de supostos direitos, apesar da coisa julgada.

Texto extraído do livro: “A Retomada” de Juvenal Payayá e Edilene Payayá.

Reginaldo Hã Hã Hãe
(Akanawan)

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O texto é otimo.
    Neguinho Truká já gritava isso na marcha dos 500 anos…Quem tem que SER INDEMIZADO SAO OS INDIGENAS!!!! por tudo o que lhes foi tirado…….pelos massacres que ate ainda hoje…..
    Arainha..esa foto é na OCA NOVA???????
    Parabens a voces!

  2. É companheiros índios, nada mais justo.
    Afinal vocês são os verdadeiros donos dessa nação.
    Em nome do lucro individual, milhares de pessoas são excluídas ou dizimadas…
    Em nome do lucro que vai alimentar poucos, milhares passam fome…
    Todo apoio a vocês.
    Muito bom o texto, o livro deve ser bom demais.
    Como posso adquirir um exemplar?

  3. É isso ai meus parentes vamos divulgar a nossa história. Nós sabermos que o plano do governo e os projetos de deputados ant-indios é calar nossa boca e apagar a nossa história. Mais uma coisa eu tenho certeza em quanto permanensemos unidos já mias seramos vencidos. A história do nosso povo é comhecedora nacinal e internacional, todos sabem que nossas terras foram roubadas, pelos os brancos não indios, juntos com os fucionarios do antigo orgam S.P.I. serviço de proteção ao indio, que usaram de má fé com os nossos aciões inganondos, aproveitando do nosso povo, que era um povo pacifico que naõ tinha experiencia de guerria, por serem primitivos os invasores aproveotou da cituação.
    – Foram expusando o nossos “ACIÕES” das suas terras tradicinal na marra com brutalidade sem dó e nem piedade de todos os servivo que ali abitavam, chegou ao cumulo dos animais dos indios serem sacrificados, vamos imaginar como foi este massacre com os nossos atepassados. É por isso meus parentes vamos juntos unidos cobrar dos nossos governantes em geral, eles que são oos reponsavés pelo o prezuijo que nos casaram que dechou uma secuela que não tem cura, pricipalmente pelas nossas lideranças que já tombaram na conquista deste chão que nos pertece que tem dono e a justiça é sabedora mais se faz de cega, por que, fica uma pergunata???
    É porque indio não tem dinheiro, é por que imdio e a minoria é por que indio não tem poder. Por que a maioria destes politicos mal caráter que usa da erarquia pra manter os indios, negros, colombos excluidos.
    E com certeja nós vamos nos unir muito e muito mais, para dar um basta nessa pouaca vergonha dos governantes. que só pensa em enterece própio e não está nem ai para as nações brasileira “eles só querem saber de mensalão, mansalão, mensalão, onde vamos parar com os nossos representantes politicos, o pais continua sendo de meia duzia, o povo tem que se cosientizar e dar um basta nisso, vamos juntos lançar o nosso partido, a companheira HELOIZA HELENA não crio o seu, nós temos o direito de criar o nosso samos cidadões, vamos eleger alguns deputados indios,” TEMOS QUE TER ALGUEL DE COFIANÇA NOSSA PARA NOS REPRESENTAR” ver se acelera os nossos problemas, com certeza nós com os três parlamentares indios (dgnos) tenho certeza que vai melhorar algo para nós
    Eu vou ficando por aqui por que quando eu começo eu não quero parar. A siglas do partido pode ser P.C.I.B “partido coletivo indigena brasileiro. legal, este é um exempro ~´os vamos discutir iddo aida juntis logico.rsrsrsrsrrs

    UM ABRAÇO PARA TODOS OS PARENTES INDIOS E NÃO INDIOS.

    EMAIL; jovanildotitia@hotmail.com tel: (73) 81245667

    e pesso mais uma vez que os parentes se indetifica melhor, para não dar lugar a um “palhaço” indentificando como PAULISTA, que entrou disfazendo dos parentes TUPINAMBÁ

  4. AGRADECER DE CORAÇÃO
    Esta mensagem é para todos os amigos e irmãos indigenas que deram ouvido fazendo com que a “Comunidade PAYAYÁ” existisse não so no ORKUT, o nosso muito obrigado a todos.
    A comunidade Payayá não é uma aldeia é um de meditação, agora sabemos mais sobre este povo, especialmente que os POVOS PAYAYÁ são povos que vêm de uma luta terrível contra os conquistadores de suas terras, os colonizadores portugueses e espanhoeis, que foram bravos, que não desistiram nunca.
    Temos dedicado boa parte de nossa vida e tempo para a pesquisa sobre este povo e agora estamos sendo recompensados.
    As descobertas recentes nos tem dado alegria, algusn irmãos têm colaborado intensamente (não faremos injustiã citando alguns).
    Recentemente, além dos colaboradores, outros irmãos também PAYAYÁ, descobriram sua identidade e estão se integrando.
    Novos documentos estão surgindo e a verdadeira identificação do envolvimento deste povo na luta desumana do colonialismo portuguesa nas Américas.
    Publicaremos tudo a seu tempo, ficaremos agradecido se agora os irmãos que nos abraçaram, de diversas Comunidade bem como os amigos da causa indígena contribuírem para difundir com sua fé e saber ancestral.
    Não desejamos “INCHAR A COMUNIDADE” mas, torná-la efetivamente o lugar de quem se descobre um VERDADEIRO PAYAYÁ, lias os PAYAYÁ nunda deixaram de exixtir. Debateremos participativamente este tema.
    Abraço para todos.
    Ninúscula comunidade indigena Payayá agradece de coração aberto
    Juvenal e Edilene Payayá

  5. E isso ai meu rei, continue com esses pensamentos de conquista, que cada dia se passa e você fica mais forte para continuar a luta, vou tentar de minha parte concientizar as pessoas em prol de Heloisa Helena sempre achei esta mulher com jeito de guerreira. se estiver em meu alcance, pode contar com minha ajuda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here