No próximo ano a UESC (universidade estadual de santa cruz)localizada no municipio de Ilheus,realizará seu primeiro vestibular com 50% das vagas de curso reservadas para estudantes de escola publica,sendo que, destas vagas 75% são para negros.
Serão tambem acrescidas duas vagas por cursos para Indios reconhecidos pela Funai.
Isso significa que de 40 vagas 20 estão reservadas para o grupo que optar pela reserva de vagas e comprovar a origem.
Só que 15 sáo para negros e 5 para quaisquer outras declarações.De certa forma continua sendo injusto pois o número de vagas são desiguais, mas já é um grande passo para ter nossos direitos reconhecidos.
Esta luta não para por aqui, a desigualdade e o preconceito estão muito presentes em nossas vidas, mas a união rompe quaisquer preconceito.

Luara Tupinambá
kaly.18@hotmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É, os governantes do nosso país continua tentando “tapar o Sol com a peneira”
    essas pessoas tem que ter a conciencia de que (NÓS INDIGENAIS LUTAMOS POR
    IGUALDADE, E NÃO PR MINIMIZAR AS COISAS Q CONTINUA A ACONTECER EM NOSSO PAÍS)contra
    nós indios, não sou contra as “COTAS” mas penso eu q os parentes q representa suas aldeias
    no FORUM DE EDUCAÇÃO, deveriam lutar para q as ESCOLAS INDIGENAS PUDESSE RECEBER UM CURSINHO PRÉ-VESTIBULAR
    DESTINADOS PARA OS PARENTES Q MORAM DISTANTE DA CIDADE E NÃO TEM COMO SE QUALIFICAR PARA COMPETIR COM OUTROS
    PARENTES Q TEVE ACESSO A UM ENSINO DE QUALIDADE NO SEU COLEGIAL E TEM ACESSO AO CURSINHO UNIVERSIDADE PARA TDS,
    POIS OS MESMO MORAM NA CIDADE.
    Penso eu que essa discursão é muito ampla e poderiamos explorar numa reunião dentro do nosso CHAT , coordenador
    do CHAT, pense bem sobre esse questão, EDUCAÇÃO ESCOLAR INDIGENA E INDIOS NAS UNIVERSIDADES, vamos propor um debate para q tds possamos, fortalecer nossa educação e nossa luta para q possamos oculpar os espaços q é nosso
    por DIREITO de nosso POVO.

    awere..

  2. Olá parente tambem sinto tristeza de saber que somos um povo que temos uma bonita cultura´´ que todas nações sempre querem aprenderem um pouco dos nossos valores e no entanto somos esquecidos que temos os mesmos direitos não sabemos por que tanta discriminação espero em DEUS que os governantes olhem pra nos com ocoração cheio de amor e diga que temos o mesmos direitos mas assim parabenizo aquele que nos deu este pequeno direito de chegarmos a esta universidade a nossa luta e de um dia vencermos com este preconceito terrivel que vem aniquilando o nosso povo.Sentimos que essas gentes acham que nos não temos capacidade de qualificarmos para dias melhores. maya04/07/07

  3. Acho otimo marcar esses CHATs para discutir esses temas!
    Concordo que ainda a coisa nao esta muito certa mas que houve uma grande melhora..entao aproveitar 5 vagas com indigenas comprometidos em cada CURSO será genial.
    Confieso, que fico tambem procupado, porque muitos indigenas recebem apoio da FUNAI para estudar na UNIVERSIDADE mas quase nunca voltam nas aldeias…enquanto tem outro, que me parecem mais comprometidos, serios, compromissados, que nao recebem o apoio da FUNAI.
    Fico triste em saber, que aconetce do dinheiro publico, do dinheiro da FUNAI estar BANCANDO INDIOS que nao só nao se preocupam pela sua comunidade, pior ainda as vezes a FUNAI paga a UNIVERSIDADE e os caras nem vao.
    Outra coisa que nao entendo porque alguns que estudam em CUBA tem aviao uma ou duas vezes por ano e outros nao tem nada. A IGUALDADE tem que ser praticada em todas as instancias!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here