Caros companheiros, no dia 2001/2007 o vice-cacique da aldeia Bahetá do povo Pataxó Hã hãhã do municipio de Itaju do Colônia Acides Filho o (Piba) e comunidade fizeram uma retomada na região da Serra da Fartura. Indignados com o fazendeiro por apelido “Marco Ruim” na fazenda Santo Antonio por ter ordenado os seus capangas , um secador e uma barcaça ainda quando a gente estava em retomada na região da Serra das Alegrias no ano passado, a policia federal foi até o local fez o levantamento de tudo que aconteceu naquele lugar e até hoje nada foi resolvido.
Depois disso tudo, o Marco Antonio proibiu os indios passar pela estrada de sua fazenda que dar acesso aos indigenas a aldeia por tres vezes, outra vez a policia federal foi ao local acompanhada do administrador da FUNAI a fim de apaziguar toda situação e o fazendeiro prometeu aos agentes que iria deixar os indios em paz. mas não cumpriu coma sua palavra, então a comunidade revoltada com toda essa situação resolveram fazer uma retomada, a policia federal de Ilheus foi avisada do fato ocorrido e a administração regional de Ilhéus pediu que a policia fosse no local, mas não foram e no dia 27/01/2007 30 homens aproximadamente invadiram o local dando varios tiros baleando o vice-cacique na perna esquerda e fazendo varios indios de refens.
O delegado da policia federal de Ilhéus foi até o local e disse que não viu ninguem por lá a não ser tres vaqueiros, estamos preocupados com os nossos parentes que estão sobre o poder dos pistoleiros a mando do fazendeiro Marco Antonio e pior ainda com a revolta da comunidade Pataxó Hã hã hãe, pois na decada de 90 perdemos um parente assim, os capangas sequestraram o índio por nome Djalma e depois de oito dias a propria policia que foram na localidade a procura do indigena por varias vezes encontrou todo desfigurado. Peço aos companheiros e autoridades que tome as providencias cabiveis, pois tememos o pior, são 12 pessoas que estão em poder dos pistoleiros desde ontem as 06:00 da manhã.
Atenciosamnte:
Reginaldo Ramos dos Santos
Presidente do Conselho de Lideranças do Sul da Bahia

O conselho de lideranças indígenas do Sul Bahia esteve reunido na aldeia Caramuru Catarina Paraguaçu no município de Pau-Brasil, durante os dias 23 e 24 de janeiro de 2007.

Segunda reunião do conselho de liderança indígena do sul da Bahia

Nesta reunião marcaram presença os caciques (Ilza Pataxó Hãhãhãe, Nailton Muniz Pataxó Hãhãhãe, Alicio Tupinambá de Olivença, Valdelice Amaral Tupinambá de Olivença), e Lideranças tradicionais, o presidente do conselho de lideranças Indígena do Sul da Bahia ( Reginaldo Ramos),CIMI,( Conselho Indigenista Missionário) Apoinme(Articulação e Organização dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo).

“Esta reunião tem o objetivo de discutir os assuntos da nossa organização para juntos realizarmos um programa de planejamento para nossa comunidade.
Além disso, relatamos a falta de apoio da Funasa com a saúde indígena e a FUNAI não tem nos assistidos como deveria.
Esta “reunião nos dará a possibilidade de debate e planejamento e organização do povo indígena do sul da Bahia.”
Reginaldo Ramos.

Esta entrevista partiu de Yonana Pataxó Hãhãhãe com Reginaldo Ramos Pataxó Hãhãhãe
yonana@indiosonline.org.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A situação que estamos passando é muito constrangedora, há muito anos que nós vimos sofrendo pelas mãos dos fazendeiros, muito do nosso povo morreram por causa destes homens que tomaram o nosso direito das nossas terras além de assassinar nossas lideranças que morreram a defesas desse chão, que ainda vem massacrando os que estão resistindo na luta, pedimos às autoridades que nós ajudamos a resolver a nossa questão, e aqueles que apóiam a causa indígena a resolver esta situação.

    Chega de massacre e sangue que tanto corre pra conquistar este chão.

    Yonana Pataxó Hãhãhãe

  2. por mais dicicultoso seja essa dura realidade,que nós indigenas. Não devemos nunca jamais abaixar nossas cabeças a essas injustiças , não só indigenistas mas “humanisticas”, parabéns pela coragem e pela matéria.

  3. sou estudante da 4 serie e tenho muita vontade de conhecer todos os problema dos indios.
    vou estudar muito e um dia vou ajudar todos eles.
    vc pode me ajudar me mandando informações, de se existe alguma ong que protege os indios aqui na bahia, se existe demarcação, posso visita-los?
    por favor me ajude

    bruna

  4. e ai meu amigo regi blz cm vc eu estava procurando indos da bahia e le achei vc fiquei
    muito grato te achado vc e quero saber seu imeil ok um abraço do seu amigo pabinho de pau brasil…se cuida fica cm deus

  5. YONANA, infelizmente esta é a nossa nua e crua realidade. Os tupinambas como todos os demais indios, sofrem o mesmo descaso, e eu particularmente culpo o Ministerio publico e FUNAI e talvez por ser governados pelo homem branco. creio que se os indios preparados é claro, administrassem a FUNAI sertamente seria outra situação. Hoje temos um presidente que governa para o pobre de forma louvavel e isso certamente por ter sido um homem pobre que cresceu degrau por degrau até governar o pais e levando boas ideias e bons resultados ao mundo.
    Sou uma india ainda mais descriminada que os demais, pois meus antepassados foram usadas como escrava do lar do homem branco e com essa mistura, infelizmente tenho a cor manchada pela cor clara dos invasores, porem luto pelo meu direito e junto aos tupinambas do vale estamos resgatando as nossas terras e a nossa cultura, ainda com derramamento de sangue e torturas pelo grilheiros e pistoleiros, mas com coragem.
    PRECISAMOS NOS UNIR MELHOR, SABEMOS QUE UM POVO UNIDO COM UM OBJETIVO, NEM O EXERCITO DERROTA.
    SAUDAÇÕES TUPINAMBÁ.
    CLEIDES MIRANDA.

  6. QUERIDOS E AMADOS IRMÃOS!NÃO FAÇO PARTE CONTINUA NA ALDEIA BAHETA EM ITAJÚ DO COLÔNIA,MAIS A MINHA GENEOLOGIA VEM DE LÁ .TENHO PARTICIPADO DE ALGUMAS REUNIÕES NÃO FORMAIS ONDE OS INDIOS TEM EXPRESSADOS AS SUAS INDGNAÇÕES,SOFRIMENTOS E REVOLTAS POR PARTE DOS ORGÃOS RESPONSAVEIS (FUNAI-FUNASA).
    ALDEIA BAHETÁ ,UMA COMUNIDADE SOFRIDA E SEM RECURSOS FINANCEIROS PARA A SUA DIMINISTRÇÃO FAMILIAR,ONDE AS PESSOAS BUSCAM RECURSOS PRÓPIOS EM OUTROS ESTADOS SENDO ESCRAVISADOS POR INDÚSTRIS OU EM PRESAS PRIVADAS.
    AMIGOS GOVERNANTES!DESDE JÁ EU SOLICÍTO EM NOME DE JESUS ,QUE OS SENHOR TENHAN UMA ATENÇAO ESPECIAL E QUE SEJA O FOCO ESSAS ETNÍAS TÃO SOFRIDA E CARENTE.

  7. Eu procuro Carmosino Gomes dos santos, Filho de Daniel José dos Santos, e Jertrudes Gomes da Soledade, nos familia aviu ele em 1989, ele moravam em Ilheus no bairro malhado tem duas filhas, e sua esposa chama nete, sabemos por colega que ele teria falecido, Mas nós não acreditamos que ele faleceu queremos saber por que a sua esposa nus procurou, porfavor entre em cotato pelo telefone 11 4069-1303 urgente, sendo que ela sabe a onde nós em contar. Vocêis air na Bahi eu gostaria muito que vocêis me a Judace eu em contrar meu Irmão porfavor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here