Ritual do Toré
Ritual do Toré

 

 

O povo Potiguara é um dos povos mais guerreiros do litoral nordestino, prova disso é que fomos os únicos indígenas a resistir e permanecer na Paraíba e durante muitos anos foi assim. Atualmente também contamos com os Tabajara que estão revitalizando sua história e origem aqui no nosso estado tendo total apoio do nosso povo nessa luta que sabemos não ser fácil.

 

 Potiguara na língua Tupi Antigo significa “Comedores de Camarão”, alimento que faz parte das nossas mesas e é admirado por muitos.

Nossas aldeias estão situadas entre os municípios de Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto no litoral norte paraibano. É um território repleto de riquezas naturais que encantam a todos.

Rio da aldeia Tracoeira
Rio da aldeia Tracoeira Canhões históricos na aldeia Forte Canhões históricos na aldeia Forte

Apesar do grande contato com a sociedade envolvente existe um esforço da comunidade para mantermos a cultura e tradição de nossos ancestrais viva e passá-la adiante para nossas crianças. Temos também o intuito de mostrar para os visitantes que chegam a nossa área a verdadeira “cara” do índio paraibano desmistificando o estereotipo que eles fazem de nós. 

Canhões históricos na aldeia Forte
Canhões históricos na aldeia Forte

Nossas escolas estão trabalhando na revitalização da língua Tupi Antigo, também repassando para nossos pequenos toda a cultura que nosso povo carrega ao longo de mais de quinhentos anos de história.

Mas apesar de tudo não vivemos em um paraíso sem problemas, já sofremos e continuamos a sofrer muito com a invasão de nossa área para plantação de cana-de-açúcar onde os grandes latifundiários usam de nossa riqueza em beneficio próprio.

Somos guerreiros e lutamos para defender nossas terras tradicionais e permanecemos incansáveis para garantir nossos direitos e trazer qualidade de vida para nosso povo.

‘Ybotyra Porang-Raissa Potiguara

Irembé- Jaqueline Potiguara

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Irembé Potiguara Pedagoga e acadêmica do curso de Direito na UFPB, professora de Tupi Antigo... Militante indígena... Nossa voz nunca será silenciada!!!!

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito bacana a reportagem de vcs : Raissa e Irembé ,prática , explicativa , traz um retrato atual da sociedade Potiguara , e desmistifica o esteriótipo do indio com feições amazônicas . Seria muito interessante se todos os brasileiros tivessem acesso a visitas monitoradas a áreas indígenas , conhecer melhor para aprender e respeitar as diversidades , e até mesmo para professores se atualizarem no assunto. Excelente , Parabéns !!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here