O mesmo pensou, e foi falar com o chefe do posto de Pankararu, que na época era “Decidanto” que precisava de uma parte de terra, para fazer uma horta e plantar legumes e verduras, para que seus alunos se alimentassem melhor, o chefe aceitou. Ele fez a horta, mais não demorou muito tempo, vendo que estava dando certo, o índio Ramos, como era conhecido na aldeia, foi até o chefe, com a mesma proposta do professor Guedes, pois ele queria também fazer uma horta, o chefe aceitou, Ramos começou a fazer a horta, só que era com intuito para uso seu e de sua família, a horta. Outros índios vendo aquilo muito favorável, também resolveram a brigar, por um pedaço de terra, para fazer hortas também. Manuel Calunga e João Rita, vendo o entusiasmo de todos para plantarem na naquele local, resolveram a pegar parte da horta para si, daí começaram plantar pés de coqueiros, mangueiras e etc.
Só o professor Agenor Guedes que pensou nos alunos, e plantou legumes e verduras com o objetivo de melhora a alimentação dos alunos, só que hoje não plantamos mais, legumes nem verduras no local, só existe pés de coqueiros e mangueiras, e por esse motivo se originando assim o nome de horta.

Ervely
E-mail: ervelypank@yahoo.com.br

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. OLÁ amiga ervely a sua materia esta muito otima contunue sempre pq essa materia esta 10(dez)pq só assim sabemos como começou a verdadeira historia da horta.um abraço meuripank!!!

  2. parabens sua materia esta ótima,o que Agenor fez é um bom exemplo para aqueles que so pessam em si, para eles não existe mais ninguem no mundo, só eles e sua familia e nada mais.para um ser ter dignidade precisa de compreessão e colaboração!!!!!

    abraços de juliana pankararu

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here