Como sempre tudo para os povos indigenas não é facil!Vejamos nunca antes neste pais o governo Brasileiro foi tão displicente com os povos indigenas como neste momento e fazem uma media afirmando estar conciente e que hoje existe politicas publicas para os povos indigenas, eu vejo que não é isso tudo não caros parentes indigenas e não indigenas, o Ministro da Cultura Gilberto Gil em sua permanencia na abertura da Campus Party 2008 em São Paulo(Capital) 11/02,


Campus Party Brasil 2008.
Ministro da cultura Gilberto Gil e recebido por Marcelo Branco na Campus Party Brasil 2008. O prefeito de Sao Paulo Gilberto Kassab tambem comparece e juntos todos participam da abertura oficial do evento.
Fotos: Fernando Cavalcanti

se mostrou muito a vontade com os jovens, com a qualidade do evento e com os resultados dos telecentros em todo o Brasil, pontos de culturas e as politicas publicas do software livre em discursso perante a centenas de participantes.

Mas há desconteto por parte dos telecentros e pontos de cultura a maioria estão com equipamentos desatualizados na questão de hardware, veja se não fosse o jeitinho brasileiro deste lutadores da inclusão digital nada estaria mais funcionando poucas maquina para muita demanda, banda de internet baixa provida pelo GESAC.

Muitas aldeias ainda não foram beneficiado com o direito de estar conectada, utilzar softwares lives ou pelo menos usar um computador offline.


Fotos: Fernando Cavalcanti

Anapuaka Muniz Pataxó Hã-hã-hãe ( na Campus Party 2008- São Paulo)
anapuaka@indiosonline.org.br
Indios On Line

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito bem meu parente Anapuaka, sou uns dos conhecedores das dificuldades que vc encoutrou para estrar presente a esse evento, pois os poderes publicos não fizeram muita questão de teram nós indigenas nesse evento, e ontem deu se a entende entre “”, que esse evento só é para jovens brancos e europeus, e o reporter se espantou de entrevistar um jovem negro Bahiano. E a questão das conexão dos povos indigenas, contratos e parcerias foram formados mas isso ate´os dias de hoje não sairam do papel, e se cobramos somos tachados como chatos.
    Mas é isso mesmo, temos que ser percistente, e parabens meu parente e obrigado por expor nosso nome ai no Camopus Party.

  2. Apesar de todas as dificuldades, parabéns!!!!
    Vc está mostrando a nossa força participando desse evento que como deu para perceber
    e Alex até comentou foi programado para jovens “brancos”.
    Tb foi o que eu vi na entrevista da rede Globo sobre esse evento, mas tb o que poderiamos esperar dela
    não é verdade???? Nunca mostra nosso lado!
    Espero que esteja aproveitando ao máximo pois após tantas dificuldades é o mínimo que esperamos.
    Abraço e força na luta!!!!!!

  3. Oi, Anapuaka

    Concordo com vc em parte!
    Até pq nunca vi neste país nenhum governo pensar em cultura como este pensa e faz acontecer…(poderia fazer mais??? Sim, e deveria …mas não faz e pq não faz eu reclamo e perco tempo de fazer a hora acontecer!???)

    Cá entre nós, muito cá entre nós….sabemos que os pontos de cultura dos quais somos mais próximos, poderiam e deveriam funcionar com mais atividades ON LINE, de forma a justificar com maior afinco o espaço virtual aberto e o gasto de dinheiro público!

    Cá entre nós e muito cá entre nós…sabemos que as mudanças são históricas e ha uns anos atrás jamais pensaríamos na possibilidade de uma aldeia indígena ter um computador. Pasme vc, se eu disser que em grandes empresas, funcionários tbm tem q dar o “jeitinho brasileiro”, para fazer computadores funcionarem…mas, acho q vc sabe disso, pois pelo que me lembro, vc trabalhou ou ainda trabalha com manutenção de micro.
    Vc realmente acha que além de bancar o ponto de cultura o governo bancaria manutenção? Sejamos realistas, amigo!

    Penso que deveríamos nos preocupar com o pleno funcionamento de um espaço virtual com eventos culturais de construção do pensamento crítico…tal qual eu e vc fizemos aqui ha pouco tempo atrás!
    Não basta que venha um ser iluminado de lá da Argentina e busque de forma exaustiva fazer valer um direito de todos…é necessário que façamos por merecer.
    Ha pouquíssimos dias, recebemos uma visita que poderia ser o começo de um novo caminho mas não foi…e não foi, pq ainda nos prendemos a picuinhas de xingar o governo e falar mal sem olohar para o nosso próprio rabo!
    Todas as oportunidades da vida devem ser aproveitadas ao máximo, senão… se perde o barco e a vida passa e continuaremos reclamando sem nada ser feito!
    Posso lhe ensinar a pescar mas quem terá que jogar o anzól é vc!
    Quem terá que comprar outra linha, caso esta arrebente, é vc!
    Se não tiver grana ainda…posso tentar ajudar mais uma vez mas use seu tempo para pegar peixes e não para reclamar da linha arrebentada!
    Fazer acontecer é a chave!
    Não depende do governo, não depende de Sebastian, não depende de mim e nem de vc e nem de Alex.
    Depende do todo!
    Pense nisso!
    Um abraço,
    Juliani

  4. AJDHAIUFCBBHGUHFNJKB NGFUIBN NVUIHGBN VM,NBIGJVKBNFJ JFKBGJHFB JCFKNJKVNDCJNV VJCKHFHDHFKJKDVFJDIO OJDIOHUIXVBNDIR UIFHNIUVVFIHUGUINV IUHFN VFIOUYG UBIFHNUHF UIN UBIFYNGBO UCXDIVGHN UICDYVIUN HDFUIGHU FNDJZM VIDKUN UDHVUESDBSC JFNDHU JGZ,MC,FDNGJFGB VJHFJBHUIDSE SJ CIDGDFHUGVYB UDHFUISDHIFNDSU GHRUIB VFRGYD YUVTFYUGYU BYUD VCYDUGFY GCDSYUFU CVDYGDGFUIDSUYFID GUDEB IDFGDUYGFYUVGUY UYDG FUYDGUYF YUEFUYDGYF YUDGF UDSVFBGDUYB IACIFSUFDHVFDYG VBD FYD FGYEB FDUY FUVGYUF BH DSYUGFGBDUH XVJIDNLCS IH UIDHSFGYUSDBV JIYHF BIOJDZV DUHFUUY YGDYIVGB HDBUIHD SUIFOVUYB DGYYUDGFUYD GYY YDOFUDI DOFUHSIFH FIDSHFI S DFIUHSDUHF YDGFUYDGVUFES DEFUIPDSHFDHF USDIFYDUIHFUID FDSFD SFHDUHFUDHFHV UDEVUYVGDY HBVDHGVYHDVFVHDSUIFHDH CIUXDHVUHUXDBVB HDINVI DUHFDOHUFHG IFHGFH UIGSDCJ SDINFUD HUSAUIA CFAIDUFI UHEA HFBDNG VGCYUDFGIV UCDUYGSEFGB UXVYDU BVYGFUB GXZYUBDI FVUY G YVUGF VBHDFBVY SAGEFCSB CFSOAHFIUDHSYFBHJ VDTGYUFGDHZB CFDSY7TFUD VUYGF YGDUYGFUYDG UFIDGFIYUDG UIFYTUSY DUYF DY FOIA8HUDFGDAFB DYUGFYUGDS IFEDFUYGDUYF SYFIASUAIYF DFTYD GYSGFS DSUTDYUSAGFU ASIF ADUYFUTRAW WGAYUT SAFHSD GS7Y FT FHB SEFSDUUDG AOAF YUGYUFOGASYGSFRW JHCFSAWNFUAUYSFB IUDYGFUISAY IFUYSAFIYSUFGSUYFTSYTFS YFUBSTFTS UYFTYUSAYFGSAF SIUFGSIUYGFUSY UYSGUGFYUASGF UYSGAFYU SAIFUYISA SYTYAUTFYFYGSIF S FISAUFYGSUYAGFSG PFASIFSAYF OAF AUYFIUYASUYFS U UAYF OYOUFYS OFSIUOUIYFU SUYASUOFYSYF SFYSIAUYFUISAFY S AYFUSY AOUFYSOS YSIUAYFUSYA OF SFSO AUFYOSUFGUA FTSUIGYFSUF IFSTUFYGUASYGF UYFUASGFY UA5SUIR S7DFE766RYAUGFIU AYUFTEAUTFIEFG YSDFYAFUDTE7GN 8W7ABV EYR78 EYN7B7YR78E BFSYUDFBISU AHUIGHEUIGESB SFUYET EU EIUNNUHFSDUF VJURINIUFVFJDN RIOUENYGIVF DIRJTIERJNGJV MJGIRDGI BIFHIUGJDHF7HEN VUIRHFRBF kmoidrgj iuiufhyg uidhfH VIUCH UHFDIUGFIUDHGNFUIGUIFDHOGIU IUF HGOIUDFHOG FHFUGIHFD UIGHFH GIUGHIU FH GFDGHDGFDHGUHFUHF FIUGHUIHDGFv sdkkjfm dijvbfoid bfdhhb fvbcfdhg fhghf bfduighfgn fh ighfdng fdiughfv dhgjf fhgiudhiughfiughifh giuf gu fhgihf gf gfidhduhgiu fhgiufhdhgiupd ghdfiguhfoud odaghzoiuvd gsuih jfjdhfuishgudh siughd

    essaa éh a palavra indigena deixada para noiis se intende intendeu se nao vaii toma noo cúuu ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here