Ola,
Meu nome é Edna, sou uma índia Truká, vivemos na Ilha de Assunção, localizada no município de Cabrobó-PE.
Gostaria de contar uma História , uma lição que a FUNAI, me deu..

Correndo Apuros ou não! me ensinam a sempre dizer SIMMMMMMM

Há 4 anos, passando apuros pra conseguir prestar vestibular de medicina , correndo atrás de doações de bolsas pra fazer cursinhos e não conseguir entrar na Faculdade, mesmo assim, voltando pra aldeia com um sentimento de perda, por achar ter decepcionado meu povo, por não ter conseguido passar nos vestibulares, meu povo me reergueu, encaminhou inúmeros documentos de pedido de apoio pra eu fazer medicina, fomos abençoada pelo pai Tupã, nossa mãe Tamain e os Encanto de Luz ao ser contemplada com uma bolsa do Governo Cubano, na ELAM , passando por angustias pra conseguir em menos de uma semana providenciar toda documentação solicitada, entre eles exames caríssimos como, HIV, passar por um medico especialista pra me dar um atestado de sanidade física e mental, todos pagos, pois não dava tempo de esperar a FUNASA, passaporte e outros, me veio uma respiração aliviada de ter conseguido enviar tudo ao tempo exigido, porém ainda não tinha acabado, com uma semana depois a embaixada marcou a entrevista de aprovação total, eu muito fragilizada psicologicamente, com medo de deixar fugir essa oportunidade, precisaria me sair bem pra conquistar a bolsa definitivamente. Muitas dificuldades passei pra conseguir sair da aldeia e chegar a Recife, de carona até Pesqueira/Recife e cheguei! Apuros somado com aflição ao chegar e saber que a FUNAI tinha acabado de entrar de Greve, eu não queria acreditar, então penei, penei sem conseguir dinheiro pra ir a embaixada, via a cada segundo minha vida, meu sonho, o futuro do meu povo escapar, faltando um dia pra entrevista eu ainda sem conseguir apoio pra viajar, minha entrevista marcada pro dia 25 às 8h da manhã, dia 24 ao meio dia, ainda nada! 1h e eu sem almoçar ligando pro cacique sem saber o que fazer, mais uma vez Tupã me abençôo, as 4h embarco pra Brasília. No avião pensava como ia e pra onde eu ia. Graças a meu povo, eu tenho parceiros, amigos, no dia 25 estou eu lá na embaixada Cubana com mais 15 que também iam fazer a entrevista, naquele data. Cada um com suas experiências de vida, de luta, de 8h eu fui chamada as 15h, já não agüentava de tanta fome, fiz uma redação, respondi uns questionários, fui pra uma sala onde estava Maria Antonia- Conselheira da Embaixada e Psicóloga e um Professor da ELAM. Eles me perguntavam tudo em espanhol, respirei forte, pedi força aos encantos das águas, das matas e fui iluminada, pois passei mais tempo q todos os outros e pude expressar meus sentimentos e o do meu povo para com esse objetivo.Fiquei hospedada num centro religioso, anexo da CNBB, mais uma vez contei com esse parceiro pra me ajudarem, apuros de novo pra conseguir passagem de volta, e de novo quem me ajudou? TUPÃ! Na sexta peguei o AVIÃO de volta a Recife e fiz a mesma peregrinação de carona em carona, até chegar na aldeia, mas não parava por ai, eu fiz a entrevista, mas precisava do resultado, se tinha sido aprovada ou não, a embaixada informou que só daqui a 15 dias ou um mês. Foram os dias mais longos da minha vida, noites e noites debruçada nos livros, estudando espanhol e a cultura Cubana pra relaxar, mas não adiantava. Perante o povo, as lideranças, eu disfarçava, que estava tranqüila, mais em casa sozinha o que vinha em mente era a experiência vivida em Recife. Em nossos rituais eu falava com os encantos e pedia mais uma vez sua intervenção, com 25 dias, recebo msg de amigos dizendo que tinham passado na entrevistas, outros dizendo que não tinham conseguido. Como não tinha dinheiro, nem como ligar para embaixada pra saber de mim, pedi a uma amiga que fez a entrevista comigo, ligar! a Carol me deu a tão esperada noticia que eu tb tinha passado, ufaaaaaaaaaa não me contive, em lágrimas reinei aaaaaaaa tupãaaaaaa, reinei aos apuros!!!!!!!! Aos apuros e aflições, Reinei como nunca tinha reinado.
Tudo isso eu fiz sem ajuda da FUNAI, pois entendia o processo de greve, respeitei e tinha a confiança de que eu iria precisar na frente dela e ela não iria me desamparar. Nunca fomos beneficiados pela FUNAI, há não alguns funcionários, que temos como amigos, só pelo fato de darem atenção e de realmente pensar na questão indígena independente de ser funcionário da FUNAI ou não. Solicitei a empresa um orçamento, fui a Recife, encaminhamos a CGE/FUNAI/ Brasília, exatamente pra vocês. Com menos de três dias soube da resposta em um documento enviado a Regional negando meu pedido ou melhor negando a esperança de 4.200 índios. Recife enviou pro Chefe de Posto, o Florentino, eu sinto muito mais nem vou pegá-lo, não quero ter esse documento em mãos, por considerar muitos que fazem esse Órgão, do qual sempre achei que contribuiriam com o meu sucesso, com o projeto de Futuro do povo Truká. Eu enquanto jovem. tenho um longo caminho na luta do meu povo, posso garanti uma coisa a FUNAI: eu posso deixar de ir a CUBA, por causa de 2.500,00 do qual minha família não dispõe e a FUNAI me negou, se o Deus lá em cima permitir é claro, nele eu confio cegamente de que valeram minhas lagrimas derramada por não ter vencido, do que a covardia de não ter lutado, coisa que nesse mundo ai, poucos conhecem. Minha luta continua, meu povo continua, minha concepção vai continuar em querer construir com meu povo um Projeto de saúde que respeite nossos mais velhos, que valorizem nossas tradições, o poder das ervas, enfim, um projeto onde possamos ser livres e autônomos.
Bom isso pode não ter nenhum sentido, nem importância, nem sei se vão ler esse e-mail, ou vão apagar sem se importar com o teor dele ou com quem escreve, assim como fizeram com o documento que receberam, mas eu queria dizer que eu sei que vou conseguir, porque tem uma coisa que aprendi com a luta. Nem conheci o líder XICÃO, mas seus ensinamentos estão plantados e como dizia o próprio; “ Em cima do medo, Coragem” e Che Guevara “Hasta Lá Victória Siempre”. Eu vou a Cuba. Acredito nas matas, no rio, na caatinga, no terreiro, no maracá, acredito na minha origem, no sangue que levo nas veias, e tem mais , embora, em nosso país a frase que diz: filho de peixe, peixinho é, traduza uma realidade na qual o filho de trabalhador nunca vai chegar a ser um doutor, porque o filho do doutor estuda em magníficas escolas particulares, com toda bibliografia e ambiente de estudo pra se preparar pro vestibular e ganhar um carro ao ser aprovado; enquanto eu, estudei toda minha vida numa escola pública, absorvendo o sucateamento do ensino, esse não é real motivo de ir a Cuba. Mas sim, porque a concepção de saúde, a medicina desse povo se alinha as necessidades do meu povo, até mesmo porque nós já trabalhamos com a prevenção na aldeia, a cultura do povo na ciência e na própria medicina tradicional é preventiva as doenças.
Então, eu vejo que essa é uma valiosa oportunidade e de suma importância para o povo Truká, e pro país como um todo, porque eu saio do povo já politicamente formada de que , não vou me formar pra ganhar muito dinheiro, descobrir curas, ficar famosa e construir um baita hospital particular, porque isso foge da valorização da historia do meu povo, foge dos princípios com uma visão capitalista e nem a medicina em Cuba tem esse perfil de especializar profissionais que vendam saúde.
Nós enquanto jovens, futuro do povo, do país e do mundo, somos também a ponte de mudança, alternativas pra solucionarmos o que não tem dado certo, somos responsáveis também de promover a inclusão social no acesso a saúde, e assim fazer com que muitos países se espelhem no governo Cubano, na sensibilidade de partilhar suas experiências para o mundo.

Pena que a FUNAI, não tem essa sensibilidade de romper com suas próprias burocracias de fazer parte desse processo de construção.

Sob a proteção de Tupã e nos Encanto de luz me despeço

Edna Bezerra Pajeú
Índia Truká
ednatruka@hotmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

29 COMENTÁRIOS

  1. Salve o nosso Deus Tupã!!!

    Cara parente e amiga Edna, sou muito sincera quando vos digo que o seu texto muito me emocionou e muito aguçou a minha revolta e inquietude parente ao órgão “FUNAI”.
    Mas saiba que algo é muito mais valioso que um “Não” de um orgão que se diz apto a dar assistência ao índio: o seu ESPIRITO GUERREIRO!As provações, as lagrimas, as injustiças e principalmente a Luta, nos engrandece.
    Avante neste teu sonho que percebo em suas palavras não ser só seu, mas ser nosso, das Nações indígenas como um todo, porém em especial claro ao seu povo Truká.
    Quero que conte comigo para o que precisar,pois assim como você estou na labuta pela nossa inclusão social. Estou longe do meu habitat fazendo o curso de psicologia com a minha cabeça centrada nos beneficios que posso trazer aos nossos parentes através deste curso.
    E lhe digo com toda convicção: O que tiver que ser seu, Tupã há de lhe dar…Ainda mais quando ele a observa e vê o quanto tú é determinada, esforçada, humana e voltada a suas raízes!
    AVANTE MINHA AMIGA!!!
    Muita força, paz e Luz de Tupã…

  2. é isso ai minha prima, a resposta maior a todos q pensam q vc não chegará lá, será sua volta daqui a 6 anos, ficamos orgulhosos do povo indígena, dos jovens indígenas do nosso país. que sua luta sirva de exemplo pra nós não indios que na maioria das vezes deixamos de enchergar o espirito de luta, de garra de perseverança e de fè que vcs tem, vc particulamente vive no meu coração e q sorte te-la como prima.

    Amo vc, paz e luz a esse site, que faz um trabalho belissimo e importantissimo.

    Neuris

    Petrolina-PE

  3. Cara companheira Edna Truká,emocionei muito em conhecer sua história,garra e determinacão e principalmente por estar convicta de que uma vez sendo médica irá lutar por uma saúde de qualidade para o seu povo.Lute e nao desista pelo sonho que nao é tao somente seu mais é de seu povo e certamente também é nosso, índios e índias de todo o Brasil,pois o índios é irmao do outro e compartimo os mesmos sofrimento.Sou Edvaldo Pataxó Hã Hã Hãe e estudo medicina em Cuba e no momento estou aqui no Brasil de férias.No final de agosto retorno a Cuba para cursar o último ano da carrera,o 6ºano.Busque ajuda na comunidade ou até mesmo com alguma entidade que apóia a questão indígena.Na minha comunidade as vezes fazem vaquinha para conseguir dinheiro.Nao se deixe render diante das dificuldades e quero te ver em Cuba estudando medicina.Afinal o nosso povo tb precisa de uma átendimento de saúde de qualidade e diferenciado,pois quem sabe do sofrimento dos índios sao os própios indios. Te desejo sorte.Edvaldo

  4. Edna, sinceramente me emocionei lendo e analisando essa bela e rica matéria com conteudo claro e objetivo, que expressa sua luta e indignação com os orgãos governamentais de apoio ao índio, conhecendo um pouco dos seus objetivos e sabendo que não será facil realizar este sonho, e que entendo perfeitamente suas dificuldades, sugiro a você que lance nas Comunidades voltadas ao índio na internet,que não são poucas, inclusive nesse mesmo espaço tão importante para os indios, um apelo para levantar esses valores que faltam para para que possa bancar sua viagem e realizar seu sonho de ingressar na universidade.

    Conte sempre comigo
    Jair Andreato

  5. É uma vergonha esse Orgão FUNAI, nãop tem dinheiro pra infestir numa india comprometida como Edna, mais tem dinehiro pra passear de avião pelo mundo afora, que diga o TRIBUNAL DE CONTAS, qie está na sdua cola investigando.

    Vai em Frente menina vc vai conseguir, parabêns por tá nos dando essa lição de força. Parabêns ao povo Truká pelos seus Jovens.

    Thamine
    Cabrobó-PE

  6. Bem, eu sou amigo da Edna, e também fui selecionado pra cursar medicina em cuba. Sou leigo em questões indígenas do nosso país, mais pelo que sei é de obrigação e dever da FUNAI ajudar os índios em questões como essa, a Edna não tem condições financeiras de arcar com essa passagem, mais tenho certeza de que FUNAI tem esse dinheiro, pode até não ajudar, mais não é por não ter e sim por não querer ajudar essa índia guerreira, que sabe o que quer da vida e tem forças para lutar. Termino aqui o meu comentário com uma profunda tristeza de saber que, mesmo o nosso país estando no rumo certo, ainda existem verdadeiras injustiças como essa!!!
    Edna,eu sei que mesmo sem a ajuda da FUNAI você vai conseguir essas passagens, porque lá em cima existe uma força maior que te protege, um forte abraço!!!

  7. Eu acredito na sua força ! e sei q vai manda ver lá em CUBA, afinal tá pra nascer alguem e algo pra pô medo em vc, só o seu DEUS, como chamam o tupã pode te impedir, coisa q ele nunca quis e nós queremos te ver lançar vôos.
    Em frente sempre okkkkkkkkkkkkk

    Ahhhhh FUNAI!!!! deveriam sentir orgulho de finaciar alguem tão comprometida com a causa do seu povo e dos outros tb, perderam uma grande oportunidade de gasta o dinheiro mais honesto de todos seus investimentos, se é q algun dia fizerm algum! ah lebrei desde dos mais recentes o seu Presidente não parou de viajar pra suiça, alemanha, frança ….. ufaaaaa trabalhou pacas em pro das comunidades.

    Parabêns FUNAI!!!!!!

    Flagy

  8. é isso que força de vontadde minha parente…
    se todos unirem forças e jogarem na mão de tupá, nós chegaremos lá…
    nunca desista…. avante parente.
    thyrry pataxó hahahae.

  9. Vc sabe que torço por vc e sabe que este espaço aqui é de vcs para gritar ao mundo que existem e que merecem respeito!
    Doutora, seja em CUBA ou em qualquer lugar do mundo, lute pelo seu sonho!

    Um grande abraço e conte conosco!

  10. Meus parabéns, Edna pelo seu esforço e dignidade, no nosso mundo, que dizem globalizado, poucos assumem com tanta dedicação um postura tão ética e humana perante os seus semelhantes. Pode acreditar que existe um Deus superior sim! E que ele é maior que qualquer orgão burocrático criado pelo homem, e tenha certeza que ele abençoa aqueles quem tem o coração valente, luta por ideais nobres.
    Nunca disista dos seus objetivos, seja sempre um exemplo para a juventude.

  11. Linda sua história, e se Deus quiser ela vai teer um final feliz!
    Torço mt por vc, e espero q vc realize esse sonho!!
    Não desista viu?!!

    um abração!

  12. Linda sua história, e se Deus quiser ela vai teer um final feliz!
    Torço mt por vc, e espero q vc realize esse sonho!!
    Não desista viu?!!

    um abração!

    nniedja@hotmail.com
    PANKARARÚ
    Petrolândia-PE

  13. Parabéns linda materia vai em frente nounca desista disso assim vc vai ter varias oportunidades. de uma india Pankararu……

  14. parente eles sempre querem dificultar o nosso aprendisado por que ficam com medo por que cada vez mais nós nos aperfeiçoamos mais,é por isso que eles nunca nos ajudam por que eles querem que nós sejamos bestas para sempre é isso.Mas mesmo assim nós vamos alcançar nossos objetivos só nós nos unir por que com união nós vamos longe.
    obs:continue lutando!!!!!!!!!!

  15. Sou norteriograndense, talvez eu tenha ascendência indigina, não com certeza, mas eu coisa eu tenho certeza minha paixão pela natureza, tenho sonho de viver um tempo numa aldeia e aprender a conhecer a naturezacomo voces a conhecer a fundo.
    Fiquei indignado com a atitude da funai em negar essa quantia para que voce possa cursar medicina em Cuba. E um verdadero absulto do absulto. Continua com fé e não abra mão em realizar esse seu sonho fale com os padres e bispo próximos de sua aldeia, tenho certeza que eles conseguirão de ajudar. Com a ajuda de Tupã e Deus você estará fazendo seu curso muito em breve.
    Que Tupã e Deus estendam suas proteções sobre ti e conceda a graça de realizar seu grande sonho de cursar medicina na ELAM em Cuba.

  16. Parabéns Edna, vc é uma pessoa que sempre se esforçou e agora conseguio, graças ao bom Deus (Tupã)que vc seja feliz nesta sua nova jornada, uma india que sai de um tribo indigina,que sofre um preconceito muito grande, uma aldeia que nao é bem aceita pela comunidade cabroboense, e vc sabe do que estou falando, truka é um povo abensoado por Tupã é um povo que nao desiste facilmernte e voce provou que tem garra, seria bom que outras jovens como vc tivesse esta mesma disponibilidade e a coragem de encarar a realidade perante uma condiçao humana. Devemos mostrar que a truka nao é o que a sociedade cabroboense pensa que somos um povo acomodado, mais mostrar que somos um povo que sonhamos alto e longe e aos poucos estamos mudando o rosto e a impressao boba do povo. seja feliz na sua jornada e nunca desista dos seus sonhos, por maior que for a dor nao desista que sempre a rainha da luz esta contigo. xero do seu amigo antonio José. tchauuuuuuuuuuuuuuuuuu.

  17. achei muito bonita sua Historia eu tambem quero fazer medicina estou pensando em fazer na Russia acredite no seu sonhe chau.

  18. eu lir toda sua estoria e achei muito bonito seu estilo de pensar seu estilo de vida e de lutar tenho serteza que voçe vai madar ver em CUBA e eu tambem vou fazer a entrevista para ver se eu consigo ir a CUBA

  19. oi, acabo de ler sua peregrinação em seu depoimento e devo dizer que realmente fiquei tocada, mas ao mesmo decepcionada com um órgão que existe pq vcs existem.sei que vai conseguir, não desista do seu sonho,abraços sueli

  20. oi, acabo de ler sua peregrinação em seu depoimento e devo dizer que realmente fiquei tocada, mas ao mesmo decepcionada com um órgão que existe pq vcs existem.sei que vai conseguir, não desista do seu sonho,abraços sueli

  21. eu gostaria muito de prestar vestibular em cuba como foi qu evc conseguiu?meu sonho tb e fazer medicina vc pd me mandar um recado pra meu email e vc e muito corajosa viu parabens

  22. oi tuto bom.
    nossa q força d vontade hém.
    mulher guerreira, muita coragem
    e disposição.

    estou pensando em fazer vestibular
    p/ medicina em cuba.

    como é o processo d seleção,?
    eu não sei nem por ond começar.
    vc me ajuda? por favor.

  23. Linda sua História!
    ate nos passa orgulho de saber que existem pessoas como você!
    Parabéns por ser assim .!
    e sempre tenha fé que seu Deus quiser você vai pra Cuba

    Abração

  24. estimada Edna Bezerra Pageú, em primeiro quero exprimir e identificarme com a sua grande e valorosa luta de triunfante na defesa do teu povo, eu mergulho nos teus pensamento generosos , e de discutir este direito tao verdadeiro e puro . olha eu sou angolano , e no meu pais á situaçoes destas , mais as unicas diferenças é que nestes momento so estamos justificados com a situaçao guerra terminada, mas a questao é que quando o senor quer nos conseguimos, e olha que nao existe paz duradoura sem justiça social. continua, tudo de bom sempre demora , mas sempre chega.
    pedro

  25. Amiga edna…Tbem estou nessa luta tentando ir pra cuba fazer medicina,Me emocionei muito com seu relato e tenho certeza q a funai pode sim te ajudar…
    Leve isso a imprensa e tera reultado considerados em poucos dias….Pois infelizmente nossos orgao so funcionam na pressao…

    sorte …

  26. Edna , fiquei , muito emocionado , com sua historia , tamb`em stou na luta , em nome de jesus , irei conseguir , quero realizar meu sonho , xau !!!!

  27. fiquei emocionad com sua situacao, e uma vergonha esto que a funai esta fazendo com vc . n e surpresa p min esta situacao . eu qd chefe do psto zotiario,da comunidad parecis pode ver o descaso deste orgao que tinha de fazer o melhor p o poco indigna. bjs

  28. Edna, voce é um exemplo de perseverança, fico muito orgulhosa em saber que tem pessoas guerreiras,tambem estou tentando ir para cuba, queria que me mandasse um email dizendo como foi o processo de seleçao…
    um abraço Deus está com você..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here