O contato com a sociedade nacional, nas cidades de Porto Real do Colégio-Al.,e Propriá-Se.,faz dos Kariri-Xocó um grupo tribal já familiarizado com as novidades da tecnologia da época. Nos anos de 1940 ,a índia Maria de Lourdes Ferreira, informa que em companhia de seu pai Euclides Ferreira, vendia a louça ( cerâmica) na cidade de Propriá, passava o fim de semana por lá. Nestas andanças, dormia na casas de conhecidos, e a noite freqüentava o Cinema Veneza, uma novidade da época. Anos depois era comum a população de Porto Real do Colégio, requentar o cinema,assistindo Filme de Paixão de Cristo na semana santa. Nos anos de 1971 o Cinema de Propriá vinha para Porto Real do Colégio, apresentar seus filmes: Tarzan, Sanção, Hércules, Bruce Lee, Faroeste,de Amor etc. O carro anunciava os nomes dos filmes que ia passar no Salão Paroquial ou no Ginásio Frei Damião na Rua Santa Cruz. Também nos anos de 1948 o índio Antônio Correia trouxe o primeiro Rádio da aldeia, revolucionando o modo de ver o mundo, pelas notícias, novidades, músicas, esporte e novelas. A parti dos anos de 1960 alguns índios já possuíam rádios : Alírio Nunes, João Sampaio, Manarí. Nos anos de 1970 José Militão, José Taré, Pié e Ginú, possuíam do mesmo aparelho. A Copa do Mundo de Futebol de 1970, foi assistida pelo rádio na aldeia indígena, dezenas de pessoas, ficava ouvindo na sala lotada de gente. Nas novelas pelo rádio, tinha índia que chorava pela emoção: Doralice, Luordes, Maria de Elpídio. A noite a Rádio Record de São Paulo, apresentava o Programa dos Caipiras, de músicas sertanejas, das duplas: Tonico e Tinoco, Leu Canhoto e Robertinho, Cascatinha Inhana, Carlito e Cardoso e outras mais. Na Rádio Globo do Rio de Janeiro, o programa favorito dos homens era os jogos do Campeonato Carioca, na tribo com várias torcidas do Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo,comentaristas como João Saldanha, Valdi Amaral e Mário Viana. Agente foi crescendo neste clima de notícias pelo rádio, logo após apareceram as rádios locais a Difusora, Rádio Progresso e Novo Nordeste de Arapiraca. De manhã no rádios de manhã apresentavam Forró Pé de Serra, com Luiz Gonzaga, Gerson Filho,Josa Vaqueiro do Sertão. A tarde tinha Ave Maria das 06:00 horas, o Hino Nacional, Hora do Brasil, o rádio durante muitos anos animou a tribo de Porto Real do Colégio. O Índio José Francisco Tononé, trouxe o primeiro aparelho de televisão para a tribo. As imagens imprecionava os indígenas, as novelas da Globo Mulheres de Areia, Carinhoso, o Bem Amado. O Jornal Nacional dava notícias do mundo desconhecido pelos índios, os jogos de futebol, ficou mais atraente, conhecemos nossos ídolos pelas imagens transmitidas: fico, Pelé, Roberto Dinamite, Jaizinho, Rivelino e outros. A televisão modificou profundamente o comportamento da tribo, no vestir, falar, modo de andar e de ser. Beijos na boca, estilo de cabelo, costumes, alterando para uma nova realidade.Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Esta materia é muito interessante! A cada dia que passar, estas informações serão mais valiosas para os historiadores e principalemnte para os KaririXocó… porque estas mudanças relatam tambem sua HISTORIA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here