Expandir os horizontes e formar novos olhares para o cinema baiano e brasileiro a partir da
sua interação com a cultura indígena e a da inserção em territórios marcados por tradições,
lutas e diversidades – é neste caminho de troca e interação que o Cine Kurumin – Mostra e
Oficinas de Realização Audiovisual e Edição de vídeo em Software Livre, percorre as aldeias
indígenas Tupinambá, Pataxó e Tumbalalá, entre 28 de janeiro e 22 de fevereiro de 2011.
A curadoria dos filmes é voltada para a exibição de produções do cinema baiano e nacional,
focada no público infanto-juvenil das aldeias.

O Cine Kurumin privilegia, em sua programação, além das produções de realizadores baianos,
a interação com inciativas públicasde circulação de conteúdo audiovisual. Tem destaque, na
curadoria, o filme Trampolim do Forte, do diretor baiano João Rodrigo Mattos, que acaba de ser
lançado em Salvador; o documentário de Eryc Rocha, Pachamama, sobre as questões indígenas
na América Latina. Além das animações, com o longa francês Kirikou e a Feiticeira e outros
títulos interessantes como Pajerama, Boi Aruá e Miúda e o guarda-chuva.

As mostras e oficinas do Cine Kurumin começam no Litoral Sul da Bahia na Aldeia Tupinambá
(28 de janeiro a 01 de fevereiro), seguem para o Extremo Sul, na Aldeia Pataxó (05 a 09 de
fevereiro), finalizando a sua primeira edição na Aldeia Tumbalalá (18 a 22 de fevereiro), às
margens do Rio São Francisco, no norte do Estado. Ao todo serão 15 dias de exibições de
filmes e oficinas de audiovisual com a produção de um vídeo em cada aldeia, de norte a sul da
Bahia.

Apresentando um diálogo criativo e interativo entre comunidades indígenas e a experiência
audiovisual, o cinema, a arte e a ancestralidade, o Cine Kurumin, realiza um diálogo entre a
apropriação crítica e criativa do audiovisual, a autonomia dos povos indígenas e busca garantir
o acesso aos bens culturais e artísticos com pouca ou nenhuma circulação nessas
comunidades. Quando esta interação torna-se possível a troca mostra-se rica no diálogo entre
realidades e maneiras de conhecer o mundo.

A percepção da tecnologia no cotidiano das populações das comunidades indígenas, são
diversas e, muitas vezes, contrárias à perspectiva histórica e cultural que vem sendo, de
alguma forma, naturalizada como parte da vida social, sem um questionamento da forma de
interação, do entendimento de como funcionam e de que papel cumprem nas relações sociais.
Para os povos indígenas, há sempre a necessidade de articular o presente e o passado e
buscar explicações a partir de sua história e de seu universo simbólico. O Cine Kurumin,
dialoga com esse universo a partir do audiovisual e do estímulo criativo á produção
audiovisual.

Oficinas:

Realização audiovisual
Pensar a produção audiovisual como algo acessível e possível de fazer em comunidades
indígenas aplicando a prática, a teoria, e as vivências em aldeias, em realizações audiouvisuais
com identidade cultural legítima e qualidade técnica para reprodução e distribuição dos
conteúdos em redes.

Edição de vídeo
Apresentação das fases de produção videográfica, planejamento e pré produção, execução e
pós produção. Roteiro, linguagem de vídeo, roteiro de edição. Edição e pós-produção.
Experimentação audiovisual digital com montagens, clips, celumetragem, editados como
pequenos e leves arquivos de qualidade para circular na rede.

Locais:
Aldeia Tupinambá
Oca Comunitária Itapuã
Ilhéus, Olivença, Bahia

Aldeia Pataxó
Escola Indígena Pataxó de Coroa Vermelha
Santa Cruz Cabrália, Bahia

Aldeia Tumbalalá
Comunidade Pambu
Abaré, Bahia

Quando:
28 de janeiro a 22 de fevereiro
Tupinambá – 28 de janeiro a 01 de fevereiro
Pataxó – 05 a 09 de fevereiro
Tumbalalá – 18 a 22 de fevereiro

Gratuito!

Contatos:

E-mail: cinekurumin@gmail.com
Thaís Brito – Coordenadora e Idealizadora
taisoueu@gmail.com
71.9278.9778

Fernanda Castro – Assessoria de Comunicação
nandazzen@gmail.com
77.9138.1337

Lula Oliveira – Curador
lula@docdoma.com.br
71.8201-7018

Jaborandy Tupinambá – Articulação nas comunidades
jaborandy.indiosonline@gmail.com
73.9153-3750

Realização: Coletivo Nordeste Livre
http://nordestelivre.wikispaces.com/
http://cinekurumin.wordpress.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here