Na minha aldeia tinha palmeiras
Onde cantava o sabiá
As aves que aqui gorjeavam
Não gorjeiam mais

Nosso céu tem poucas estrelas
Nossa floresta desmatada
Nossos bosques perderam a vida
Nossa vida tristonha

Em cismar sozinho, à noite,
Prazer não encontro eu aqui.
Minha aldeia tinha palmeiras
Onde cantava o sabiá.

Não permita Deus
Que a nação indígena morra
Sem que resgatemos nossa terra,
Sem que desfrutemos dos primores
Que aqui existiam,
Sem que ainda aviste as palmeiras
Onde cantavam o sabiá.

Parodia da canção de auxilio (Gonçalves dias)

Aliana pataxó (Iata)

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isso não pode acontecer. Temos que divulgar e falar com pessoas que tenham poder para interferir nessas questões. estou com vocês. No que posso ajudar?

  2. Vamos juntos lutar para que essa triste realidade nao se expande cada vez mais.unidos com a força de Tupa os futuros curumins veram palmeiras onde cantaram os sabiá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here