Me chamo Jaborandy Yandê tenho 26 anos, pertenço a etnia Tupinambá de Olivença que fica no sul da Bahia, sendo mas preciso há 18 km da cidade de Ilhéus.

Durante todos os dias desse evento tive mas convicção de uma teoria usada pelos anciões de onde vivo, que ninguém fala bem daquilo que não conhece e nós que estamos os representando temos que mostrar quem somos, de onde viemos e como vivemos hoje no século XXI sem esquecer de nossa cultura tradicional. A Campus Party nos apresentou uma nova cara do país em que vivemos, onde os indivíduos não tem um argumento formado por si próprio de quem são os Povos indígenas do País em que vivem, e ainda se fecham diante dos livros didáticos de historias que estudaram no colegial, até mesmo a imprensa quando nos abordavam para uma entrevista faziam as mesmas perguntas que os garotos das escolas que estavam participando: Vocês são índios de verdade? De que “Tribo”? O que vieram fazer na Campus party? Isso me trazia uma lembranças de eu moro junto com meu Povo, a luta constante que temos para garantir nosso território tradicional, qual a importância das tecnologias para os Povos nativos originários do Brasil, e em que elas podem ajudar em nosso dia-dia.

Entender o jeito dessas pessoas a nos abordar foi difícil, mas ver o interesse delas e a vontade de vir conversar e nos entrevistar, para conhecer os nossos trabalhos e assim entender o como chegamos até um gigantesco evento de tecnologia foi muito louvável, tentávamos buscar uma resposta para entender “os porquês” que as pessoas paravam quando passávamos, o tamanho da vontade de querer tirar uma foto conosco, entrevistar e conversar. A intenção de dar visibilidade ao trabalho que fazemos através da Rede Índios on-line, e de projetos como Índio na Visão dos Índios e Celulares indígenas que são todos através de nossa Rede apesar de ser projetos diferentes foram trabalhos que só tivemos depois que o computador com internet apareceu em nossas Aldeias, saímos de cabeça erguida com a consciência de termos representados muito bem a nossa Rede, hoje vi
no,http://gilgiardelli.wordpress.com/2009/01/23/os-indios-tupinambas/, uma frase que me fez imaginar como eles tiraram uma imagem nossa neste evento que diz: O mais marcante são os jovens índios Tupinambás, seus cocares, danças e chocalhos do Sul da Bahia! Índios divulgando o projeto digital Índios On Line, paramos todos os meios de comunicação sem pedir atenção, e fizemos nossa parte com honra para nossa Rede e nossa nação.

Obs: Alem dessas estarei postando criticas sobre o evento e fotos e vídeos, fiquem por dentro do que aconteceu na Campus Party 2009, na visão dos Índios.

Awere!!!
Por Jaborandy Yandê Tupinambá / Jaborandy.indiosonline@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. massa, realmente massa este evento do campus party. estòu curtindo muito os videos. parabems para o trabalho que fizeram e ainda estào fazendo. Awere

  2. Jaborandy:

    É muito bom ler tu materia!
    Sempre que NDO COM OS INDIOS VEJO O QUANTO OS BRSILEIROS E TODAS AS PESSOAS DO MUNDO EM GERL TEM POUCAS INFORMÇÕES SOBRE S DIFERENTES CULTURAS INDIGENAS….Como vc bem falou, que alem da falta a má informação…. a distoricda pela EDUCACAO EUROCENTRADA RACIONAL e pela imprensa latifundiaria e racista!
    E fico muito feliz de ver a coragem de voce e outros irmaos que continuam ha mais de 500 anos RESISTINDO, LUTANDO e fzendo com muito amor, paciencia e tolerancia, entender a sociedade quem verdadeiramente sao voces!
    Agradeço como ser deste Planeta labuta que com carinho tu vem fazendo….A cada materia que tu publicas nesta REDE…Quando tu faz o livro de teu povo e quando tu conversas com as pessoas ou das entrevista na TV!
    Voce é um GUERREIRO DO ARCO IRIS!
    Que luta pela uniao…para que todas as cores juntas abracem o ceu e a terra!

    Awere!

  3. Meus Parabéns caro Jaborandy,
    ISSO DEMONSTRA A FORÇA DA COMUNIDADE TUPINAMBÀ PARA COM AS NOVAS TECNOLOGIAS DO MUNDO GLOBALIZADO, E SUA RELAÇÂO COM OUTRAS CULTURAS ATRAVÈS DA WEB DE FORMA HOMOGÊNEA. CONTINUE ASSIM, COM ESSA GARRA E PERSEVERANÇA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here