Com a meta de demostrar nosso sofrimento, passamos em algums lugares. A campanha na realidade é um dialogo cultural que nós levamos para as salas de aula, tirando algumas duvidas que algumas pessoas têm em referencia a nós indios, nos discriminando pelo fato de nao ter conheciemeto. É a partir do dialogo que abordamos os assuntos refente aos indios, tirando todas as cuirosidades. O nosso povo Pataxo hahahae, aproveitando esta oportunidade, explica nosso sofrimento: discriminacao, odio, violaçao de direitos feito por grileiros, e por algumas pessoas da nossa sociedade brasileira.
Esta campanha que nós estamos fazendo têm como objetivo combater o racismo nas cidade do sul da Bahia, pois a primeira campanha que fizemos vimos um grande efeito reduzindo um pouco a violência contra o indio. Nesta campanha pedimos a colaboraçao de algumas pessoas de autoridade para nos ajudar nesta luta, pois até agora esta dando tudo certo.
A nossa campanha se inciou no 07/08/06, começando no municipio de Camacan, indo primeiro nas escolas, onde formos recebido por direitores, professores, secretarios. Contamos tambem com a presença da Prefeita Debora e de vereadores, e nos sentimos felizes com essa uniao pelo apoio que está nos dando.
Depois de tiramos todas as duvidas que os alunos tem referente a gente, finalizamos a palestra com um grande toré simbolizado a nossa cultura.
O que me deixou mais comovido foi em vê a curiosidade das criancas. Querem saber a nossa cultura, o insetivo de coragem que tinham em querer ajudar o meu povo. Desde já nós agadecemos a todos pela atencao que tivemos conosco, em receber nos indigenas nos seus colegio; a etnia pataxo hahahae agradece.

Anteciosamente: Geraldo

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá,

    Gostaria primeiramente de parabenizar vcs pela iniciativa. Não tenho dúvidas que os portais serão uma excelente ferramenta de inclusão da sociedade branca na cultura indígena.

    No entanto, gostaria de fazer um comentário, seguido de uma sugestão.

    Ao ler os textos encontrei diversos erros de digitação. Creio que é fundamental vcs estarem atentos aos textos para que o portal possa ser uma referência para as escolas e outros processos de aprendizagem.

    Uma outra sugestão é que se incorporem aos textos, palavras e conceitos da nação pataxó.Pois seria uma oportunidade única de nos educar em outra cultura, que é brasileira, mas que compreende o Brasil de uma maneira diferente e muito rica.

    Um abraço,

    mariana

  2. Bom dia para todos. Acho importantíssima a cobrança por direitos e terras de todos os indígenas no Brasil, onde temos uma história de segregação social que dura mais de quinhenntos anos e que a Mídia tenta encobrir. O capitalismo, através da utilização desordenada da natureza quebrou várias cadeias alimentares animais e vegetais, tornou terras improdutivas devido à usura desemfreada e as elites deste paísainda não querem garantir um direito natural à terra que são dos índios. Acho muito importante este movimento de luta indígena e acho importante também a eleição de mais candidatos indígenas devidamente comprometidos com a causa para que tenhamos representatividade em Brasília. Enquanto isto não acontece, vale os protestos e tomada de ações. Muitos segmentos sociais ainda acham que índios não existem, que estão apenas no livro de história. É fundamentala presença de vocês em Escolas e Universidades, pois isto dá visibilidade a existência concreta dos índios. Sou estudante de História da UESC. Você podem lá entrar em contato com a professora Teresinha Marcis para uma possível presença de vocês aqui da região sul da Bahia para um bate-papo sobre os problemas enfrentados pelos índios da região. Um abraço. Rosenice.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here