Mais uma vez uma liderança do Povo Tupinambá de Olivença é presa injustamente. Primeiro foi o Cacique Babau, depois seus irmãos Givaldo e Glicélia, agora foi a vez da Cacique Maria Valdelice (Jamopoty).

Ela foi presa na tarde de hoje (03 de Fevereiro) após uma audiencia por Policiais da Policia Federal em  cumprimento ao Mandado de Prisão expedido pelo Juiz Federal Pedro Alberto Calmon Holliday, após decisão da Karine Costa Carlos Rhem da Silva (docs abaixo).

Esta prisão demostra a terrível perseguição que nós indígenas no Sul da Bahia estamos sofrendo e o processo de C R I M I N A L I Z A Ç Ã O   de nossas lideranças.

A decisão pela Prisão Preventiva da Cacique foi decretada após Representação do Delegado da Polícia Federal, sendo a mesma acusada dos crimes de Esbulho Possessório ( art. 161 §2º,II CP), Formação de Quadrilha ou Bando (art. 288 CP)  e Exercício arbitrário das próprias razões (art. 345 CP).

Hoje ser um líder  de um Povo é ser criminoso. Retomar nosso Território Tradicional visto o Estado não cumprir com seu compromisso virou esbulho possessório, agir coletivamente (marco tradicional de todos os povos indígenas) virou formação de quadrilha e lutar por nossos direitos negados pelo Estado Brasileiro virou exercício arbitrário das próprias razões… somos um povo, um povo guerreiro… temos nossa tradição e nossa forma diferenciada de ser e agir e queremos ser respeitados como tais.

O Estado Brasileiro tem uma dívida histórica com os Povos Indígenas, é preciso mais que urgente que todos os cidadãos brasileiros somem forças para cobrar que esta dívida seja definitivamente paga com a demarcação dos Territórios Tradicionais. É por causa dessa inércia do Estado que somos obrigados a fazer por nossa conta e risco a autodemarcação de nossos Territórios Tradicionais.

Nós Indígenas não somos invasores de terras. Quando o Brasil foi invadido pelos Portugueses, aqui já existiam os hoje chamados indígenas. Nossos ancestrais já habitavam este território chamado Brasil.

Imagem de Amostra do You Tube

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Advogada Indígena, militante social pelos Direitos Humanos Indígenas. Potyratupinamba@indiosonline.org.br

39 COMENTÁRIOS

  1. Não é de hoje que somos perseguidos, ha 511 anos que isso acontece, querem nos calar, impedi de buscarmos nossos direitos, é isso que fazem com nossas lideranças em todo país , acham que nos prendendo , nos tratando como criminosos irá por um fim no movimento indígena, na luta por nosso território sagrado! me doe profundamente saber que a parente Valdelice esta sendo mais uma vitima desses tais dono da justiça! eu a conheço sei do seu caráter, compromisso com seu povo, e o que ela vem fazendo não é nada além de lutar por um direito que é nosso, ou seja dos povos indígenas de reividicar suas terras, seu território sagrado, se isso for crime todos nós indígenas passamos a ser criminosos!
    Pois é uma luta justa, e não vamos desisti nunca!Que nosso pai tupã nos der forças, para continuar!

  2. É mais que provado que o Estado brasileiro tem interesse na perseguição e criminalização do povo tupinambá, pois se trata da quarta prisão em menos de um ano.

    Os interesses dos tupinamba são antagonicos aos interesses do Estado brasileiro, o que justifica a perseguição e criminalização do povo tupinamba. Ha evidente luta de classes que é mostrada neste caso nos cobra um posicionamento tambem com o corte de classe. Nós Tupinamba e todos os outros povos indigenas temos que assumir nossa posição na luta de classes, nos organizar para enfrentar o Estado, o latifundio, o banco, a multinacional, a transnacional, a construtora, o racista, etc…

    LIBERDADE A CACIQUE VALDELICE JÁ!

  3. Doravante ao caos instalado em território hoje, chamado de Brasil, após 510 anos, de espoliação e dominação dos Povos Originários (Indígenas) e as riquezas naturais existentes, promovidos por invasores que obviamente foram expulsos dos seus territórios por condutas em vias de regras inaceitáveis ao convívio social. Sendo assim foram utilizados para as chamadas “Conquistas”, implantando a desgraça, o terror, a corrupção, a prostituição, a mentira, o genocídio, o etnocídio, a escravidão, a desigualdade social, a marginalização, a fome, a miséria, o preconceito, a discriminação, etc, e depois se tornaram “Senhores” proprietários de extensos territórios amparados e sustentados no engodo, tiveram seus nomes gravados nos anais históricos.
    Fadados a exploração e ao extermínio, através de um ESTADO, modelo imposto de organização social pelos invasores, nós Povos Originários, ainda em pleno século XXI, somos desqualificados e descaracterizados pela máquina governamental e por parte de uma sociedade mantida na ignorância que orgulha-se do parentesco europeu, e ainda hoje, matem os mesmos costumes dos seus antepassados, talvez, mais perigosos por serem sutis e, amparados por vossas leis continuam a destruição de um Povo.

  4. Até quando teremos que assistir a prisão de lideranças indígenas que lutam para terem seus direitos reconhecidos e poderem ter uma vida digna , vivendo uma cultura diferenciada , acesso a saúde e educação específica além de uma terra reconhecida e demarcada pelo governo , conforme manda a lei. Ainda bem que o Povo Tupinambá é persistente e guerreiro , depois de 511 anos de sofrimento , não seria agora que irão se abater. FORÇA !!! A batalha é dura , mais a vitória é certa , basta acreditar !!!!

  5. O direito pela busca do direito original é um argumento e uma norma vital. Sem direitos resgatados , que foram suprimidos pelo Poder Federal é impossivel acreditar que vivemos em democracia plena. Democracia é respeito e harmonia aos sagrados principios da cidadania, e sem cidadania é dificil acreditar que somos iguais perante a CARTA MAGNA que não é respeitada pelos governantes eleitos pelo povo. o que quero afirmar é que o GOVERNO não respeita a politica cidadã para nós indigenas que somos tratados como propriedade do Estado e sem direito de revindica

  6. O Estado brasileiro é formado desde a invassão das terras brasilis por pessoas egoístas, sem nenhum conceito de democracia e que vive à deriva dos direitos naturais, principalmente os direitos do povo original que somos nós os indigenas, o Estado deveria cumprir seu papel maior que é o respeito à cidadania dos menos abstecidos pelo sistema à exemplo de altítissimos salários pagos à Ministros, Juizes e Dezembargadores e todos os politicos que só cuidam de sua própria bolsa financeira. Prendem, ajuizam e condenam todos aqueles que se movimentam pela reclamação de seus direitos como é o caso dos territórios indigenas onde se diz território indigena mas sem o direito de posse. Uma lástima quando acontece a prisão de um lider indigena, porque os que não estão na liderança não podem se expressar em sua própria natureza de reinvindicar por a voz maior está (presa) como se fosse possível prende um ideal, é uma pratica pré histórica de todos aqueles que infelizmente acreditam no poder da força para criminalizar lideranças que buscam o melhor para os seus liderados. O Estado Brasileiro como um todo deveria agir com mais dignidade para os embustes dos discursos falsos e permitindo que os direitos indigenas sejam respeitados como PRIMEIRA NAÇÃO usurpaDA PELOS INVASORES BRANCOS.

  7. O Sr. Pedro Alberto Calmon HOLLIDAYS – Juiz Federal – segundo as vozes da regiao Tupinamba, se acredita DONO de terras na area que esta em processo de demarcacao e tem um historico forte como ANTI-INDIGENA… mas quantos sao os cidadaos que sabem que FACER quando um JUIZ nao poderia estar atuando numa causa…?

  8. Solcitamos liberdade para a cacique Valdelice. Aqui na cidade assistimos à repressão policialesca contra a posse da terra pelo povo pobre. Há uma repressão tão grande na cidade como no campo. Cabe-nos ampliar esta luta e ficar incondicionalmente ao lado do povo organizado.

  9. Todos os indígenas e nossos ancestrais estão sofrendo. A nossa parente Valdelice é uma Índia Guerreira e pode contar com Apoio Pataxó Hãhãhãe. Agente também a muito tempo somos pesseguidos por Esse Juiz Federal Pedro Alberto Calmon Holliday, o mesmos vem perseguindo a comunidades Indigena.
    Agindo de forma cruel com a nossa autoridades indigenas que são as nossos lideranças.
    Parentes Tupinambá contem com o nosso apoio!

  10. Este processo de CRIMINALIZAÇÃO das lutas e das lideranças indígenas no sul da Bahia, já vem ocorrendo há algum tempo (estratégia usada pelos inimigos dos povos indígenas, de usar a justiça que sempre se coloca do lado dos poderosos, para intimidar as lideranças indígenas principalmente quando esses definem pela radicalização na luta pelos seus direitos). Desta vez o alvo é a liderança Valdelice Amaral, cacique da Aldeia Itapoan do Povo Tupinambá de Olivença. No ano passado foram alvo deste mesmo processo, sem tirar e nem botar nenhuma vírgula, os irmãos Rosivaldo Ferreira (Cacique Babau) seu irmão Givaldo e sua irmã Glicéria presa com seu bebe de apenas três meses após chegar de audiência com o Presidente Lula. Antes disto a liderança Joel Braz (Pataxó do extremo sul) sofreu o mesmo processo e diversas lideranças Pataxó Hã-Hã-Hãe também passaram por esta perseguição (Gerson Melo, Nailton Muniz, Agnaldo Francisco, Wilson de Jesus. Etc).
    Esta na hora (ou aliás, já passou da hora) do Movimento Indígena Organizado dá um basta nesta situação. Ou “Eles” continuarão a usar esta nova “arma” contra a luta legitima dos povos indígenas pela recuperação de seus territórios.

  11. Acham que vão calar nossas vozes. Pensam que com isso vamos desistir de lutar por nossos direitos. Força parentes Tupinambá da BA! Resistência!

  12. QUEM DEU ESSE NÓ,NÃO SOUBE DÁ.
    QUEM DEU ESSE NÓ,NÃO SOUBE DÁ.
    ESSE NÓ ESTÁ DADO,EU DEZATO JÁ.
    JUREMA FLOROU,JUREMA FLORA.
    DEZAMARRA,ESSA CORRENTE DEIXA OS INDIOS TRABALHAR.

  13. É uma falta de respeito para com os indígenas, prender uma liderança indígena que luta pelo seu direito e pelo direito de seu povo, a cacica Valdelice é uma bela pessoa estive cinco dias em Itapoã em uma bela oficina que ocorreu lá. Tive a oportunidade de conhece-la e ví que ela é uma pessoa gentil e que gosta lutar para dar ao seu povo o direito de viver, sorrir.

  14. MUITOS PENSAM QUE COM “A PRISÃO DA NOSSA CACIQUE”PODEM NOS CALAR,MAIS COM TUDO ISSO NOS TORNAM MAIS FORTES PARA LUTAR-MOS POR DIREITOS QUE TEMOS.SABEMOS QUE EXISTEM LEIS QUE NOS GARANTE,NÃO SOMOS INGNORANTES COMO PENSAM.
    ACHAM QUE PORQUE SOMOS INDIGENAS,NÃO TEMOS SABEDORIAS.

  15. Sempre foi assim,todos aqueles que tomam a bandeira em prol do povo e pichado pela elite hipócrita de arruaceiro,chefe de bando,bandido e etc. nossa causa é justa pois lutamos pelos nossos direitos e nossas ações é de cunho político, pois lutamos contra a morosidade do governo em nos devolver a terra que de forma ilegal distribuiu entre seus protegidos. a luta vai continuar prender nossos caciques não vai nos intimidar.O culpado do que estar acontecendo é como sempre o governo que fecha os olhos para os grandes problemas que ele mesmo cria.O presidente Lula,Nelson Mandela e tantos outros foram um dia tratado como bandido e arruaceiros. É BOM QUE FAÇAMOS UMA REFLEXÃO.DIGA NÃO A PERSEGUIÇÃO DE QUEM LUTA PELO POVO.QUEREMOS A CACIQUE VALDELICE SOLTA JÁ.

  16. É lamentável a situação que se encontra a nossa parente Cacique Valdelice. Isso, infelizmente, já uma constante, tendo em vista que outros parentes já passaram por tais contrangimentos.
    Faz-se necessário, e, até mesmo urgente, que as autoridades, antes de tomarem decisões tão radicais,arbitrárias, olhem com mais clareza e certeza as questões, as quais envolvem o nosso povo indígena.
    Eu mesmo sou vítima dessas arbitrariedades por parte do abuso de certas autoridades.
    Fui designado pela FUNAI, há 11 anos atrás,a fim de desenvolver um trabalho em que foi publicado no Diário Oficial, o reconhecimento dos índios Tupinambás de Olivença, onde conheci a cacique Valdelice, seus familiares e sei da conduta da mesma, podendo afirmar seguramente que não condiz o exposto pela mídia.
    Faço o meu apelo, para que as autoridades competentes, tomem providências cabíveis, pois isso não passa de perseguição de descendentes dos falidos coronéis cacaueiros.
    Fica aqui o meu abraço para os meus companheiros índios e não-índios.

  17. Karine Costa!!!!
    Pedro Holiday!!!!

    Que JUIZES são esses que “PARTICIPAM DE UMA CAUSA EM FAVOR DE SI PROPRIOS????!!!!

    Pedro Holiday “esta em posse de terra” dentro do Territorio Tupinamba”
    Karina Costa tem marido e parentes com “posse de terra” dentro da área indigena!!!

    QUE IMPARCIALIDADE poderiam ter esse JUIZES para julgar uma causa tão importante e onde esta pessoalmente tão envolvidos?!?!

    BRASILIA ABRAÃO OS OLHOS!!!
    Vejam a historia desses JUIZES!!!!
    Vejam a historia dos indigenas dessa REGIAO!!!!!

    A historia é nos que fazemos…. Uns permitindo que continuem os ricos se enricando e matando os pobres na indignidade, na fome e na suas identidades!

    ALTO LÁ..É O POVO QUE FAZ A HISTORIA!!!
    O POVO QUE CLAMA POR JUSTIÇA!!!

  18. E parece mesmo que a situação não muda. A prisão da Cacique Valdelice é um ato de arbitrariedade, intolerância e racismo que sofrem os Tupinambá de Olivença. Ainda é assim que os índios, ao lutarem por seus direitos, são tratados. Não podemos nos calar. Exigimos: liberdade imediata da Cacique Valdelice; o fim das acusações arbitrárias contra ela e toda a comunidade Tupinambá; um basta à violência que sofrem aqueles e todos índios; e a imediata legalização da território Tupinambá em Olivença e região – já reconhecido pela FUNAI.

  19. Penso que não basta ser indígena para registrar, aqui, a minha indignação diante tamanha arbitrariedade, falta de respeito a uma grande líder de um belo movimento, mulher de sábia criticidade, que autoridades pretendem calar.
    Isso que estão fazendo com a Cacique Valdelice, evidentemente, é uma perseguição de um tipo de “verme” que ainda insiste em exterminar o que é direito indígena há mais de 500 anos: a sua terra.
    É hora de união indígenas e não indígenas, a fim de darmos um basta nessas injustiças e “cânceres” sociais.
    Receba meu apoio, D. Valdelice.
    Muita força e fé em Deus, pois tudo se resolverá.

  20. Absurdo é assistirmos a intolerância e o pouco caso que fazem os atuais “indígenas” (uma vez que somos uma sociedade só, miscigenada e NÃO a RACISTA assim apregoada) das vidas e dos bens dos outros tão brasileiros quanto estes, apoiados numa legislação diferenciada, que lhes confere uma sublime impunidade: podem praticar crimes comuns que os “brancos”praticam, na sociedade dos “brancos” e não admitem serem julgados! Inaceitável! Não podemos ter uma sociedade baseada no estado de direito desta maneira! E não nos iludamos com estes ditos povos “puros”, por detrás destes há bem travestida a maquinaria podre do capital internacional que desejam escamotear nossas riquezas naturais e nada mais!

  21. […] “Hoje ser um líder de um Povo é ser criminoso. Retomar nosso Território Tradicional visto o Estado não cumprir com seu compromisso virou esbulho possessório, agir coletivamente (marco tradicional de todos os povos indígenas) virou formação de quadrilha e lutar por nossos direitos negados pelo Estado Brasileiro virou exercício arbitrário das próprias razões… somos um povo, um povo guerreiro… temos nossa tradição e nossa forma diferenciada de ser e agir e queremos ser respeitados como tais” (http://www.indiosonline.net/cacique-maria-valdelice-presa-injustamente/comment-page-1/#comme…). […]

  22. Os interesses imobiliários têm sido sobrepostos aos direitos humanos, em diversas situações. Portanto, é necessário que não aceitemos fatos como a prisão da Cacique Valdelice, que mais uma vez represneta opressão contra os povos indígenas e uma forma indireta de massacre à sua cultura. Liberdade para Valdelice, já!

  23. Parece mesmo que a situação não muda quando envolve os direitos indígenas. Mais um ato de arbitrariedade, intolerância e racismo que sofrem os Tupinambá de Olivença.Por acreditar que a continuidade da prisão e das acusações feitas à Cacique Valdelice – Jamopoty são ações injustas, sou a favor da:
    – imediata liberdade da Cacique Valdelice;
    – o fim das acusações arbitrárias contra ela e toda a comunidade Tupinambá;
    – um basta à violência que sofrem aqueles e todos índios;
    – e a imediata legalização do território Tupinambá em Olivença e região, reconhecido pela FUNAI em 2009 (“Relatório Circunstanciado de Delimitação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença” – DOU em 20 de abril de 2009)

    Carlos José Ferreira dos Santos – Professora da Universidade Estadual da Bahia – UESC

  24. Caros amigos,
    Índio também é gente e precisa de ser respeitado e respeitar também.E é preciso dizer umas poucas palavras a respeito destes acontecimentos; É bonito dizer que o direito de tal e tal terra é do índio que ali esteve. Mas e quem lavra duramente a terra há séculos também não tem direitos? Não acredito que uma determinada posse tenha sido de um bisavô ou tataravô pertença ao último descendente de maneira genética, somente porque é parente. Porque terra ou posse na verdade não é de ser humano nenhum, pois não existe na natureza nenhum registro formal e vitalício de terra, mas apenas usofruto de quem dela tira o pão de cada dia! E desafio que me digam o contrário, mostrem-me a evidência geológica da escritura da posse das terras?! Terra é de quem lá mora e trabalha!
    Senão, meus caros amigos, em verdade, todas as terras são é mesmo da natureza, das árvores e dos bichos, dos fungos e das bactérias que já estão lá há 2 bilhões de anos!
    Descartemos a hipocrisia!

  25. Caros amigos,
    Índio também é gente e precisa de ser respeitado e respeitar também.E é preciso dizer umas poucas palavras a respeito destes acontecimentos; É bonito dizer que o direito de tal e tal terra é do índio que ali esteve. Mas e quem lavra duramente a terra há séculos também não tem direitos? Não acredito que uma determinada posse tenha sido de um bisavô ou tataravô pertença ao último descendente de maneira genética, somente porque é parente. Porque terra ou posse na verdade não é de ser humano nenhum, pois não existe na natureza nenhum registro formal e vitalício de terra, mas apenas usofruto de quem dela tira o pão de cada dia! E desafio que me digam o contrário, mostrem-me a evidência geológica da escritura da posse das terras?! Terra é de quem lá mora e trabalha!
    Senão, meus caros amigos, em verdade, todas as terras são é mesmo da natureza, das árvores e dos bichos, dos fungos e das bactérias que já estão lá há 2 bilhões de anos! E índio, igualmente a branco, também expulsa natureza do seu lugar: quem negará o fato de alguns venderem madeira de lei e animais selvagens pata gatunos da nossa natureza?
    Descartemos a hipocrisia! Somos todos iguais, mas de usofruto diferentes!

  26. Infelizmente, os índios, estes que querem as terras não são o melhor exemplo de preservação ambiental! Aprenderam a destruir bem com as ferramentas da tecnologia os brancos!
    Aprenderam o que é o dinheiro! Aprenderam as regras da competição desleal, dos meios justificando os fins! Aprenderam a comprazer-se com o álcool e a prostituição! Aprenderam a jogar carbono na atmosfera e lixo nas matas! Aprenderam a jogar sabão e óleo nos rios! Aprenderam a evacuar os dejetos tóxicos dos brancos nos rios!Aprenderam a arrogência da chantagem! Aprenderam a dançar pagode e brega music! Aprenderam português!
    Pra que terras para os índios? Para fazer como os brancos?

  27. A festa para Juizes, que senteciam em favor do seu bel prazer e gozo vai acabar, é por isso que digo que nao existe 169 da Oit, Corte Latino Americana, os cara debocham do mais humildes, por que? por que os mais humildes nao tem dinheiro para lhes ofereçer esses cras incompetentes comem do subejo dos fazendeiros, para expedirem liminares em desfavor dos Indigenas, esse Juiz e acostumado a comer a ruptura dos restos dos fanfarroes e ladroes que ao longos dod anos fizeram suas riquezas crescerem metendo a mao no alheio…. de forma que ninguem venha a perceber… ate por que isso só aconteçe nessa região da Bahia, por que as outras regioes tem Juizes capazes e compententes, reflitam sobre isso, Juiz que participam da mesa farta da compra de decisoes… para as outras regioes ter uma justiça com qualidade de boas decisoes e só ai nessa região que esses juvizes juvizes juvizes emitem decisoes em favor do seus comndantes fazendeiros tem coisa errada na regiao ai juiz também erra feio esses caras nao sao justiça de DEUS, nao principalmene esses dessa regiao ai Ilheus, e tudo combinado……

  28. A nossa guerreira, Valdelice quando vieste a este mundo ,TUPÃ já sabia que irias ser a estrela que és lembre-se do tanto de pais, mães, crianças,que você com sua simplicidade os ajudou a terem uma vida digna .Cacique que Tupã, o Deus que nos dá todos os dias a mãe terra para pisarmos com firmesa,jacy e guaracy te dê a energia e o dicernimento para enfrentar todas as dificuldades estaremos com vôce ate o dia que tupã permitir

  29. Primeiro foi nosso cacique babau, que totalmente torturado na presença de seu filho que após ve todas aquelas ficou traumatizado e que até nunca esqueceu. depois seu irmão givaldo e sua irmã gliceria presa com uma criança recen nascida, agora nossa parente valdelice. quem sera a proxima liderança a ser presa? será que a policia federal ainda não entedeu o recardo? eles não sabe que é perda de tempo prender nossas lideranças por que por elas estejam presa da terra nós nao iremos sair!!!

  30. Parabens aos nossos Juizes Federais, pessoas íntegras, honestas e cultas. Nada de falar em prisão ilegal. Que absurdo…… Prisão merecida desta cacica. A única coisa que discordo é tão somente ter sido domiciliar, ela deveria estar no presídio. Estás pessoas rotuladas de índios, invadindo propriedades, furtando tudo que encontram, praticando atos de vandalismo e ameaçando pessoas, aterrorizando proprietários, ainda se acham com razão. Sabemos que junto a eles existem até individuos perigosos que, inclusive, até já praticaram algum crime. Estes são os nossos índios?
    PARABENS DR. PEDRO……. que o Sr. tenha muitos anos de vida e saúde pois é uma pessoa iluminada.
    Bem, se tiver uma campanha para continuar com a prisão de valdelice, avise-me

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here