Há quinhentos e cinco anos atrás:
– (…) São todos canibais, uns animais irracionais!
Foram esses os termos usados pelos invasores para denominar os indígenas que aqui viviam.
E nestes cinco séculos carregamos nas costas e nas nossas cabeças, a idéia de somos tolos, preguiçosos e burros. Essa foi a maior herança que eles-os colonizadores deixaram em massacre aos nossos ancestrais.
Porém leiam o verdadeiro significado das palavras usadas pelos colonizadores:
TOLOS: termo usados pelos colonos, por não encontrar nos indígenas a ganância e a cobiça;
PREGUIÇOSOS: termo usado pelos colonos, porque os indígenas não queriam se submeter à escravidão;
BURROS: termo usados pelos colonos, para caracterizar a inocência dos indígenas.
Daí eu lhes pergunto:
– Nações como as nossas ricas em cultura, crenças, artes, ciências, dialetos; é feita por animais irracionais?
È lastimável, mas muitos índios se auto-afirmam como: Burros que não aprendem!
Caros parentes, quiseram e querem que os nossos olhos sejam fechados, que a nossa boca se cale com um grito de luta preso na garganta e que os nossos pés sejam cessados.
Hoje, alegam que “índio instruído não é índio”. Sinto vontade de chorar ao ouvir expressões como essa. A mesma sim, vêm de pessoas ignorantes.
Nós, povos indígenas, estamos vivendo um momento histórico na nossa CAPACIDADE EDUCACIONAL. Lutamos por uma educação diferenciada, por vagas nas universidades, por empregos e políticas publicas indiginistas.
Portanto, meus parentes e patrícios a única e verdadeira auto-afirmação para os povos indígenas do Brasil é:
– Somos cidadãos brasileiros, inteligentes, dignos de inclusão social, de direito e respeito pela nossa cultura diferenciada.
(…)Quinhentos e cinco anos depois…

Burros? (…) Certamente que não!
NITA TUXÁ

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Me considero uma descendente indigena.Meus avos e tios sao caboclos pros lados de Jacobina e gostaria muito de conhecer um pouco mais dessa parte de minha historia,de minha familia.”Burros”, sao como voce mesmo diz o colonizador.Nao podemos deixar que nos escravissem de novo, pela força da ideologia.Sou professora de Historia e escuto absurdos de meus alunos.Mas sei que estao reproduzindo o que ouviram de ignorancia a vida toda.Por isso lhes mostro, lhes falo, lhes indico que nós somos descendentes de povos altamente inteligentes.Que irracionais,sao aqueles que nao percebem isso.Recentemente(só para exemplificar) fui a uma exposiçao no centro cultural banco do Brasil no RJ,onde estava exposta artefatos amerindios,que nao fica a dever nada a asistica por exemplo.Trabalhos em ceramica e tecidos belissimos.Percebi tb que as pessoas nao compreendiam a inportancia da exposiçao.A primeira neste estilo 505 anos depois.Nos valorizar é o primeiro passo para sermos valorizados.
    Val.Camacan Ba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here