A aldeia é uma sala de aula social.
A floresta a classe ambiental, nosso teto é o sol brilhando, a lua e as estrelas brilhantes.
Toda a Terra Indígena Kariri-Xocó é uma Escola, a Comunidade são os alunos. Apredemos uns com os outros.
A paisagem natural é viva, não está só em livros, os pássaros voam, os peixes nadam de verdade, o rio tem água verdes. Na escola da comunidade o pescador ensina no rio e também hoje ele vem ate a sala de aula para ensinar sobre pescaria, sobre a arte de fabricar os instrumentos de pesca como: kuwú, tarrafa, jeréré, puçá etc… A ceramista repassa para as meninas o segredo da arte do barro, confeccionar objetos utilitários: potes, panelas, pratos; O caçador conhece a fauna como nimguém e no pátio da escola faz imitação dos animais da floresta, as crianças adoram. Os músicos tradicionais cantam e dançam o Toré, emociona porque expressam a cultura, os acontecimentos históricos, sociais e os fenômenos naturais. Os artesões mostram suas habilidades na confecção de ojetos de adornos, instrumentos, os alunos aprendem observando e praticando, fazem brincos, puseiras, arcos, flechas, cachimbos, anéis, etc… Os tecelões repasam aos alunos o manejo de torcer fibras vejetais de caroá, fazem cordas, esteiras, tapetes, bolsas e tranças de palha da palmeira aricuri. O agricultor mostra na roça como plantar milho, feijão, abóbora, batata e mandioca, os meninos aprendem a cavar a terra e as meninas plantam as sementes no solo. A gente também fala de agricultura e da natureza dentro do predio da escola, a gente faz a ligacao de tudo o que acontece na aldeia dentro da educação escolar. Nos sabemos que a educação acontece muito alem dos horarios e do predio. Nossa escola é viva e é dinâmica. Todos contribuem, povo, meio ambiente, animais, plantas, rios, crianças, adolescentes, adultos e velhos, não tem idade. Assim funciona a escola viva aqui.
Quem estar falando é o Contador de Histórias Nhenety Kariri-Xocó, participando nesta educação da realidade.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Olha nao tenho palavras para qualificar-te. tenhes a sabedoria que eu em todos esses anos de escola e universidade nao adquirir. nossa diferença e que o teu saber nasce da tua intuiçao e percepçao do mundo que te rodea. Do concreto do vivido. Este realmente considero como o verdadeiro saber. nao tens o saber do artificial, que impartem em nossas escolas regulamentadas.

    Atenciosamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here