No final de 1980, os indígenas Kariri-Xocó buscaram a solução de seus problemas, não esperaram só pela FUNAI ( Fundação Nacional do Índio ), começaram a se organizarem. Acompanhando a trajetória de projetos, apoios de instituições que queriam ajudar as comunidades, os índios associaram e criaram associações. As pessoas que trabalhavam na mesma atividade produtiva, se reuniram-se na escola da tribo e fundaram a Associação Kariri, tendo como presidente Antônio Cândido Taré. Seguindo esse pensamento foi criada a Associação Xocó, que atendia a essa etnia, beneficiando aquelas famílias associadas. Logo após veio outras associações a parti de 1990 : Associação Kariri-Xocó, Associação Bom Sucesso Kariri-Xocó, Associação Kariri Cerealista e Armazenamento. Com objetivo de apoiar os povos indígenas e não-indígenas, foi criado a THYDEWA, onde desenvolve projeto Índios na Visão dos Índios, Índios On-line, Arco Digital, em parceria com o BNDS, MINC, MEC,UNESCO,Ministério das Telecumunicações, GESAC e TELEMAR. Nas lutas pela terra os indígenas das regiões criaram a APOINME ( Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste Minas Gerais e Espírito Santo ), avançando a conquista dos territórios tradicionais. Pela necessidade os indígenas criaram a CAPOIB ( Conselho de Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Brasil em 1995 na capital Federal. Em 1999 foi criado o Instituto Thydjo em Kariri-Xocó, também fundado uma organização de nível mais abrangente Organização Águia Dourada do Nordeste, que englobava 4 etnias Kariri-Xocó, Fulni-ô, Kiriri e Pankararu. As associações locais das tribos algumas desenvolveram projetos de desenvolvimento comunitário, outras se perderam nas trilhas da burocracias, ou na incompreensão dos associados no funcionamento destas instituições de estrutura, sem sua realidade social. Aqui em Kariri-Xocó algumas associações parou de funcionar, mas outras continuam atuando na comunidade, como a Bom Sucesso Kariri-Xocó com um Projeto de Ovinocultura, a Cerealista e Armazenamento, já tem Projeto de Avicultura. Essas associações trabalharam em parceria com o Banco do Nordeste e desenvolveram o PRONAF, as famílias fizeram empréstimos e desenvolvem suas atividades econômicas. Nhenety Kariri-Xocó.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here