A comunidade Pataxó Hãhãhãe reuniu na área indígena da região da Água Vermelha para desenvolver o projeto de artesanato com apoio da associação AHIAV (Associação Hãhãhãe Indígena de Água Vermelha). Que contamos com participação das mulheres, crianças, anciã, jovens, que se reúna a todo finais de semana na residência da anciã Dona Maura para fazer artesanatos como: colar, brinco, tanga, bolsa… O encontro tem finalidade em fortalecer a cultura e desenvolver para nosso povo, pois sabemos que a cultura marca a historia dos nossos antepassados aonde nós vem cultivando o nosso ritual praticado pelos nossos anciões hoje que vêm nos ensinado seus rituais.

Também constituímos artesanato para venda, pois o recurso que adquirimos é para dá continuidade ao projeto na compra de materiais de sementes e maquias para perfuração de fruta de colares. E realizar outros projetos pendentes na aldeia.

Eu Bainan, para mim este projeto é muito importante porque ajuda a resgatar a nossa cultura que em algum momento se encontra esquecida, mas com este incentivo de auxilio aproxima na harmonia com nosso povo e nosso meio que convivemos…

Também é um caminho na busca de autonomia para nosso povo… Pois com tudo que eu aprendo a confeccionar artesanato vou esta compartilhando com outros parentes.

Bainan Pataxo
bainanpataxo@bol.com.br

5 comentários • Editar Edit…

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Você tem toda a razão,a cultura indigina vem a muito sendo esquecida,as escolas e a sociedade,como um todo,falam,quando falam,muito pouco dessa cultura tão linda e tão mais brasileira que as outras,vocês indios deveriam ter um espaço maior no nosso país.Um espaço cultural,memorial…de respeito.Antes de sermos “brasileiros” somos indios.Parabéns!

  2. Você tem toda a razão,a cultura indigina vem a muito sendo esquecida,as escolas e a sociedade,como um todo,falam,quando falam,muito pouco dessa cultura tão linda e tão mais brasileira que as outras,vocês indios deveriam ter um espaço maior no nosso país.Um espaço cultural,memorial…de respeito.Antes de sermos “brasileiros” somos indios.Parabéns!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here