Nossa essência nos une ao espirito grande (Anga-açú), no espaço, tempo e pensamento.Nossa alma é como a luz que brilha no Sol ,nas Estrelas e na Lua.A cada respiração a magia da vida nos conecta a todos os seres,nesse momento nosso coração não pertence apenas a nos,mas a toda humanidade.

Quando nosso coração está aberto a mãe terra e todos seus filhos, flutuam unidos com os mais belos sentimentos existentes,pois ficamos em sintonia com toda beleza que vem da grande fonte de vida.
O ciclo de cada existência é como a vida de uma árvore,desde o inicio de suas raízes.Quando se perde parte das raízes, a árvore jamais volta a ser o que era antes,assim como o ser humano que esquece sua essência,mascarando sua verdadeira face ,esquecendo que na vida ele não é dono de nada e sim parte do todo.A terra que pisamos não é nossa e sim parte do que somos, cuidamos dela e ela cuida de nos.

Renata Tupinambá/Niterói-RJ
renata.machado.rj@gmail.com

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Querida Renata! Parabéns pela a matéria
    A sua historia é muito linda e conta a realidade de um povo tão guerreio do povo tupinambá, como de todos os índios.
    Continuem escrevendo você produz bons textos
    Parabéns mais uma vez.
    Grata:
    Yonana

  2. Lindas palavras Renata , reflete bem a essência do pensamento indígena !!! Continue nos brindando com essas poesias em forma de reflexões , parecem até as belas palavras profetizadas pelos líderes Guaraní em busca da tão sonhada ” Terra sem males ” . Um abraço !!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here