De acordo com uma matéria publicada pela Folha de Boa Vista (http://www.folhabv.com.br/noticia.php?id=91299#),de   autoria de Mateus   Leitão Leonardo Souza, a Agencia Brasileira de Inteligencia- ABIN, revelou preocupação com a criação de um Estado indígena  independente em   Roraima, “com apoio de governos estrangeiros e ONGs”.
Que segundo a Folha de Boa Vista,   a Folha de    São Paulo teria   tido acesso a esse documento, que teria sido enviado pelo serviço secreto ao GSI ( Gabinete de segurança Institucional) nesse ano. No qual, segundo o texto enviado, dizia    os povos indígenas do    Estado    teriam   o desejo de    “autonomia política,  administrativa e judiciária”.
E segundo a Folha de Boa Vista, a ABIN    acredita que possa existir milicias armadas “Revólveres  e  espingardas   foram    encontrados    e teriam sido contrabandeadas da Venezuela e da Guiana.”

Agora, vem   meu    questionamentos    quanto Indígena,  se existe essa possibilidade afirmada pela ABIN, qual o Papel do Exército dentro das Terras Indigenas, que   aqui em Roraima, Temos a Terra   Indígena São   Marcos,   dentro  dela  está um   Pelotão especial de Fronteira, Na Raposa Serra do Sol, tem um outro Pelotão  de  Especial de Fronteira , Da Terra Indígena Yanomami, também . Então   algum destes  orgãos tem falhado no seu Papel. Se ha contrabando de armas, não tem uma instituição para com isso ???
Eu como indígena desconheço tal afirmação, assim como foi Colocado pelo Conseho Indigena de Roraima-CIR, Buscamos sim, nossa autonomia. Mas não da forma como foi coocado.

Alex Makuxi

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena Makuxi - Raposa Serra do Sol; Acadêmico de História; Militante de Movimentos e Organizações Indígenas: OPIRR< CIR< ODIC< APIRR "Pode até Calar um Índio, Mais a Nação se levanta para Gritar" Alex Makuxi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here