Mas apesar de adquirirmos uma educação ampla e digna, não nos esquecemos da nossa cultura, semanalmente temos aulas de arte e cultura e é onde buscamos forças para manter a nossa cultura viva, onde os alunos nessas aulas aprendem como fazer os nossos instrumentos tradicionais como : o arco e a flexa, instrumento de caça e pesca, aprendem como fazer o maracá nosso principal instrumento musical, a tanga e o cocá que são os nossos vestes, e nesse meio tempo vamos adquirindo conhecimentos onde a cultura indígena esta em primeiro lugar.

MAS AS DIFICULDADES TAMBÉM ESISTEM

A maior dificuldade que passamos é por conta do estado onde a qualquer momento o nosso colégio pode parar de funcionar, que seria uma tragédia para nossa comunidade. Os professores e a direção apesar de estarem a meses sem receber, dão o sangue e a vida para que isso não aconteça, porque sabemos que é duro trabalhar sem receber ainda mais para pessoas que tem família, e o estado representado pela DIREC, nada faz. Temos alunos que se deslocam a mais de 25 km, para vir a escola a fim de aprender, mais por outro lado tem a empresa que transportam os alunos e professores, onde ela ameaça parar por não esta recebendo corretamente, então nós alunos ficamos entre a cruz e a espada por medo de a qualquer momento a nossa educação ser prejudicada, não queremos que isso aconteça, mais se o estado não tomar as medidas cabíveis dessas dificuldades é bem provável que isso aconteça.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria de localizar o Cacique Baiara, que me auxiliou em uma pesquisa sobre as plantas usadas pela comunidade Pataxo da Mata Medonha há 20 anos. Gostaria de publicar este trabalho e queria ter a permissao dele e dos Pataxos da aldeia. Alguem poderia me ajudar?

  2. Suzanna, voce conhece essa legislação?
    MP nº 2.186-16, de 23 de agosto de 2001 – Regulamenta o inciso II do § 1o e o § 4o do art. 225 da Constituição, os arts. 1o, 8o, alínea “j”, 10, alínea “c”, 15 e 16, alíneas 3 e 4 da Convenção sobre Diversidade Biológica, dispõe sobre o acesso ao patrimônio genético, a proteção e o acesso ao conhecimento tradicional associado, a repartição de benefícios e o acesso à tecnologia e transferência de tecnologia para sua conservação e utilização, e dá outras providências.
    veja no site do MMA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here