Temos uma enorme população na nosso tribo onde raramente temos medico, e quando temos só uma minoria podem se consultar.
Idosos tem que pegar fila de madrugada para esperar sem certeza a vinda do medico, algumas pessoas vem de madrugada para a fila e como hoje aconteceu quem estava na fila não teve a oportunidade de pegar uma ficha porque já tinham lugares marcados por “profissionais” de saúde que já tinham uma lista de pessoas que nem tiveram o trabalho de vir pegar a fila.
Será que o mal funcionamento da saúde em pankararu é por conta de alguns profissionais pankararus? Ou a culpa é da organização interna da FUNASA? Ou é do povo? que sofre a muitos e muitos anos com isso e não procuram seus direitos .
Sinceramente eu não sei, só sei que algo tem que ser feito ou só o pior pode acontecer, não estou generalizando os profissionais pankararus como ruins mas não podemos por uma pedra por cima deste problema por que se continuar assim a tendencia é piorar .

Comentários via Facebook

7 COMENTÁRIOS

  1. Em várias aldeias espalhadas pelo país ocorre esse descaso com a saúde.
    Embora seja disponibilizado muito dinheiro para FUNASA agir,por que sera que sempre parece que as coisas continuam iguais ???

    Muito boa materia Luciano! Parabéns!

    É presciso denúnciar essas coisas, porque não está certo do jeito que elas estão.Muito, muito dinheiro é disponibilizado para isso e cade esse dinheiro??? está mesmo sendo usado para isso ??

  2. A situação da saúde em Pankararu está preocupante, pois até identificarmos os possíveis culpados, vemos nossa população padecer, à mercê de uma assistência precária e caótica. Antes de se pensar em beneficíos próprios, devemos, todos juntos (comunidade, conselho, funcionários, etc,…), buscar alternativas que visem melhorar a assintência e o atendimento ao índio, dentro e fora da aldeia, além de políticas que priorizem a saúde e o bem-estar dos índios. Parece utopia? Então, com qual finalidade a Funasa está “cuidando” da nossa saúde???

  3. Queridos irmãos,
    A precariedade não ocorre sómente nas aldeias indígenas,nas grandes cidades também. O que acontece, é que saúde não dá lucro e sim gasto (isto vale para todo o sistema de saúde no Brasil) e tudo que dá gasto, o governo não quer nem saber. Aqui no RJ as mortes estão aumentando e somos sabedouros, que há um déficit de medicamentos contra a gripe suína e exames para detectar tal caso, que está assolado todo o país.
    Li quanto ao preconceito, porém nosso povo teve uma colonização burra, da pior espécie possível e indo a Portugal, vc poderá constatar como o povo é maltratado em hospitais de lá. A única estratégia é colocar a boca no megafone, e ir para a porta do exmo Lula e chamar a impresa, que sei que está cheia de tanto descalabro neste governo. Ficarei em contato e repassarei esta matéria para a FESP/FIOCRUZ, onde ministram um curso de especialização para saúde de povos indígenas.
    Com toda minha admiração,
    Eliana Araújo

  4. Realmente em questão de saude é em todo lugar é precaria, na nossa aldeia de dourados-ms não esta tendo remedio,os parente fazem as consultas mas na hora de pegar os remedios não tem, esta em falta.
    É muito preocupante esse assunto porque se trata de saúde, e isso é muito importante.

  5. É fato: todos os povos sofrem com o descaso generalizado na saúde, na educação e na habitação. Pankararu há muito sofre com tudo isso. A falta de sensibilidade dos próprios panankararu que estão à frente dessa discussão é a pior dor. Não sei como essas pessoas conseguem viver bem em cima das bramuras dos seus… Acredito numa ação em cadeia, onde todos os povos denunciem simultaneamente ao Ministério Público Federal todos esses disparates. E se a saúde não está mesmo funcionando, não tem sentido manter essas pessoas onde estão. A população pode e deve fazer muitas coisas!!! Não dá mais pra aceitar sermos passivamente cobaias desses sádicos. Precisamos e vamos reagir. Basta!!
    Parabéns Luciano pela matéria.
    Abraços.

  6. Amigos, lamento profundamente se houve ou está havendo este mal entendido, gostaria que voces que escrevem fossem nossos parceiro, visitassem o polo base, divulgasse os cronogrmas nos ajudasse a fazer saúde em Panakraru, só a tiulo de informação temos uma cobertura médica de mais de 600 consultas mes em Pankararu, além de todo atendimento e procediemnto de outros profissionais como enfermeiros, dentistas e enfermagem, mais infelismente a nossa demanda é grandiosa, mais fica o convite terei, imenso prazer em recebe-los no polo para buscarmos alternativas conjuntas sobre como a comunidade gostaria de ser atendidos, se buscar ficha no posto ou o agente listar as necessidades… só a comunidade sabe o que é melhor, mais com certeza somos democraticos e precisamos de ajuda dos parentes. uma abraço pra todos que fazem esta rede

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here