O governo está cheio de motivos pra contrariar a sociedade. Primeiro os seus planos, então conhecido como PAC, em seguida é acabar com a pobreza, e no comercial é até bonito. E como um plano maior fazer o que mandam os ricos.
Desde que me entendo por gente, que percebi que há sempre um perseguido e um a perseguir. Não importa o motivo sempre vai ter. Recentemente passaram aos olhos da TV brasileira a reintegração de posse a uma empresa falida de alguém que, no lugar onde moravam aproximadamente 1.658 famílias, que agora lutam pelo uma vez pelo direito que lhe foi retirado: o direito de ter um teto digno para morar. De forma arbitrária, usando bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar a multidão, e o pior retiram famílias inteiras sem ao menos deixá-los retirar seus pertences.
O outro pinheirinho está para acontecer. No estado do Mato Grosso do Sul, uma ordem Judicial indica que as famílias da comunidade Guarani Kaiowa da Terra Indígena Laranjeira Nhanderu poderão ser despejadas de sua terra tradicional. Em continuação ao processo de dizimação que começou a 512 anos atrás, o governo vem cumprindo com seu papel anti-constitucional. A demarcação total das Terras Indígenas, que deveria ser feita até cinco anos após promulgada a Constituição Federal, até hoje não foi cumprida.
A luta por um lugar digno, pelo direito de sobrevivência, pelo direito a um pedaço de Terra anda longe de ser um sonho realizado pelos Povos Indígenas no Brasil. Como em uma declaração de Guerra, O governo resolveu acabar de vez com o que incomoda o chamado Progresso Capitalista.
Ao autorizar a construção de Belo Monte (Belo Monstro), o Governo não só desrespeitou a constituição, como deixou bem claro nesta atitude que quem for contra saíra perdido, exemplo disso Magaron, servidor da FUNAI de Altamira, foi exonerado. Assim como as liminares que eram a favor da População do Xingú, foram derrubadas. Esse foi só o inicio da Guerra. Possivelmente veremos mais uma vez as nossas Terras banhadas pelos sangues de índios, e isso não sensibiliza muito pouco os governantes deste País, pois Brincar de ser índio eles brincam, colocam um cocar na cabeça. Mas viver a vida dos índios eles não dão a mínima.
Como uma guerra declarada para o Brasil inteiro, o estado do Mato Grosso do Sul, teve suas vítimas esse ano, ao perder uma de suas principais lideranças do Povo Guarani Kaiowa, assim como em anos anteriores perderam outras. Na Bahia, atitude truculenta da polícia, desalojou mais famílias indígenas na manhã do dia 01 de fevereiro.
Agora a pergunta é que fica, o Governo declarou guerra aos Povos Indígenas, mais o que acontece se reagirmos? Matam! Belo Monte vai retirar o direito de sobrevivência de vários povos Indígenas, No Mato Grosso do Sul, algumas vítimas já foram ao encontro de Tupã, e outras estão em uma lista há espera da morte, pois o governo nada faz por eles. Na Bahia, Pernambuco e em outros estados a espera pela demarcação das Terras tem causado grandes transtornos nas vidas dos Povos Indígenas, o pior é que alguns territórios já estão demarcados há anos, mais se tomamos atitudes de viver livre, vem a polícia, o Governo e as empresas privadas, e nos tiram esse direito.
O dia alusivo aos povos indígenas está chegando. Provavelmente neste dia, as crianças nas escolas irão com um cocarzinho na cabeça para suas casas, um ou dois governadores irão distribuir brindes e brinquedos em alguma aldeia. Mas o que é preciso ninguém faz, a população não lembra de Nísio, de Galdino, de Xicão Xucuru, Maçal Tupã, e de tantos outras lideranças que foram vítimas da arbitrariedade do Governo, e da luta pelo direito a vida. E o que os povos indígenas comemorarão neste dia? Mortes, Torturas, Ameaças, Perda de suas Terras, e a perda do direito a vida.

 

 

Alex Makuxi

Raposa Serra do Sol – RR

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Indígena Makuxi - Raposa Serra do Sol; Acadêmico de História; Militante de Movimentos e Organizações Indígenas: OPIRR< CIR< ODIC< APIRR "Pode até Calar um Índio, Mais a Nação se levanta para Gritar" Alex Makuxi

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here