memoria.kx.47 010    Nós indígenas do Nordeste estamos reunidos em Olivença, no território Tupinambá, desde  o dias 25, ate amanha dia 29 de março. Aqui,  na  sede social da Thydewá, no município de Ilhéus (BA) estamos realizando nosso 1º Encontro PCI – Pontos de Cultura Indígena com 7 etnias de 8 comunidades indígenas: Pankararu de Pernambuco, Kariri-Xocó e Karapotó de Alagoas, Tupinambá, Pataxó Barra Velha, Pataxó do Caí e Pataxó Hãhãhãe de Milagrosa da Bahia.  Na abertura do evento Atiá Pankararu iniciou com Toantes seguidos por todas as comunidades indígenas presentes. Com a criação dos Pontos de Cultura cada comunidade ganharam pelo projeto um Laptop , Projetor e duas câmeras fotográficas por aldeia . Nos pontos de cultura indígena cada comunidade terá 4 bolsistas, serão criados o Conselho do Ponto todos a comunidade. Estar acontecendo também oficinas de tecnologias no Pontão Esperança da Terra para os jovens envolvidos aprenderem o domínio  dos equipamentos assim eles levaram o conhecimento de capacitação trabalhando em Redes na Internet. Durante o Encontro dos Pontos de Cultura Indígena cada etnia puxa seu canto seja Toré, Porancy ou Toantes , o importante é mostrar nossa diversidade cultural que são a Região Nordeste do Brasil. Com a criação dos pontos de cultura as aldeias poderão fazer seus próprios projetos buscando seu próprio protagonismo . Muito marcante  a presença dos jovens neste Encontro dos Povos do Nordeste porque eles são a esperança da manhã para lutarem por nossos diretos. Será criado uma Rede dos Pontos de Cultura Indígena do Nordeste que também buscarão parcerias com outras redes Índios Online, RISADA Rede Indígena Solidária de Arte e Artesanato, Índio Educa, Oca Digital e a Rede das Mulheres Indígenas.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here