Primeiro dia em França.

Fomos acolhidos pelo FORUM SOCIAL de IVRY (Ivry é o nome de município que fica do lado de Paris…Uma espécie de Lauro de Freitas para Salvador). O FORUM é uma associação de associações… São 24 associações ( ATTAC, VIE, Emmaus, FIT…) que se reagrupam em REDE para lutar juntarse em objetivos comuns. Como todas as associações lutam pelos direitos humanos… A causa indígena esta sendo muito bem acolhida.
Chegamos e fomos muito bem acolhidos… Chantal, Guillaume, Jaques, Français, Jean Gui… Fomos comer MEXICANO.

Segundo DIA.
Hoje, 25 de setembro de 2008, tomamos o metro (foto)

e fomos para PARIS para nossa primeira CONFERENCIA DE PRENSA…Tivemos 3 jornalistas:

1)Athur SILVA – Chefe de Redação da RADIO ALFA – uma rádio em português para Franca….Existem 1.500.000 pessoas na Franca falam português… De vários paises de áfrica, de Portugal… www.radioalfa.net

2)Fernando FERNANDEZ-FLORES – Jornalista responsável de assuntos internacionais para a AGENCIA FRANCE-PRESSE (AFP)

3) Annet da Radio LIBERTER

Que durante duas horas ouviram aos indígenas e fizeram perguntas…e gravar entrevistas.

Ayrá: “Quando um índio luta pelos seus direitos leva bala, mas ainda assim nós continuamos lutando”
Atiã: “Nós Pankararu somos a favor da revitalização do Rio São Francisco e não da transposição… A transposição seria só em beneficio só dos políticos, matando o povo: indígenas, riberinhos, quilombolsas…”Nós moramos na margem do rio, a três quilômetros, mas não temos água potável e nem irrigação, não temos nenhum projeto de sustentabilidade funcionando, temos os índios passando fome…”
Yakuy: “Nós indígenas estamos cuidando do Planeta mas estamos muitos preocupados com o rumo das coisas, esperamos ter a solidariedade da Franca para revitalizar a Natureza. E no nosso Brasil o governo quer nos tratar como crianças, acham que nos dando um bom-bom vão calar nossas bocas. Para nós os “brancos”são como arvores sem raiz mas cheios de verniz e a justiça é como as cobras só pega quem anda com os pés descalços.”

Almoçamos comida francesa. Voltamos a Ivry e fomos pegar uns agasalhos, nos preparar para o frio. Visitar um Museo de Arte mODERNA

E Jantar comida GREGA-TURCA

onde conhecemos o RAMADAM (ritual onde so se come de noite) e os jovens mostraram nos seus celulares nosso site….

e a dormir.

LEIA as materias anteriores

Índios podem ficar sem terras em Maracaju, no Mato Grosso do Sul

e contatos :

Guillaume Bertrand
Tel 06 66 62 24 78

Maison des Droits de l’Homme
37, rue Frédéric Mistral 87100 LIMOGES
Tel 05 55 35 81 24 – Fax 05 55 35 01 64
mdh.limoges@free.fr – www.mdh-limoges.org

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que bom que tiveram entrevistas, acho que a França è um dos paises mas sensivel para o problema da Natureza e da poluiçao. Mais uma vez obrigado para o trabalho que estào fazendo.O que acharam da comida Europea? gostaram? Aquì na Italia a comida è mais gostosa ainda rsrsrsrs….
    Giuseppe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here