O grupo PET INTERCULTURAL-Programa de Educação Tutorial  do Projeto Maruwai: Educação Intercultural para uma nova Gestão Territorial Indígena para Roraima, da UFRR-universidade federal de Roraima , coordenado  pelo Professor Dr: Maxim Reppeto , realizamos junto ao aos acadêmicos do curso de Licenciatura Intercultural do Instituto Insikiran de Formação Superior Indígena, a  primeira Oficina Pedagógica na Região do  médio São Marcos  na Bacia do Igarapé Maruwai na comunidade indígena Roça localizada aproximadamente 160 km da capital de Boa vista-Roraima.

1.O projeto busca a criação  de um grupo PET,conexão de saberes no âmbito do instituto Insikiran e do curso de Licenciatura Intercultural, vem dar continuidade das atividades iniciadas, anteriormente, possibilitando gerar um trabalho, que vem há investir recursos para potencializar a formação  com excelência acadêmica dos estudantes da UFRR.( PROJETO MARUWAI, 2011)

2- O projeto desenvolverá atividades de ensino, pesquisa e extensão universitária, centradas no curso de Licenciatura Intercultural, Gestão territorial Indígena , assim como estudantes que ingressaram pelo Processo Seletivo Especifico para os Indígenas PSEI.

3-   Desenvolveremos uma pesquisa  colaborativa  na região da Bacia do Igarapé Maruwai, na terra Indígena São Marcos, junto as comunidades e organizações que atuam na região.

4- Realizaremos um diagnostico socio-ambiental e planejamento participativo.

5- O foco da reflexão esta na busca de novos marcos teóricos e metodológicos para a articulação intercultural e intercientífica dos conhecimentos.

Podemos dizer que este trabalho surgiu a partir da iniciativa das comunidades indígenas, pois a Terra Indígena São Marcos, e em especial a  região da Bacia do Igarapé Maruwai, é rica em recursos Naturais servindo como um viveiro de reprodução para diversas espécies em perigo de extinção, como o peixe boi, jacaré Açu, Pirarucu, Tatu Bola e Tartaruga.
Os membros das comunidades se queixam do desaparecimento de muitas espécies de peixe, devido a pesca predatória sem plano de gestão desses recurso.
O aumento populacional e uma maior pressão sobre os recursos naturais por parte das mesma comunidades. A esse respeito lideranças vem detectando fortes desequilíbrio na relação entre comunidade e meio ambiente.( PROJETO MARUWAI,2010).

O projeto vai realizar varias oficinas nas comunidades da região e alguns dos objetivos é :

-Desenvolver novas metodologias para realização dos diagnósticos sócio ambiental.
-Propiciar que a escola indígena  desenvolva uma proposta curricular para inserção social.
– Ampliar o debate sobre o dialogo intercultural e intercientífico
-Desenvolver nova metodologias para a construção coletiva de um plano de manejo ambiental e territorial na terra indígena São Marcos;
-Fortalecer o curso de Licenciatura Intercultural.
-Estimular a publicação e apresentação dos trabalhos  e pesquisas em eventos de iniciação cientifica  e congresso.

O grupo PET  vai ta realizando essas oficinas junto as comunidades e escola tendo participação efetiva dos alunos das escolas envolvidas no projeto com auxilio do grupo PET.

Na semana passada, dia 23  nós  acadêmicos indígenas  do grupo PET e participantes  do projeto Maruwai junto a acadêmicos do curso de Licenciatura Intercultural, nos deslocamos para a comunidade indígena da Roça. Saimos do Instituto Insikiran-UFRR, as 2: 00 horas em um micro-ônibus contando com 18 pessoas envolvidas no projeto, passamos três horas viajando, o acesso a comunidade era bastante ruim, mas  só em pensar  que estaremos contribuindo para desenvolver melhorias para a comunidade tanto no calendário cultural escolar e no etno mapeamento das comunidades e da região é muito gratificante, e  principalmente sair das quatros paredes da sala de aula, da  cidade ,pois é muito chata, sinto que não temos liberdade para fazer o que eu quero, estando em uma comunidade qualquer  é estar em casa.

Passamos uma semana realizando a Oficina com as palestras, mapeamento  e histórico das comunidades e sua massa biodiversidade ilustrada nos mapas e historia. A semana que passamos na comunidade da roça foi de extrema relevância para a pesquisa da região, e tivemos um avanço muito grande na pesquisa. Diria que com as palestras a serem ainda realizada na região, pois foi realizada apenas uma, será bastante importante porque estaremos trabalhando com o conhecimento cientifico o dito conhecimento ocidental com o conhecimento tradicional, e no decorrer desta  pesquisa estaremos não apenas nos estimulando a pesquisa, mas também os próprios alunos da comunidade  a conhecerem melhor a sua região.

A projeto maruwai  a ser desenvolvido na região da bacia do  igarapé Maruwai tem duração de três  anos, e é  de extrema importância para a nossa formação, pois ajuda nos acadêmicos indígena desenvolver métodos de pesquisas, e a abrir nossa visão visão diante dos acontecimentos das nossas comunidades indígenas, e principalmente a poder nos orientar para definir o tema da monografia ou a fazer a monografia em cima da pesquisa do PROJETO MARUWAI.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR
Rodrigo Makuxi Meu nome e Rodrigo Diego dos santos,do povo macuxi terra indigena raposa serra do sol, da Organização ALIDICIR, da comunidade são jorge, graduando no 6 semestre do curso de História -Licenciatura e Bacharelado,na Universidade Federal de Roraima,e membro do projeto maruwai pela UFRR, membro do Centro acedemico de História

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here