O objetivo do Seminário é mostrar pela primeira vez os Índios Deficientes do Posto Indígena Caramuru Catarina Paraguaçu que abrange os municípios de Itaju do Colônia, Pau Brasil e Camacan. Os Pataxó Hã hã hãe que desde 1982 data de retorno as suas terras tradicionais mantém sua cultura, crenças e tradições com segredo espiritual, mas para o Coordenador dos Deficientes Indígenas do Povo Pataxó Hã hã hãe Alapity Baênan Titiáh ( Paulo Titiáh) que sofreu paralisia ainda menino, não dava mais para viver em segredo a situação dos deficientes indígenas do povo ao qual o mesmo faz parte. Segundo Alapity Baênan, são mais de 50 o numero de deficientes do Povo Pataxó Hã hã hãe que precisam de assistência por parte da FUNASA que desde 1999 quando assumiu a responsabilidade de aplicar com eficiência e transparência os recursos públicos destinados a saúde indígena não tem mostrado com clareza e pratica essa política de assistencialismo que de inicio parecia uma realidade. O que não é até os dias de hoje. Muitos índios morrem e muitos irão morrer se o governo e o estado não intervir nessa situação vergonhosa e canibalesca.
Muitos índios que portam deficiências não são assistidos pelos programas sociais que os governos Estadual e Federal criaram para atender essas pessoas com problemas especiais, mesmo com direitos no Código Civil e na Constituição vários indígenas portadores não conseguem os benefícios no INSS e em outros programas sociais.
Muitos estudantes não estudam pela dificuldade que encontram na hora de locomoção até a sala de aula, para receber esse publico faltam, banheiros, salas e quadra esportiva com ACESSIBILIDADE.
Representantes do Governo do Estado da Bahia marcaram presença no encontro, onde ouviram o apelo de vários indígenas deficientes e se comprometeram levar ao conhecimento do Governador Jaques Wagner todas as reinvidicações feitas.

Comentários via Facebook
COMPARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Natercia Cinira Disse:
    quarta-feira, 30 de setembro de 2009 as 9:05
    Parabéns pela sua iniciativa e sua reivindicação pelos vossos direitos para com os deficientes, e não só, pela preservação da vossa cultura e educação e integração social tão merecida e que tenho um grande orgulho em ter partecipado com você Paulo Titiá na elaboração dos possíveis estatutos da vossa associação assim como na troca de ideias e culturas que possam ser uteis ao vosso povo que meus ancestrais um dia descobriram, hoje a minha forma de pensar e agir é diferente mas naquela época o Mundo se regia pela descoberta do horizonte, apesar de que hoje o Mundo se rege pelo Poder e resultados materias, no entanto ainda há muita gente que gosta de sentir útil e ajudar como é o caso da nossa familia, apesar de que sempre há gente que não gosta, não faz, nem deixa fazer e ainda procura prejudicar.
    Espero que agora a partir deste momento se consiga vencer as barreiras que teem existido no vosso caminho e no nosso, e que juntos consigamos dar continuidade a todos os projetos de meu filho e mais alguns que meu falecido marido deixou que apesar de grandiosos se podem dimensionar á vossa necessidade de sobrevivência.
    São os desejos e votos desta familia

    CAMPOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here